sábado, 8 de outubro de 2016

Compartilhe

Principais Resultados e observações da Semana 5

Quinta (29/09)

  • #6 Houston 42 x 14 UConn

Sexta (30/09)

#10 Washington 44 x 6 #7 Stanford

  • A superioridade do Huskies foi tão grande quanto o placar final sugere. Stanford foi completamente dominada desde o início da partida, inclusiva nas trincheiras, o que não é comum. O QB Jake Browning (Washington) fez um ótimo jogo acertando 15 de 21 passes para 210 jardas e 3 TDs. Na defesa, o Huskies conseguiram 8 sacks e limitaram RB Christian McCaffrey (Stanford) a apenas 49 jardas em 12 tentativas de corrida. Com a vitória, Washington se isolou na liderança da Pac-12 North e tem a chance de abrir ainda mais a distância para os rivais nessa semana contra Oregon, que perdeu os dois jogos de conferência até aqui.

Sábado (01/10)

#5 Clemson 42 x 36 #3 Louisville

  • Antes anunciado como possível jogo do ano, Clemson e Louisville não decepcionaram. Ambas as equipes jogaram bem e mostraram porque estão no topo do College Football. O início do jogo foi marcado pelo domínio de Clemson. DC Brent Venables fez um ótimo trabalho contendo Lamar Jackson e o Cardinals, mas o ataque do Tigers também não conseguia produzir. Os primeiros pontos do jogo só saíram no segundo quarto, com a corrida de uma jarda do RB Jeremy Smith (LOU), mas a partir daí, Clemson marcou 4 TDs e foi pro intervalo vencendo por 28×10. Louisville conseguiu responder na segunda metade do jogo, virando o placar para 36×28 restando 7:52 para o fim. O Tigers revidou marcando dois TDs em dois drives, sendo o primeiro impulsionado por um retorno do WR Artavis Scott de 77 jardas, colocando o time em ótima posição de campo, e o segundo com um drive de 85 jardas que terminou com um passe de 31 jardas do Deshaun Watson para o TE Jordan Leggett. Louisville ainda tinha 3:14 para virar o jogo e conseguiu chegar até a linha de 14 jardas de ataque. Numa tentativa de conversão de 4th & 12, Lamar Jackson passou para o WR James Quick, que acabou saindo de campo antes da marca da primeira descida, terminando o drive sem pontos e dando a vitória para o Tigers. Com o triunfo, Clemson se isolou na liderança da Atlantic Division na ACC, ultrapassando o rival.

#4 Michigan 14 x 7 #8 Wisconsin

  • Como esperado, o jogo foi marcado pelo desempenho defensivo das duas equipes. Os dois setores jogaram muito bem contra os ataque adversários, como o próprio placar mostra. Contudo, o Wolverines ainda foi superior nos dois lados da bola. A defesa forçou 3 INTs (duas no último quarto) e deixou o QB calouro Alex Hornibrook inconfortável o jogo inteiro. Enquanto o ataque conseguiu marcar o TD da vitória de 46 jardas após ótimo passe do QB Wilton Speight para o WR Amara Darboh. Restando 7:56 para o fim do jogo, o Badgers ainda tentou reagir mas viu 3 campanhas terminarem em 1 punt e 2 interceptações, sendo o último turnover um lance fantástico do CB Jourdan Lewis para sacramentar a vitória do Wolverines.

#25 Georgia 31 x 34 #11 Tennessee

  • Quando Georgia virou o jogo restando 10 segundos para o fim após um fantástico passe do QB Jacon Eason, muitos (inclusive eu) acreditaram que o jogo já estava definido. Contudo, o Vols conseguiu marcar um TD com o cronômetro zerado após um Hail Mary do QB Joshua Dobbs recebido pelo WR Jauan Jennings no meio de vários defensores. A jogada foi o primeiro game-winning TD com zero segundos na SEC desde o icônico “kick-six” de Auburn contra Alabama em 2013. Com a vitória, Tennessee assumiu a liderança da SEC East.

