quarta-feira, 30 de Maio de 2018

Compartilhe

Um dos eventos mais apaixonantes para os amantes do futebol americano, o Draft acaba sendo uma mistura de expectativa e, muitas vezes, frustração para os torcedores. Até por ser uma “ciência” completamente inexata, é comum que ocorram vários erros de avaliação em relação aos futuros jogadores da NFL. Como acontece em todos os anos, jogadores escolhidos bem cedo no recrutamento acabam decepcionando. Por outro lado, alguns atletas draftados nas rodadas inferiores, ou nem mesmo selecionados durante as 7 rodadas do evento, se tornam sólidos jogadores entre os profissionais. Dito isto, baseado neste segundo grupo, hoje iremos apontar alguns calouros que não foram escolhidos nas duas primeiras rodadas do último draft, mas que podem se destacar já em 2018.

LEIA MAIS: Os QBs mais decepcionados com a offseason de 2018

S Justin Reid, 3ª rodada – Texans

Começamos a nossa lista com o ex-Safety de Stanford, Justin Reid. Jogador avaliado por muitos analistas como um prospecto de 1ª rodada, Reid acabou caindo até a 68ª escolha. Uma das teorias sobre o motivo para esta queda seria a questão – exaustivamente – debatida sobre os protestos durante a execução do hino Americano. Irmão do ex-jogador do 49ers, o também Safety, Eric Reid, que foi um dos jogadores mais engajados nos protestos juntamente com o QB Colin Kaepernick, o calouro do Texans pode ter sido preterido por, teoricamente, ter uma forma de pensar semelhante à de seu irmão. No entanto, a sua seleção pelo Texans, que tem um dos donos mais críticos e contrários a este tipo de manifestação, Bob McNair, afasta um pouco esta possibilidade. Falando apenas do campo, o Texans adicionou ao seu elenco um jogador de talento e versatilidade muito interessante. Podendo jogar como Safety ou CB (especialmente no Slot), Reid chega para reforçar uma secundária que não teve um desempenho satisfatório em 2017. Ficando apenas na 24ª posição entre as defesas contra o jogo aéreo, o calouro irá encontrar um setor que, mesmo com a chegada de Tyrann Mathieu, necessita de talento e, provavelmente, terá muitas oportunidades de mostrar seu trabalho. Seja como Safety ou como Slot CB, não se surpreenda se Reid conquistar rapidamente uma vaga entre os titulares dentro desta unidade que deve evoluir bastante com os retornos de JJ Watt e Whitney Mercilus.

LEIA MAIS: 5 jogadores da AFC que podem explodir em 2018

RB Royce Freeman, 3ª rodada – Broncos

Aqui temos um caso diferente do anterior em relação a avaliação que alguns analistas faziam, e o ponto em que o atleta foi selecionado. Não que seja um absurdo draftar o (extremamente) produtivo no College, Royce Freeman, na 3ª rodada, no entanto, alguns scouts o enxergavam como um jogador que poderia ser escolhido em rodadas posteriores. Contudo, este texto não é sobre avaliação de Draft, ele fala sobre jogadores menos badalados que podem surpreender já em sua temporada de calouro. Na NFL, além, obviamente, do talento, alguns outros fatores são fundamentais para o sucesso. Dentre eles, podemos citar: o estilo de jogo do time, treinadores, concorrência interna na posição e a confiança que a equipe deposita no atleta. No caso específico de Freeman, muitas dessas variáveis estão favoráveis ao ex-RB de Oregon. A dispensa do então titular, C.J Anderson, torna Freeman um potencial starter na semana 1 da temporada. Vale destacar que, ao contrário do que muitos pensam, o Broncos não teve tantos problemas para correr com a bola na última temporada. A equipe terminou como o 12º melhor ataque terrestre com média de 115,8 jardas por partida. Disputando a posição com o limitado Devontae Booker, o calouro terá a oportunidade ideal de explodir já em seu primeiro ano na NFL.

