quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Compartilhe

Depois de meses de espera, a NFL está de volta! Com isto, também temos o retorno do nosso amado Fantasy Football. Desta forma, iniciaremos hoje a nossa coluna de dicas para auxiliar os GMs virtuais nas decisões mais difíceis. Em nossos textos, que você poderá conferir todas as quintas-feiras, não mencionaremos jogadores que, independentemente do confronto, sempre devem ser escalados. Dito isto, não estranhe a ausência de nomes como Todd Gurley, Antonio Brown, Ezekiel Elliott e Rob Gronkowski.

Leia textos exclusivos a cada semana sobre todos os times da NFL. Seja um assinante L32

Para ficar mais dinâmico e divertido, separamos as sugestões em três categorias:

Explosão: Jogadores com potencial para pontuar muito bem na rodada por motivos como, por exemplo: sua utilização recente ou algum confronto favorável.

Implosão: o oposto da categoria acima. São jogadores que, em sua maioria, terão confrontos bem desfavoráveis.

Ousadia ou desespero: aqui estarão as sugestões de jogadores para quem gosta de arriscar, tem poucas opções em ligas maiores, ou está desesperado por conta de lesões e byes.

Sem mais delongas, vamos para as dicas de Fantasy para a Semana 1:

Leia Mais: Revista Guia da NFL 2018

Leia Também: Top 150 – Fantasy Football (Parte 1)

QBs

Explosão

Andy Dalton (CIN) – Começar com Dalton está mais para ousadia do que para explosão. No entanto, não confio na defesa ainda em formação do Colts e acredito em um bom retorno do QB do Bengals.

Philip Rivers (LAC) – Rivers nunca foi o melhor dos QB para Fantasy. Porém, com uma OL saudável, bons alvos, além do confronto interessante diante da defesa suspeita do Chiefs, a aposta é bem interessante.

Case Keenum (DEN) – Eu sou um dos que acreditam que a temporada 2017 de Keenum não foi apenas um momento isolado. Vejo uma considerável evolução no jogo do QB do Broncos. Além disso, o confronto contra a defesa do Seahawks está bem longe de ser ameaçador como era há algumas temporadas.

Implosão

Nathan Peterman (BUF) – Não sei se alguém cogitou escalar Peterman (tomara que não), mas nenhum outro confronto tem tanta cara de implosão como este. Um QB inexperiente, jogando com alvos pouco confiáveis e uma OL ruim. Para finalizar, o confronto é (fora de casa) contra uma das melhores defesas da NFL.

Jimmy Garoppolo (SF) – O quanto você confia no que Jimmy G. fez na parte final da última temporada? Eu vejo muito potencial no QB, mas nesta rodada eu preferiria ter uma segunda opção. O embate fora de casa contra o Vikings é complicadíssimo.

Derek Carr (OAK) – Dentro do furacão que foi o Raiders nesta offseason, as dúvidas sobre o desempenho da equipe são cada vez mais plausíveis. Dentro deste cenário, escalar Carr na semana 1, e ainda contra o Rams, não me parece uma boa ideia.

Ousadia e desespero

Blake Bortles (JAX) – Nas primeiras semanas de Fantasy – principalmente na primeira – o que temos são estatísticas da última temporada e suposições baseadas nas movimentações da offseason. Dentro desta lógica, o Giants foi a defesa que mais cedeu TDs aos QBs em 2017 (32). Além disto, Bortles me parece o rosto ideal para inaugurar a categoria “ousadia e desespero”.

Outras opções: Andrew Luck x Bengals (o QB do Colts só está aqui pela incerteza de sua forma técnica) e Mitchell Trubisky x Packers (a defesa de GB cedeu 30 TDs para QBs em 2017).

RBs

Explosão

Alex Collins (BAL) – O confronto é favorável (Bills cedeu 19 TDs aos RBs em 2017) e Collins é o dono do backfield do Ravens.

Carlos Hyde (CLE) – o ex-jogador do 49ers demonstrou na pré-temporada que é o dono da posição para o início da temporada e o confronto é favorável aos corredores.

Jamaal Williams (GB) – O confronto nem é dos mais promissores, mas Jamaal, por sua boa qualidade nos bloqueios, deve estar em campo na grande maioria dos snaps. O Packers não tem muitas opções na posição e possui um QB que colocará o time algumas vezes em situações red zone. Aqui temos uma aposta no volume.

Implosão

Marshawn Lynch (OAK) – Por mais que a defesa contra a corrida tenha sido um problema na última temporada, o Rams trouxe Suh e renovou com, o agora feliz, Aaron Donald. É impossível apostar contra esses caras.

Tevin Coleman (ATL) – Na última temporada foram apenas 6 TDs terrestres cedidos pelo Eagles. Considerando ainda que Freeman tem a maioria dos snaps, melhor pensar em outro RB.

Kenyan Drake (MIA) – Se o Eagles cedeu apenas 6 TDs para RBs, o Titans só permitiu 4 e ainda reforçou a sua defesa. Vale destacar que tirar Drake é difícil pelo potencial do RB, dentre outras coisas, no jogo aéreo. No entanto, fica o alerta caso exista outra opção no elenco.