 

  • #1 Alabama 34 x 6 Kentucky
  • #2 Ohio State 58 x 0 Rutgers
  • South Carolina 13 x 24 #9 Texas A&M
  • #12 Florida State 35 x 37 North Carolina
  • Iowa State 42 x 45 #13 Baylor
  • Georgia Tech 21 x 35 #14 Miami
  • #15 Nebraska 31 x 16 Illinois
  • #16 Ole Miss 48 x 28 Memphis
  • Indiana 24 x 21 #17 Michigan State
  • California 28 x 23 #18 Utah
  • South Alabama 42 x 24 #19 San Diego State
  • #20 Arkansas 52 x 10 Alcorn State
  • #21 TCU 46 x 51 Oklahoma
  • Oklahoma St 49 x 31 #22 Texas
  • Vanderbilt 6 x 13 #23 Florida
  • Notre Dame 50 x 33 Syracuse
  • Iowa 31 x 38 Northwestern
  • Penn State 29 x 26 Minnesota
  • West Virginia 17 x 16 Kansas State
  • USC 41 x 20 Arizona State

De Olho no Draft

LB Jarrad Davis (Florida)

Resultado de imagem para jarrad davis

Um dos bons LBs da próxima classe, o senior Jarrad Davis fez um jogo fantástico contra Vanderbilt nesse último final de semana. Foram 15 tackles, sendo 9 individuais, duas pressões ao quarterback, 1 hit e 3 passes defendidos, inclusive um que acabou sendo interceptado pela defesa. Davis é um defensor muito inteligente, capaz de reconhecer as jogadas com velocidade, além de possuir uma boa velocidade. Também é bastante útil em blitzes e sólido na cobertura por zona. O linebacker é um forte nome para sair na primeira rodada do draft.

WR Ryan Switzer (UNC)

Resultado de imagem para ryan switzer

Eleito o WR da semana da ACC, Switzer é um dos grandes responsáveis pela boa temporada de North Carolina, sendo crucial na vitória contra Florida State na última semana. Foram 14 recepções e 158 jardas contra o Seminoles, acumulando 30 recepções e 364 jardas nas últimas duas rodadas. Com 1,78m, Switzer possui um conjuno de habilidades muito similares ao ex-WR da NFL, Wes Welker. É bastante ágil e melhorou muito suas rotas nos últimos anos. Contudo, seu tamanho não é o ideal e o jogador não demonstrou muita habilidade em quebrar tackles. Switzer parece ser uma aposta interessante para o terceiro dia do Draft.

CB Jourdan Lewis (Michigan)

Resultado de imagem para jourdan lewis

A interceptação na última semana rendeu a Lewis uma atenção que já merecia há muito tempo. O jogador é um dos melhores cornerbacks em cobertura de todo o país e novamente mostrou isso contra Wisconsin no último final de semana. o cornerback terminou a partida com 4 tackles individuais e as duas bolas lançadas em direção ao jogador marcado por ele terminaram em um passe desviado e uma interceptação absurda. Lewis possui um dos melhores reflexos para posição em todos país, o que o torna capaz de localizar a bola vindo em sua direção com frequência e diagnosticar a rota do recebedor adversário. O que o impede de ser uma escolha alta de primeira rodada é o seu tamanho, um pouco abaixo do ideal para alguns times. Contudo, seu porte físico não o atrapalha contra o jogo corrido, área onde o jogador sempre procura contribuir.

Melhores Jogos da Rodada (Semana 6)

Sábado (08/10)

Oklahoma#20 Oklahoma Sooners (2-2) x Texas Longhorns (2-2) – 13:00

O sábado de College Football começará logo com uma das maiores rivalidades universitárias. Isso porque Sooners e Longhorns se enfrentam no Cotton Bowl, em Dallas, para mais uma edição do Red River Showdown, como é conhecida a partida entre as equipes. Apesar das diferenças, o desempenho das duas equipes até aqui tem sido bastante similar. Ambos os times chegam para o confronto com duas vitórias e duas derrotas, mas Oklahoma tem uma vitória na conferência enquanto o Longhorns tem uma derrota.

Texas e Oklahoma possuem dois ataques muito eficientes, mas defesas cheias de buracos, o que me faz acreditar que essa partida terá muitas pontuações. O Longhorns teve um ótimo início de temporada vencendo Notre Dame e UTEP, mas o setor defensivo foi totalmente exposto nas duas últimas rodadas contra California e Oklahoma State. A ineficiência do time em fazer tackles e defender contra o ataque aéreo custou caro. Foram 788 jardas e 7 TDs em apenas dois jogos.  Contra o Sooners, Texas enfrentará um bom quarterback (Baker Mayfield) e um ótimo backfield (Samaje Perine e Joe Mixon). Além disso, o WR Dede Westbrook vem da melhor partida da carreira e pode novamente ter um ótimo desempenho.

Contudo, a tarde deve ser bastante produtiva para o Longhorns também. A defesa do Sooners vem cedendo quase 430 jardas e 35,3 pontos por jogo. O revezamento de Texas na posição de quarterback, com o calouro Shane Buechele e Tyrone Swoopes, vem dando muito certo até aqui, mas precisará ser ainda mais produtiva hoje. Isso porque o Longhorns não contará com um de seus principais RBs, Chris Warren. Dessa forma,  D’Onte Foreman e o calouro Kyle Porter é quem serão os responsáveis pelas carregadas do time no confronto.

  • #16 QB Shane Buechele (TX)
  • #18 QB Tyrone Swoopes (TX)
  • #21 RB Kyle Porter (TX)
  • #1 WR John Burt (TX)
  • #93 DT Paul Boyette (TX)
  • #46 LB Malik Jefferson (TX)
  • #6 QB Baker Mayfield (OK)
  • #32 RB Samaje Perine (OK)
  • #25 RB Joe Mixon (OK)
  • #11 WR Dede Westbrook (OK)
  • #97 DE Charles Walker (OK)
  • #7 CB Jordan Thomas (OK)

Texas A&M#8 Texas A&M Aggies (5-0) x #9 Tennessee Volunteers (5-0) – 16:30

Apesar de nem chegarmos à metade da temporada, o mês de Outubro pode definir os rumos da SEC. Isso porque os três times ainda invictos (Aggies, Vols e Crimson Tide) se enfretam nas próximas três rodadas, começando com Tennessee e Texas A&M. O último final de semana foi frenético para o Volunteers, mas o sinal de alerta ainda precisa estar ligado. Apesar das 5 vitórias, ainda não inspiram tanta confiança. A equipe vem jogando muito mal no início dos jogos e em quatro das cinco partidas chegou a perder por duas ou mais posse de bolas. A capacidade do time em promover viradas contra Appalachian State, Virginia Tech, Florida e Georgia se deve ao talento do elenco e obviamente a uma pitada de sorte. Contra o Aggies, a história pode ser totalmente diferente.

Texas A&M vem de três vitórias seguidas dentro da SEC (Auburn, Arkansas e South Carolina), incluindo um sólido jogo contra o Gamecocks na última semana. O ataque balanceado da equipe vem sendo um dos pilares para a ótima campanha. QB Trevor Knight vem em ótima temporada, auxiliado por um grupo de recebedores muito bom e pelo RB calouro Trayveon Williams. Contudo, o signal-caller não poderá contar com dois de seus principais wide receivers para esse confronto, Speedy Noil e Ricky Seals-Jones. Por outro lado, o Vols também não contará com seus dois principais linebackers, Jalen Reeves-Maybin e Darrin Kirkland Jr., o que pode tornar o jogo corrido o principal caminho para a vitória do Aggies.

Ofensivamente, Tennessee terá outro desfalque importante, pois o RB Jalen Hurd também não participará do confronto. Isso fará com que Alvin Kamara, outro bom running back, assuma a responsabilidade na maioria das carregadas do time. Outra notícia ruim para o Vols é a presença do DE Myles Garrett na partida. Apesar de não estar 100% saudável, ainda deve ser efetivo pressionando Joshua Dobbs. Vale lembrar que não é apenas Garrett que merece atenção da linha ofensiva, isso porque o outro DE do Aggies, Daeshon Hall, vem de uma ótima sequência, acumulando 3.0 sacks nos dois últimos jogos.

  • #8 QB Trevor Knight (TAMU)
  • #7 RB Keith Ford (TAMU)
  • #5 RB Trayveon Williams (TAMU)
  • #11 WR Josh Reynolds (TAMU)
  • #3 WR Christian Kirk (TAMU)
  • #65 LT Avery Gennesy (TAMU)
  • #15 DE Myles Garrett (TAMU)
  • #10 DE Daeshon Hall (TAMU)
  • #14 S Justin Evans (TAMU)
  • #23 S Armani Watts (TAMU)
  • #11 QB Joshua Dobbs (TEN)
  • #6 RB Alvin Kamara (TEN)
  • #3 WR Josh Malone (TEN)
  • #15 WR Jauan Jennings (TEN)
  • #9 DE Derek Barnett (TEN)
  • #50 DE Corey Vereen (TEN)

Arkansas#16 Arkansas Razorbacks (4-1) x #1 Alabama Crimson Tide (5-0) –  20:00 (WatchESPN)

A grande dúvida até agora na temporada é se alguém conseguirá derrubar Alabama. A equipe comandada por Nick Saban segue firme e forte no topo do College Football desde o início da temporada e nesse final de semana tem mais uma oportunidade de mostrar sua força contra um rival da SEC fora de casa. A partida contra o Razorbacks é o começo de uma difícil sequência de quatro jogos que ainda passará por Tennessee, Texas A&M e LSU.

Apesar de obviamente não ser a equipe favorita, Arkansas não pode ser subestimada nesse confronto por causa de dois motivos: utilizar a spread offense e possuir uma linha ofensiva muito boa. Os ataques que compartilham do mesmo esquema ofensivo vem sendo o calcanhar de Aquiles da ótima defesa de Nick Saban nos últimos anos, alcançando uma produtividade não muito comum de se ver contra o setor, vide Ole Miss e Clemson na última final do College Football Playoffs. A presença da linha ofensiva ainda equilibra mais um pouco o confronto, pois Alabama tem como uma das principais características a dominância na linha de scrimmage. Será importante, apesar de não ser fácil, que o jogo corrido seja efetivo, para evitar que toda a responsabilidade caia nos ombros do QB Austin Allen.

Ofensivamente, Alabama também vem fazendo um trabalho muito bom. O calouro QB Jalen Hurts vem sendo eficiente, apesar de não ser brilhante. O ataque recheado de talento obviamente ajuda bastante. O time ainda contará com a volta do WR ArDarius Stewart para o confronto. Resta a Deatrich Wise Jr. e companhia pressionar o calouro, mas sem perder a atenção no jogo corrido de Crimson Tide, que é mais do que capaz de definir a partida para Alabama.

  • #8 QB Austin Allen (AR)
  • #22 RB Rawleigh Williams III (AR)
  • #83 TE Jeremy Sprinkle (AR)
  • #70 LT Dan Skipper (AR)
  • #48 DE Deatrich Wise Jr. (AR)
  • #2 QB  Jalen Hurts (ALA)
  • #34 RB Damien Harris (ALA)
  • #3 WR Calvin Ridley (ALA)
  • #13 WR ArDarius Stewart (ALA)
  • #88 TE O.J. Howard (ALA)
  • #74 OT Cam Robinson (ALA)
  • #93 DE Jonathan Allen (ALA)
  • #56 OLB Tim Williams (ALA)
  • #22 OLB Ryan Anderson (ALA)
  • #10 ILB Reuben Foster (ALA)
  • #29 CB Minkah Fiztpatrick (ALA)
  • #26 CB Marlon Humphrey (ALA)
  • #4 SS Eddie Jackson (ALA)

Miami (FL)#10 Miami Hurricanes (4-0) x #23 Florida State Seminoles (3-2) – 21:00 (WatchESPN)

O Hurricanes surpreendeu positivamente muita gente nesse início de temporada. Claro que Florida A&M, Florida Atlantic e Appalachian State estão muito longe de ser grandes times, mas Miami fez o que um time superior faria: dominou. A vitória convincente contra Georgia Tech por 35×21 também aumentou bastante a confiança da equipe que agora enfrenta um dos seus principais rivais. Se por parte do Canes o momento é positivo, a situação do Seminoles é bastante diferente. A derrota para North Carolina no último final de semana fez o time despencar na Atlantic Division da ACC, acumulando duas derrotas em dois jogos de conferência. Mais uma derrota contra um oponente em ascensão pode deixar o estado da equipe ainda mais delicado.

Tirando o jogo contra Louisville, o ataque de FSU vem sendo muito produtivo. O maior problema é realmente o setor defensivo. Como se não bastasse estar jogando mal, a defesa ainda está lotada de desfalques, dentre eles o principal jogador defensivo, S Derwin James. O Seminoles vem cedendo quase 7 jardas por snap, um número muito alto, principalmente se levar em consideração os números defensivos do time nos últimos anos. Hoje, novamente enfrentarão um ataque talentoso, liderado pelo QB Brad Kaaya. O jogo corrido do Canes também vem sendo bastante eficiente graças às fantásticas atuações do RB Mark Walton, que já marcou 8 TDs na temporada.

