quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Compartilhe

Já faz algum tempo que a AFC fica devendo um pouco em qualidade na classificação dos times aos playoffs. Tendo o Patriots como favorito absoluto ano após ano, nos acostumamos a “esquecer” um pouco dos coadjuvantes nessa briga pelo título. No entanto, 8 times continuam sendo mandados aos playoffs todo ano e sempre temos umas duas equipes destoando das demais. A briga pelo Wild-Card, apesar de acirrada, segue nivelada por baixo, e nãos será diferente em 2018. No entanto, pelo segundo ano consecutivo, a sempre contestada e confusa AFC Sul poderá mandar dois representantes para a disputa.

O campeão da divisão de 2017 é quem vem decepcionando. Após perder para o Patriots na final do ano passado, o Jacksonville Jaguars não conseguiu repetir o grande ano da defesa nesta temporada e Blake Bortles vem descendo ladeira abaixo. Com uma campanha de 3-6, a equipe amarga à lanterna da divisão e não vê perspectiva de futuro. Com o grande erro da offseason na renovação de seu Quarterback, o Jaguars também pecou em não procurar um substituto de melhor nível, fazendo com o que Bortles fosse uma âncora nesse navio que só vem afundando. Para 2019 a equipe deve se concentrar em voltar a ser dominante defensivamente e conseguir outro QB, seja free agent ou pelo Draft.

Leia Mais: destaques e decepções – aprendiz derruba seu mestre

Leia Também: aprenda a identificar a jogada ofensiva do adversário no Madden NFL

Seguindo o carrossel de emoções que vem sendo a AFC Sul nos últimos anos, temos um novo líder. De certa forma até esperado, mas com uma forma de chegar a essa liderança muito peculiar. Uma equipe que começa o ano 0-3, mas que mostra uma enorme reação e vence os 6 jogos seguintes! Esse é o Houston Texans de Deshaun Watson. Apesar de não apresentarem um desempenho tão vistoso, o Texans é eficiente vencendo jogos. Com partidas apertadas como o SNF contra o Dallas Cowboys e o jogo contra o Denver Broncos criaram uma maturidade importante pro restante do campeonato e que pode ser crucial na disputa nos playoffs. Reforçaram o ataque após a lesão de Will Fuller com Demaryius Thomas e vem muito forte na sequência da temporada. J.J Watt retomou seu melhor nível e seria um dos grandes favoritos ao prêmio de defensor do ano se não tivesse um tal de Aaron Donald. Com uma tabela bastante tranquila no restante do ano, a equipe é uma das fortes favoritas a chegar forte na disputa em janeiro.

Seguido de perto, mas com uma inconsistência enorme, vem o Tennessee Titans. Apesar de vir de uma vitória acachapante contra o todo poderoso New England Patriots por 34×10, a equipe de Mike Vrabel ainda não convenceu a todos. Isso porque ao mesmo tempo que são capazes de fazer partidas como essa, eles também perdem para o Buffalo Bills por 13×12 em um dos piores jogos do ano. Marcus Mariota segue alternando boas e péssimas exibições enquanto sua defesa vem crescendo nas últimas rodadas. Diante de um calendário tranquilo, a equipe depende apenas de si mesmo para conseguir vencer a divisão ou buscar uma das vagas no Wild-Card. Ganhar partidas contra os rivais divisionais vão se tornar o fiel da balança no fim do ano e o Titans segue bem encaminhado com um recorde de 2-0 por enquanto.

Por último mas não menos importante, o maior vencedor da divisão desde que foi criada, Indianapolis Colts. Eu preciso começar dizendo, como é bom ver Andrew Luck saudável novamente! Apesar de não estar sendo muito comentado, o camisa 12 do Colts vem tendo um ano espetacular. São 26 passes para Touchdown, segunda maior marca da Liga atrás apenas de Patrick Mahomes com incríveis 31. Frank Reich é o melhor HC calouro da temporada e vem transformando o ataque da equipe. Finalmente com uma linha ofensiva sólida, Luck já está a 4 jogos sem sofrer nenhum sack e vem crescendo de produção semana após semana. Os calouros Quenton Nelson e Darius Leonard, escolhas de primeira e segunda rodada respectivamente tomaram suas unidades de assalto e já estão entre os melhores de sua posição na Liga. A equipe que vinha para a temporada em meio a uma reconstrução e sem perspectiva de playoffs pode ver esse feito chegar mais cedo que o esperado. Com uma campanha de 4-5, dois jogos atrás do líder e bastante vivo na briga pelo Wild-Card, o Colts também encontrará um calendário tranquilo pela frente, como seus rivais, a definição dessa divisão deve vir nos jogos dentro da AFC Sul, e com uma campanha 1-1, uma classificação se torna perfeitamente possível.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

 

Compartilhe

Comments are closed.