WR Michael Gallup, 3ª rodada – Cowboys

Ainda na 3ª rodada, tivemos mais uma escolha bastante interessante e promissora. Da mesma forma que o citado em relação ao RB Royce Freeman, temos uma situação favorável para Gallup. Após a saída de Dez Bryant, que era um verdadeiro símbolo da equipe, o Cowboys necessitava reforçar a posição. Durante a Free Agency, a chegada de Allen Hurns é significativa, e o ex-jogador do Jaguars deve se tornar uma peça relevante neste ataque. Entretanto, Gallup tem potencial para se tornar um WR de destaque na NFL. Com boa combinação de velocidade e força, o jovem WR, que já competiu em provas de atletismo, tem as qualidades para dar o dinamismo que faltou ao ataque aéreo do Cowboys na última temporada. Levando em consideração que a equipe terá Zeke Elliott desde o começo da temporada, e que isto, instantaneamente, significa a melhora de toda a unidade ofensiva, incluindo o desempenho do QB Dak Prescott, a expectativa é de que Gallup esteja em um ataque mais fluido onde terá – até pela fraca concorrência na posição – boas oportunidades de mostrar seu talento.

Leia textos exclusivos a cada semana sobre todos os times da NFL. Seja um assinante L32

WR Marquez Valdes-Scantling, 5ª rodada – Packers

Recrutado de uma Universidade menos tradicional (South Flórida), o veloz WR, Marquez Valdes-Scantling, é uma aposta bastante interessante do Packers. Um dos Sleepers favoritos deste que vos escreve, Marquez teve a sorte de ser recrutado pelo Packers. A equipe, que possui um bom histórico desenvolvendo prospectos da posição, ainda conta, obviamente, com um dos maiores QBs de todos os tempos. Em sua carreira no College, onde sofreu com a pouca habilidade de seus QBs, Valdes-Scantling não apresenta números muito expressivos. Porém, observando os seus vídeos, podemos notar um jogador com razoável qualidade técnica, e uma combinação impressionante – e rara – de tamanho e velocidade. Confirmando o que seus tapes mostravam, durante o Combine, Valdes-Scantling, que possui cerca de 1,93m, correu as 40 jardas em 4,37 segundos. Em um caso parecido com o do Cowboys citado anteriormente, vale relembrar que o Packers – que selecionou na 6ª rodada outro atleta da posição que merece uma menção honrosa nesta lista, Equanimeous St. Brown Brown – também dispensou um símbolo da posição, Jordy Nelson. No entanto, diferente do rival da NFC, a equipe ainda conta com jogadores relevantes no grupo de recebedores; neste caso, Davante Adams e Randall Cobb. De toda forma, a aposta em Valdes-Scantling é válida.  Mesmo que o cenário para o calouro não seja tão favorável – como aparenta ser para os outros jogadores citados neste texto – jogando ao lado de um gênio, não se surpreenda se, em pouco tempo, tivermos mais um WR despontando em Green Bay.

Outros candidatos

RB Nyheim Hines, 4ª rodada – Colts

Com a saída de Frank Gore, teoricamente, a posição de RB titular é de Marlon Mack. No entanto, Hines é um jogador de boa qualidade e que pode se destacar, principalmente, recebendo passes.

DT Maurice Hurst, 5ª rodada – Raiders

Jogador de qualidade incontestável, Hurst só chegou a 5ª rodada devido a um suposto problema cardíaco detectado durante o combine. Caso esteja saudável, o DT é talentoso o suficiente para ser titular na defesa do Raiders já na semana 1.

LB Shaquem Griffin, 5ª rodada – Seahawks

Jogador com uma história sensacional, Griffin é perito em superar barreiras e surpreender quem duvida de sua capacidade. Na defesa em reformulação do Seahawks, terá a oportunidade de mostrar sua capacidade. Sobre Shaquem, falamos um pouco mais de sua batalha pré-draft neste texto.

WR Braxton Berrios, 6ª rodada – Patriots

Jogador com características muito semelhantes a outros recebedores que se destacaram na equipe recentemente, Braxton era cotado, bem antes do Draft, como um futuro atleta do Patriots. Com as saídas de Cooks e Amendola, o WR tem boas possibilidades de, em pouco tempo, ganhar uma oportunidade no ataque de New England.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

 

Compartilhe