sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Compartilhe

O New England Patriots tem sofrido com a falta de wide receivers nesse começo de temporada: o principal nome da posição na primeira semana foi Phillip Dorsett, outrora rejeitado, enquanto alguns outros jogadores também longe das qualidades ideais participaram do jogo sem muita colaboração. Visando a melhoria das condições em um setor tão importante do campo, a franquia anunciou recentemente a contratação de Corey Coleman.

Leia textos exclusivos a cada semana sobre todos os times da NFL. Seja um assinante L32

No draft de 2016, Coleman era visto como um dos principais prospectos para a posição. Acabou selecionado com a décima quinta escolha, pelo Cleveland Browns. Foram duas temporadas com a equipe de Ohio, com sérios problemas para brilhar em campo e muitas contusões. Somou apenas 718 jardas e cinco touchdowns no período e, na última off-season, acabou trocado para o Buffalo Bills por uma irrisória escolha de sétima rodada.

LEIA MAIS: A terrível primeira semana de alguns dos quarterbacks mais bem pagos da NFL

LEIA TAMBÉM: Somos testemunhas de uma lenda chamada Aaron Rodgers

Nada é tão ruim que não possa piorar: Coleman não conseguiu ficar no elenco final de 53 jogadores de Buffalo – e esse é provavelmente o pior time da NFL em 2018. Passou a procurar emprego para ter uma nova oportunidade. A sorte sorriu para o wide receiver, que ganhou a chande de receber passes de Tom Brady em um lugar que muitas carreiras já foram revividas.

Se até agora tudo foi dor para o jovem Corey Coleman, ele terá a real possibilidade de mudar seu destino e provar que pertence à NFL. Há nele características de um bom recebedor profissional, tanto é que foi a décima quinta escolha de um draft, mas se elas não se aflorarem com Tom Brady e Bill Belichick, não acontecerá em nenhuma circunstância. Para a franquia, por outro lado, é uma aposta com custo muito baixo, que não trará nada de prejudicial se falhar e pode trazer eventualmente render belos frutos.

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe