segunda-feira, 2 de julho de 2018

Compartilhe

 

Uma unidade ofensiva no futebol americano possui duas maneiras de avançar pelo campo do adversário: correndo com a bola ou passando-a para um recebedor. Para ajuda-los a reproduzir um ataque da NFL no Madden, dei dicas de como ter uma maior eficiência no jogo corrido e agora falarei um pouco sobre o jogo aéreo, mais especificamente sobre as rotas dos recebedores.

O jogo de passes, que está presente na maioria dos snaps na NFL, também é de extrema importância durante as partidas de Madden. É difícil imaginar um ataque produtivo nos jogos virtuais sem um bom jogo de passe e, para isso acontecer, é necessário conhecer bem as rotas e em quais tipos de coberturas defensivas elas são mais eficientes. Abaixo falo um pouco das principais rotas e situações favoráveis para usá-las e conseguir mover as correntes do ataque rumo à end zone do adversário.

Flat

Rota realizada por algum recebedor interno (um RB, TE ou slot receiver) que se desloca para a lateral do campo, avançando no máximo 5 jardas. Usada para ganhos curtos, visando muitas vezes sair do campo para parar o relógio, ou ganhar jardas após a recepção. É uma ótima opção para atacar defesas em Cover 3 e Cover 4, onde a lateral curta do campo não é tão bem vigiada ou contra uma marcação individual com o marcador mais afastado e/ou menos veloz (um LB que marca um RB, por exemplo).

Cornerbacks numa cover 3, marcando rotas mais profundas, abre espaço para o rota Flat

Drag

Nessa rota o recebedor cruza o campo paralelamente à linha de scrimmage, distante 3 a 5 jardas dela, visando ganhar jardas após a recepção. Principal rota do conceito Mesh, pode ser efetiva contra todos tipos de coberturas, desde que o passe seja executado no momento certo, apesar de ser mais usada contra coberturas mais recuadas e marcações individuais.

Rota Drag contra uma Cover 4 é uma boa opção. Aqui Gronk aparece livre

LEIA MAIS: Quem precisa, urgentemente, evoluir em 2018

Slant

Aqui o recebedor avança 2, 3 jardas e corta para o meio do campo em 45 graus, correndo na diagonal. Essa rota também visa o ganho curto de jardas ou estender a jogada correndo com a bola após a recepção. Uma das rotas mais usadas no Madden, não é muito indicada contra uma cover 2, onde três linebackers ocupam a região central do campo, mas pode ser uma arma contra todos os outros sistemas se o passe for realizado no tempo certo.

Marcação individual e jogadas próximas da End Zone são uma boa pedida para a Slant

Out

Na rota out o recebedor avança algumas jardas e corta lateralmente para fora. Esse avanço pode ser curto, de 5 jardas, ou mais longo, de 10 a 15 jardas, dependendo da jogada. Uma rota curta é uma boa contra cover 3 e cover 4, onde os cornerbacks se preocupam mais com rotas em profundidade. Uma rota mais longa também pode explorar as costas de um CB marcando mais avançado numa cover 2. Contra marcação homem a homem também funciona bem e o passe deve ser executado assim que o recebedor faz o corte.

Um CB marcando em profundidade e o Nickel marcando a zona Flat, deixa a rota Out livre de marcação contra essa Cover 6

In

Essa é o inverso da rota acima. Após o avanço o recebedor faz um corte para o meio do campo e é uma rota interessante para ganhos após a recepção. Rota muito presente no sistema West Coast Offense, é uma boa saída para explorar o espaço entre os linebackers e a secundária.

Espaço entre os linebackers e os safeties pode ser explorado pela rota In

Comeback

Nessa rota no Madden, o recebedor mais aberto avança umas 15 jardas e faz um corte brusco de 45 graus para trás em direção a lateral do campo. É necessário um passe no tempo certo para que a bola chegue ao recebedor no momento que ele estiver voltando. Pode funcionar bem explorando as costas do cornerback numa cover 2 e também numa cover 3 ou 4 com os CBs marcando mais ao fundo. Ótima opção contra marcações individuais e em momentos que o ataque precisa sair do campo para parar o relógio.

Espaço lateral entre o CB e o Nickel nessa Cover 3 é explorado pela Comeback

LEIA MAIS: O caso Jameis Winston e as implicações para o futuro do Buccaneers

Curl

Rota muito usada para garantir a primeira descida, já que no Madden, geralmente o recebedor avança 10 jardas e vira o corpo para o centro do campo, esperando o passe. Mais uma rota que precisa que o passe seja realizado no momento certo para que a bola chegue ao recebedor no momento da sua virada. Boa opção em cover 3 e 4 com defensores mais recuados, assim como marcação homem a homem com o passe sendo realizado no momento exato.

Cornerback recuado é um prato cheio para explorar a rota Curl

Corner

Aqui o recebedor avança 10, 15 jardas e faz um corte em 45 graus para a lateral do campo. Outra boa rota para sair do campo e parar o cronômetro. Explora uma região parecida com a da comeback, portanto a leitura é parecida.

Nessa Cover 2, o recebedor na rota Corner aparece livre nas costas do CB

Post

O contrário da rota corner. Na post o recebedor avança umas 10 jardas e corta em 45 graus para o meio do campo. A melhor rota para atacar o espaço entre os dois safeties de uma cover 2.

Nada melhor do que uma rota Post para atacar o espaço entre os safeties de uma Cover 2

Go

Essa é a rota ideal para os recebedores mais velozes. Aqui eles simplesmente partem em linha reta para o fundo do campo, portanto a velocidade é fundamental para conseguir a separação. Funciona melhor contra cover 1 e cover 2, onde temos menos jogadores marcando em profundidade.

A maior velocidade de um recebedor sobre seu marcador pode render uma big play com a rota Go

Screen Passes

No Madden temos alguns tipos de passes screen para running backs e wide receivers. Nessas jogadas, o QB faz um passe atrás da linha de srimmage para o recebedor ganhar jardas após a recepção com a ajuda de bloqueios. Uma jogada muito efetiva no Madden que pode render muitas jardas. Possui uma eficiência maior contra coberturas mais recuadas.

Defensores recuados colaboram para o Screen Pass render muitas jardas

 

Compartilhe

Leave A Reply