Ousadia e desespero

Jordan Wilkins (IND) – Ninguém sabe a real situação dos RBs do Colts. Marlon Mack se lesionou, Hines está com dificuldades de adaptação e Christine Michael é apenas o Christine Michael. Sendo assim, porque não apostar no jogador que parece ser o provável “titular”?

Outras opções: Peyton Barber x Saints (Ronald Jones ainda está no College) e Bilal Powell x Lions (deve ser o RB mais utilizado, mas o seu desempenho é sempre uma incógnita).

WRs

Explosão

Allen Robinson (CHI) – Por mais que a expectativa seja de evolução, ninguém cedeu mais TDs a WRs (21) do que o Packers em 2017. A química com Trubisky ainda é um mistério, mas, a relação potencial x confronto, favorece a escalação.

Devin Funchess (CAR) – Na 2ª posição do ranking citado acima, o Cowboys está presente com 20 TDs cedidos para WRs. Devin Funchess é o WR 1 do Panthers e, jogando em casa, é uma bela aposta.

Will Fuller (HOU) – Seguindo a lógica de nossa coluna, não se faz necessário qualquer dica para escalar DeAndre Hopkins. No entanto, neste confronto, existe o potencial para que Will Fuller também seja bem relevante; principalmente se o Texans tiver que correr atrás do placar.

Implosão

Sterling Shepard (NYG) – Ninguém seria louco de barrar Odell Beckham Jr, porém Shepard merece o banco no confronto contra a defesa insana do Jaguars.

Kelvin Benjamin (Bills) – Nem precisamos repetir o contexto já mencionado para a partida com o Ravens. É muito difícil esperar uma grande pontuação de Benjamin, principalmente, nesta semana.

Pierre Garçon (SF) – Me parece que Marquise Goodwin é o alvo preferido de Garoppolo e, mesmo assim, eu não estaria confortável para escalá-lo. Sendo assim, não chame o Garçon nesta rodada.

Ousadia ou desespero

Cooper Kupp (LA) – Kupp nem é uma grande ousadia, mas como ele tem sido colocado no banco em muitos times, é interessante a sugestão. Alvo de confiança de Goff, o segundo-anista tem tudo para começar muito bem a temporada.

Outras opções: Donte Moncrief x Giants (o alvo mais procurado por Bortles na pré-temporada) e Laquon Treadwell x 49ers (ousadia total, mas pareceu, finalmente, um bom WR na enganosa pré-temporada).

TEs

Explosão

Delanie Walker (TEN) – o Dolphins foi a equipe que mais cedeu pontos de Fantasy para TEs em 2016. Além disto, Walker é sempre um alvo de confiança para Marcus Mariota.

Jack Doyle (IND) – O TE, que recebeu um volume muito bom de passes em 2017, ainda terá o retorno de Andrew Luck. Uma aposta bem interessante e com bom potencial de retorno.

Implosão

David Njoku (CLE) – Sou um grande fã do jovem TE do Browns, mas, em 16 jogos da última temporada, o Steelers cedeu apenas 2 TDs para TEs. Melhor deixar Njoku descansar na semana 1.

Benjamin Watson (NO) – O veterano será uma boa aposta em alguns confrontos nesta temporada. Todavia, Watson vive de TDs, e o Bucs só cedeu 3 para TEs em 2017.

Ousadia ou desespero

Tyler Higbee (LA) – O Raiders teve muitos problemas para conter TEs na última temporada. O jovem TE ainda pode herdar alguns alvos de Redzone que foram para Sammy Watkins em 2017.

Outras opções: Tyler Eifert x Colts (enorme potencial, as lesões são um problema, mas se jogar, vale a aposta) e Vance McDonald x Browns (10 TDs cedidos a TEs em 2017, o Browns pode evoluir, mas como ousadia ou desespero…).

Defesas

Explosão

Ravens: É óbvio que tudo pode sair diferente do previsto, mas é impossível não apostar em muitos pontos do Ravens nesta semana.

Chargers: Eu amo Patrick Mahomes! Dito isto, também preciso reconhecer que seu estilo é, em alguns momentos, agressivo além da conta. A estreia na temporada contra a bela defesa do Chargers pode render pontos importantes para quem escalar a unidade da equipe de Los Angeles.

Implosão

Raiders – Eu me nego a apostar contra um ataque de Sean McVay. Ainda mais nas circunstâncias atuais da equipe de Oakland.

Texans – JJ Watt deve estar de volta e a defesa do Texans tem alguns outros bons valores, mas não dá para apostar contra Tom Brady.

Ousadia ou desespero

Lions – A ousadia se deve ao fato de não sabermos o que esperar do Jets, principalmente, agora com o ótimo Sam Darnold. Existe um potencial interessante para a escolha da defesa do Lions, mas este também é um jogo que pode ser recheado de surpresas.

Outras opções: Redskins x Cardinals (o jogo é fora, mas o que esperar do Cardinals além de David Johnson?) e Bengals x Colts (em “dias normais” eu não apostaria contra Luck, mas com todas as incertezas).

Estas foram as dicas de Fantasy da Semana 1! Sempre lembrando que aqui constam apenas sugestões baseados em estatísticas e em nossas análises. Em caso de divergência entre nossas dicas e suas opiniões pessoais, fique sempre com as suas convicções. Esta é a parte mais legal deste jogo!

Boa rodada a todos!


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe