sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Compartilhe

Já estamos na Semana 3 da NFL, mas como já é tradicional na nossa coluna, vamos a alguns dos principais destaques da rodada anterior:

  • Com os 6 TDs contra o Steelers, o QB Patrick Mahomes se tornou o único jogador da história a lançar para 10 TDs nas duas primeiras semanas de uma temporada.
  • Com os 4 passes para TD contra o Eagles, o QB Ryan Fitzpatrick se juntou a Patrick Mahomes e Drew Bledsoe como os únicos QBs da história da NFL com pelo menos 4 passes para TD em cada um dos dois primeiros jogos da temporada.
  • Com o TD de 75 jardas contra o Eagles, o WR DeSean Jackson empatou com o recorde de Jerry Rice com 23 TDs de pelo menos 60 jardas na carreira.
  • Com os 3 FGs acertados contra o Redskins, o K Adam Vinatieri (2.501) se juntou a Morten Andersen (2.544) como os únicos jogadores da história com pelo menos 2.500 pontos na carreira.
  • Com as 25 jardas terrestres contra o Jets, o RB Frank Gore (14.112) superou Curtis Martin (14.101) e se tornou o quarto jogador com mais jardas terrestres na história da liga.
  • Com as 452 jardas contra o Chiefs, o QB Ben Roethlisberger (51.852) superou John Elway (51.475) e chegou a sétima colocação dos QBs com mais jardas na história.

Leia textos exclusivos a cada semana sobre todos os times da NFL. Seja um assinante L32

A Semana 3 começou ontem com o Cleveland Browns vencendo uma partida depois de 635 dias contra o New York Jets por 21 x 17. Confira nosso guia e não perca nada.

San Francisco 49ers (1-1) @ Kansas City Chiefs (2-0) – Domingo, 23/09, 14:00 (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN Extra

Partida de dois times que tem expectativa de chegar aos playoffs. O Kansas City Chiefs está com o ataque voando e destruindo defesas. Patrick Mahomes mostrou a que veio e justificou toda a aposta que Andy Reid fez, ao mandar Alex Smith para o Redskins. Mahomes tem um braço mais forte e consegue melhorar um ataque muito explosivo e com muitas chamadas criativas. São vários ótimos jogadores, com destaque para Kareem Hunt, Tyreek Hill e Travis Kelce, os principais jogadores desse ataque. A defesa ainda precisa melhorar, toma muitos pontos e é a pior em termos de jardas tomadas com 508, um número muito elevado. Contra a corrida a defesa vai muito bem, sendo uma das seis melhores da NFL, o grande problema é contra o passe, já que é a pior da NFL também nesse quesito.

O San Francisco 49ers fez tudo que se esperava dele nesse início de temporada. Pegou o Vikings, um dos favoritos da temporada, e perdeu até conseguindo equilibrar o jogo e depois venceu o Lions em uma partida também equilibrada. O time tem um bom ataque, muito por conta do grande gênio ofensivo que é Kyle Shanahan. O RB Matt Breida lidera a NFL em jardas terrestres com 184, o que é uma grande surpresa e só reforça o quão bom é o técnico em termos ofensivos. A equipe não está entre as melhores nem em termos ofensivos nem defensivos, sendo por enquanto um time mediano na NFL.

São duas boas equipes, que parecem ter a sua melhor qualidade na parte ofensiva. Vai ser um belo duelo de dois ótimos treinadores e dois QBs jovens, que começaram bem o ano, principalmente Mahomes que faz um início de temporada espetacular. Deve ser uma partida com muitos pontos, o que já é característico do Chiefs. O 49ers precisa muito pressionar Mahomes. Se o deixar confortável, a chance do QB ter outra partida extraordinária é bem grande. O 49ers lidera na história com 7 vitórias e 5 derrotas, porém o Chiefs venceu 2 dos últimos 3 jogos.

Principais Jogadores:

Kansas City Chiefs:

QB Patrick Mahomes completou 23 de 28 passes para 326 jardas com 6 TDs e nenhuma interceptação na semana passada. RB Kareem Hunt correu para 75 jardas na semana 2. TE Travis Kelce teve 7 recepções para 109 jardas e 2 TDs na última semana. LB Anthony Hitchens teve 12+ tackles em cada um dos dois primeiros jogos da temporada. LB Justin Houston teve sack no último encontro entre as equipes.

San Francisco 49ers:

QB Jimmy Garopoolo passou para 206 jardas com 2 TDs e nenhuma interceptação na semana anterior. RB Matt Breida lidera a NFL com 184 jardas terrestres em 2018. WR Pierre Garçon teve 5 recepções para 125 jardas e 2 TDs no partida contra o Chiefs na carreira. DL DeForest Buckner está em segundo na NFL com 3.5 sacks em 2018. LB Elijah Lee liderou a equipe com 12 tackles e teve sack e fumble forçado na semana passada.

Los Angeles Chargers (1-1) @ Los Angeles Rams (2-0) – Domingo, 23/09, 17:05 (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN

Um duelo que poderia ser muito bem o jogo da semana. O Los Angeles Rams é uma das equipes mais fortes da NFL e uma das mais legais de se assistir. Sean McVay, outro técnico gênio do ataque, dá show nas chamadas, mostrando várias jogadas bem criativas, tornando o ataque do time um dos mais explosivos da liga, se não o mais explosivo. A equipe é a sétima em termos de jardas por partida com 398.5, além de ter o quinto melhor ataque com 33,5 pontos por jogo. A defesa tem vários talentos e isso se mostra muito fortemente nas estatísticas. O Rams tem a melhor defesa em pontos tomados por jogo com apenas 6,5.

O Los Angeles Chargers é uma equipe bem interessante, sendo uma das candidatas aos playoffs em uma difícil divisão com Chiefs, Broncos e Raiders. Tem um dos três melhores trios de ataque da NFL com o experiente Philip Rivers, o RB Melvin Gordon e o WR Keenan Allen. É o terceiro time com mais jardas por partida com 445, sendo a oitava com mais pontos por jogo com 29,5. A defesa conta com o desfalque do DE Joey Bosa, um dos melhores jogadores de linha da liga, um jogador que faz muito falta em uma defesa que tem tudo para estar entre as 10 melhores da NFL.

Esse é o “duelo de Los Angeles”, duas equipes que devem fazer barulho nessa temporada. O Chargers terá que vir com uma grande estratégia para poder ter alguma chance no jogo parando o grande ataque do Rams. Qualquer time que quer ter chance contra o Rams precisa pressionar demais Jared Goff, por ele ainda não ser um QB tão seguro. São tantas armas que não dá para a outra equipe anular esse ataque, apenas tentar segurar um pouco a pontuação. O Rams também precisa tomar cuidado com o ataque do Chargers, que em um dia bom de Rivers se torna perigoso demais, além de ter Melvin Gordon voando na temporada. Na história o Rams lidera o confronto com 6 vitórias e 5 derrotas, porém o Chargers venceu 2 dos últimos 3 duelos.

Principais jogadores:

Los Angeles Rams:

QB Jared Goff está com 6 vitórias e apenas 1 derrota com 1.781 jardas, 15 TDs e 4 interceptações nos últimos 7 jogos que ele começou. RB Todd Gurley teve 73 jardas de scrimmage e 3 TDs terrestres na semana passada. WR Brandin Cooks teve 7 recepções para 159 jardas na semana 2. DT Aaron Donald teve sack no último encontro entre as equipes. DT Michael Brockers teve sack no último duelo entre os times.

Los Angeles Chargers:

QB Philip Rivers completou 23 de 27 passes para 256 jardas com 3 TDs e nenhuma interceptação no último jogo. RB Melvin Gordon teve 3 TDs na semana 2. WR Keenan Allen teve 6 recepções para 104 jardas e TD no último encontro entre as equipes. DE Melvin Ingram teve 1.5 sack na última rodada. S Derwin James teve sack na última semana.

New Orleans Saints (1-1) @ Atlanta Falcons (1-1) – Domingo, 23/09, 14:00 (Horário de Brasília) – Sem transmissão

Confronto de divisão em uma das divisões mais disputadas e com times mais fortes na liga. O Atlanta Falcons não tem mais aquele ataque de duas temporadas atrás com o até então coordenador ofensivo Kyle Shanahan, mas ainda tem ótimos jogadores. Matt Ryan é um ótimo QB, Tevin Coleman mostrou no último jogo que pode ser o RB principal da equipe e Julio Jones dispensa comentários. A defesa, que é boa e jovem, está bem combalida, com alguns desfalques importantes, principalmente Deion Jones, que não se sabe quando volta a jogar. A campanha é de 1 vitória e 1 derrota, mas com um pouco mais de competência, podia ter vencido o Eagles na primeira semana.

O New Orleans Saints vem surpreendendo na temporada, como vem jogando mal. Perdeu para o Bucs em um tiroteio gigante e depois quase foi derrotado pelo Browns, conseguindo a vitória na bacia das almas. O trio Drew Brees, Alvin Kamara e Michael Thomas continuam jogando muito e conseguiram grandes números nas duas primeiras semanas. O que preocupa é a defesa, tomando pontos demais, incluindo 48 contra o Bucs de Ryan Fitzpatrick. Como na temporada passada, a equipe começou mal, tomando pontos demais e depois conseguiu melhorar. Nesse ano pode acontecer a mesma coisa, já que tem ótimos talentos nessa defesa.

