terça-feira, 11 de setembro de 2018

Compartilhe

Quando San Francisco 49ers e Minnesota Vikings se enfrentaram neste domingo, a impressão era que, pelo menos para a torcida do time californiano, este era um jogo entre o que é contra o que poderia ter sido. Afinal, não é segredo que Kyle Shanahan, quando este chegou no Niners, planejava contratar Kirk Cousins, até que uma ligação de Bill Belichick no Halloween de 2017 mudou os rumos da franquia, que passou a contar com Jimmy Garoppolo under center. E mudou possivelmente também as coisas para o Vikings, que viu em Cousins a chance de evoluir a posição que contou com Case Keenum em 2017. E no encontro entre Shanahan, Garoppolo e Cousins, venceu quem foi mais consistente ao longo da partida.

Leia textos exclusivos a cada semana sobre todos os times da NFL. Seja um assinante L32

A bem da verdade, sequer parecia que Cousins e John De Filippo, novo coordenador ofensivo do Vikings, eram recém chegados em Minnesota. Ele executou o novo sistema com muita precisão, como se já estivesse lá faz um bom tempo. No começo do jogo, o running back Dalvin Cook (recuperado de lesão e aparentemente em excelente forma) foi bastante acionado no jogo aéreo, o que abriu a defesa do Niners e permitiu a Cousins ditar o ritmo do ataque, acionando Adam Thielen e Stefon Diggs, e assim o Vikings ficou na frente do placar o jogo inteiro. Laquon Treadwell, outro wide receiver do time, teve suas chances e até conseguiu uma boa recepção, mas também sofreu com drops, e isso é algo que ele terá que melhorar muito para continuar no time no médio prazo. Já quanto a Kyle Rudolph, embora ele tenha anotado um touchdown, esta foi sua única recepção no jogo, e DeFilippo terá que encontrar uma maneira de aumentar o volume de jogo do seu tight end, ou uma hora Thielen e Diggs ficarão sobrecarregados.

Leia mais: Somos testemunhas de uma lenda chamada Aaron Rodgers

Leia Também: Revista Guia da NFL 2018

No segundo tempo, especialmente após abrir uma vantagem maior, o time reduziu o ritmo, o que é natural. Contudo, Cousins acabou fechando o jogo com uma sequência de oito passes incompletos, o que ajudou a dar ao 49ers a possibilidade de empatar a partida no final. Ainda assim, sua atuação pode ser considerada excelente. Há ajustes para serem feitos, mas este é apenas o primeiro jogo do ano. O torcedor do Vikings tem muitos motivos para ficar otimista com seu ataque para o restante da temporada.

Já quanto ao Niners, temos um copo com água até a metade, e você pode escolher como enxergá-lo. Talvez a derrota já fosse esperada por boa parte da torcida, até mesmo pela força do adversário. A forma como ela veio, no entanto, deixou sentimentos mistos. Porque mesmo ficando atrás no placar o tempo todo, e com uma boa atuação do ataque adversário, a verdade é que o time nunca foi dominado, e o empate/virada sempre pareceu ao alcance. Isso porque, mesmo com os vários desfalques, o 49ers teve um bom volume de jogo e criou várias oportunidades. Mas praticamente todas elas foram desperdiçadas, e isso custou a partida. E boa parte disso passa por Jimmy Garoppolo.

O novo astro de San Francisco não justificou a alta expectativa depositada sobre ele e fez um jogo abaixo da média. Ainda que o 49ers teve também problemas com drops e lesões na linha ofensiva durante o jogo, a responsabilidade do quarterback invariavelmente acaba sendo maior. Garoppolo segurou demais a bola em alguns lances, fez leituras erradas, decaiu muito seu nível quando sob pressão (quesito no qual ele brilhou em 2017) e em alguns momentos simplesmente lançou passes muito ruins. Claro que houve também lances excelentes – como o brilhante touchdown lançado para Dante Pettis – mas o saldo final foi negativo. Ainda não há razão para pânico, e lembremos novamente do quão forte é a defesa de Minnesota, mas o 49ers não pode cometer tantos erros caso queira mesmo brigar por playoffs.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

 

Compartilhe

Leave A Reply