Duelos entre Atlanta e New Orleans são garantias de grandes jogos. São muito bons jogadores e que disputam o título da divisão que tem Tampa Bay como líder até a semana 2. Com grandes desfalques na defesa, o Falcons terá grande dificuldade para conseguiu parar um excelente ataque como tem o Saints, comandado por Brees. Veremos se nessa semana 3 o Saints consegue ajustar os problemas da sua defesa, tomando algumas big plays que não deveriam acontecer pelo nível dos jogadores. O Falcons lidera o confronto histórico com 51 vitórias e 46 derrotas, tendo vencido 3 dos últimos 4 duelos.

Principais Jogadores:

Atlanta Falcons:

QB Matt Ryan completou 23 de 28 passes para 272 jardas com 2 TDs e 1 interceptação na semana passada. RB Tevin Coleman teve 125 jardas de scrimmage na semana 2. WR Julio Jones teve 19 recepções para 343 jardas e TD nos últimos 3 encontros entre as equipes. DE Takkarist McKinley tenta o terceiro jogo seguido com sack. CB Ricardo Allen teve interceptação na última rodada.

New Orleans Saints:

QB Drew Brees teve 682 jardas com 5 TDs e nenhuma interceptação nos últimos 2 jogos. RB Alvin Kamara teve 588 jardas de scrimmage e 4 TDs nas últimas 5 partidas fora de casa. WR Michael Thomas teve 12 recepções para 89 jardas e 2 TDs na semana passada. DE Cameron Jordan teve 2 sacks na semana 2. CB Marshon Lattimore tenta a terceira partida seguida contra o Falcons com interceptação.

Dallas Cowboys (1-1) @ Seattle Seahawks (0-2) – Domingo, 23/09, 17:25 (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN Extra

Dois times que sempre começam a temporada com grande expectativa, mas não estão entregando tanto assim. O Seattle Seahawks é o que está em pior situação. Russell Wilson continua tendo que fazer tudo no ataque da equipe. O jogo terrestre inexiste, a proteção ao QB continua horrível. Então o que mais vemos em jogos do Seattle é Wilson correndo feito um louco tentando fugir dos pass rusher dos adversários, correndo pela vida. A grande defesa que conhecemos nas grandes campanhas do Seahawks não está mais lá e o time não tem mais como usar da estratégia que fazia há uns 4 anos atrás.

O Dallas Cowboys conseguiu vencer um time que não tinha linha ofensiva e agora vai enfrentar outro. Depois de bater muito em Eli Manning, o Cowboys agora vai enfrentar Wilson e a linha ofensiva fraquíssima do Seahawks, com a diferença que o QB de Seattle é muito mais móvel. Dallas precisa muito que seu jogo corrido funcione. Quando Elliott corre bem, as coisas facilitam demais para Dak Prescott, pois o QB pode usar e abusar do play action e a zone read, duas jogadas que facilitam demais para Dak. A defesa vem muito bem, sendo a terceira que menos tomou pontos na liga com apenas 14,5 por jogo.

É um duelo com dois times que tem QBs um pouco parecidos, por serem muito móveis, mas com clara vantagem para Wilson, por tudo que ele já fez na liga. Vamos ver se Demarcus Lawrence conseguirá chegar em Wilson como chegou em Manning, até porque as duas linhas ofensivas se equivalem no quesito ruindade. O QB de Seattle terá que jogar demais, o que geralmente acontece quando a equipe joga em casa. O Cowboys lidera o confronto histórico com 10 vitórias e 7 derrotas, porém Seattle venceu os 2 últimos jogos.

Principais jogadores:

Seattle Seahawks:

QB Russell Wilson tem 2.669 jardas, 24 TDs e 7 interceptações nos últimos 10 jogos em casa. RB Chris Carson teve 166 jardas de scrimmage em dois jogos em casa na carreira. WR Doug Baldwin teve TD no último jogo entre os times. LB Bobby Wagner tem 39 tackles, 2 sacks, 7 tackles para perdas de jardas e safety nas últimas 3 partidas em casa contra a NFC Leste. CB Shaquill Griffin teve 2 interceptações na semana 2.

Dallas Cowboys:

QB Dak Prescott está com 3 vitórias e nenhuma derrota com 662 jardas, 7 TDs e nenhuma interceptação e 2 TDs terrestres em 3 partidas fora de casa contra a NFC Oeste. RB Ezekiel Elliott teve 118 jardas de scrimmage no último encontro entre as equipes. WR Tavon Austin liderou a equipe com 79 jardas e TD na semana 2. DE Demarcus Lawrence tenta o terceiro jogo seguido com sack. LB Sean Lee teve 13 tackles no último duelo entre os times.

Buffalo Bills (0-2) @ Minnesota Vikings (1-0-1) – Domingo, 23/09, 14:00 (Horário de Brasília) – Sem transmissão

Jogo que tem um favorito muito claro. O Minnesota Vikings tem um dos melhores elencos da liga, com vários jogadores de muito talento. A equipe já conseguiu chegar na final da NFC na temporada passada e para conseguir ir mais longe foi atrás do seu QB de franquia, Kirk Cousins. São ótimos RBs, excelentes WRs e uma das melhores linhas ofensivas da NFL, além de Cousins que é um ótimo QB, como vem demonstrando nessas duas primeiras semanas. A defesa dispensa comentários, com muitos jogadores agressivos e de muito talento, conseguindo pressionar bem o QB adversário, além de fazer boas coberturas com sua boa secundária.

É a terceira semana da NFL e a terceira semana que o Bills está nessa situação na nossa coluna. O Buffalo Bills tem um dos piores elencos da liga, com muitos buracos, só tendo Josh Allen como um alento para o futuro. O bom de ter uma equipe tão ruim é que o seu jovem QB pode se desenvolver sem a pressão de precisar lutar por playoffs. LeSean McCoy não está conseguindo jogar bem, não carregando o ataque como era de se imaginar. A defesa não está jogando nada, sendo a pior em pontos tomados com 39 por partida.

Esse é o jogo que está como não veja nessa semana por estar bem claro quem irá vencer. Depois das duas primeiras semanas, podemos constatar que o Bills é o pior time da liga e deve ter muita dificuldade para vencer alguém nesse ano. Imagina pegar o Vikings, que é um dos favoritos para chegar ao Super Bowl jogando fora de casa. A chance de vencer é mínima. O Vikings lidera na história com 8 vitórias e 5 derrotas, porém o Bills venceu 3 dos últimos 4 duelos.

Principais jogadores:

Minnesota Vikings:

QB Kirk Cousins passou para 425 jardas com 4 TDs e 1 interceptação na última semana. RB Dalvin Cook teve TD terrestre em 2 dos últimos 3 jogos em casa. WR Stefon Diggs teve 9 recepções para 128 jardas e 2 TDs na semana passada. DE Everson Griffen teve 8 tackles, 3 sacks e fumble forçado no último encontro entre os times. LB Anthony Barr teve 10 tackles e 2 fumbles recuperados no último encontro entre as equipes.

Buffalo Bills:

QB Josh Allen passou para 245 jardas com TD no seu primeiro jogo como titular na semana passada. RB LeSean McCoy teve 106 jardas de scrimmage na última partida contra o Vikings. WR Kelvin Benjamin teve TD na semana 2. LB Lorenzo Alexander teve 7 tackles e sack na semana passada. DE Jerry Hughes teve sack na última rodada.

  • Com 400 jardas e 4 TDs contra o Steelers, o QB Ryan Fitzpatrick pode se tornar o primeiro QB da história com essas marcas em três jogos consecutivos.
  • Com 3 TDs contra o 49ers, o QB Patrick Mahomes vai superar Peyton Manning (12 em 2013) para o QB com mais passes para TD nos três primeiros jogos de uma temporada.
  • Com 14 passes completos contra o Falcons, o QB Drew Brees (6.287) vai superar Brett Favre (6.300) para o QB com mais passes completos na história da NFL.
  • Com 424 jardas contra o Eagles, o QB Andrew Luck (72 jogos) se juntará a Dan Marino (74 jogos) e Matthew Stafford (71 jogos) como os únicos QBs da história da liga a passar para 20.000 jardas em 75 jogos ou menos.
  • Com 100 jardas e 1 TD contra o Steelers, o WR DeSean Jackson pode se tornar o quinto jogador da história a conseguir essas marcas em cada um dos três primeiros jogos de uma temporada.
  • Com 2 TDs contra o Panthers, o WR A.J. Green pode se tornar o quarto jogador na era do Super Bowl a ter 6 TDs recebidos nos três primeiros jogos da temporada.
  • Com 7 recepções contra o Falcons, o WR Michael Thomas vai superar Julio Jones (34 em 2015) para o maior número de recepções de um jogador nos três primeiros jogos de uma temporada.

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

 

 

Compartilhe

Leave A Reply