Ofensivamente é onde FSU pode equilibrar o confronto. Após um começo um pouco devagar, Dalvin Cook foi imparável nas últimas duas rodadas, acumulando 407 jardas e 5 TDs no mesmo período. O QB calouro Deondre Francois também torna o ataque do time perigoso pelo ar, ainda mais contando com alvos como o ótimo Travis Rudolph. Por outro lado, sob a tutela do novo coordenador defensivo Manny Diaz, a defesa de Miami vem sendo uma máquina de big plays até aqui. O setor já acumula 16 sacks e 48 tackles para perda de jardas, além crescer bastante em terceiras descidas.

  • #15 QB Brad Kaaya (MIA)
  • #1 RB Mark Walton (MIA)
  • #3 WR Stacy Coley (MIA)
  • #63 OG Danny Isidora (MIA)
  • #55 LB Shaquille Quarterman (MIA)
  • #56 LB Michael Pinckney (MIA)
  • #26 S Rayshawn Jenkins (MIA)
  • #12 QB Deondre Francois (FSU)
  • #4 RB Dalvin Cook (FSU)
  • #15 WR Travis Rudolph (FSU)
  • #77 OT Roderick Johnson (FSU)
  • #44 DE DeMarcus Walker (FSU)
  • #91 DT Derrick Nnadi (FSU)
  • #15 CB Tarvarus McFadden (FSU)
  • #27 CB Marquez White (FSU)

Outros Jogos Importantes

Sábado (08/10)

  • Minnesota x Iowa – 13:00 (WatchESPN)
  • North Carolina State x Notre Dame -13:00 (WatchESPN)
  • Mississippi State x Auburn – 13:00 (WatchESPN)
  • Pittsburgh x Georgia Tech – 15:00 (WatchESPN)
  • Navy x #6 Houston – 16:00
  • #2 Ohio State x Indiana – 16:30 (ESPN+)
  • Michigan State x BYU – 16:30 (WatchESPN)
  • #17 North Carolina x #25 Virginia Tech – 16:30 (WatchESPN)
  • USC x #21 Colorado – 17:00
  • Rutgers x #4 Michigan – 20:00 (WatchESPN)
  • Kansas State x Texas Tech  – 20:00 (WatchESPN)
  • South Carolina x Georgia – 20:30 (WatchESPN)
  • Oregon x #5 Washington – 20:30
  • Arizona State x UCLA – 23:30 (WatchESPN)
  • #15 Stanford x Washington State – 23:30 (WatchESPN)

Domingo (09/10)

  • Georgia x South Carolina – 15:30 (WatchESPN)

Top 25 da Associated Press

 #1 Alabama Crimson Tide (5-0) (-)

 #2 Ohio State Buckeyes (4-0) (-)

 #3 Clemson Tigers (5-0) (+2)

#4 Michigan Wolverines (5-0) (-)

#5 Washington Huskies (5-0) (+5)

 #6 Houston Cougars (5-0) (-)

#7 Louisville Cardinals (4-1) (-4)

Texas A&M #8 Texas A&M Aggies (5-0) (+1)

#9 Tennessee Volunteers (5-0) (+2)

Miami (FL)#10 Miami Hurricanes (4-0) (+4)

 #11 Wisconsin Badgers (4-1) (-3)

  #12 Nebraska Cornhuskers (5-0) (+3)

 #13 Baylor Bears (5-0) (-)

 #14 Ole Miss Rebels (3-2) (+2)

#15 Stanford Cardinals (3-1) (-8)

Arkansas#16 Arkansas Razorbacks (4-1) (+4)

North Carolina #17 North Carolina Tar Heels (4-1) (Não Ranqueado)

Florida#18 Florida Gators (4-1) (+5)

Boise State#19 Boise State Broncos (4-0) (+5)

Oklahoma #20 Oklahoma Soorners (2-2) (Não Ranqueado)

Colorado#21 Colorado Buffaloes (4-1) (Não Ranqueado)

West Virginia#22 West Virginia Mountaineers (4-0) (Não Ranqueado)

 #23 Florida State Seminoles (3-2) (-11)

Utah #24 Utah Utes (4-1) (-6)

Virginia Tech#25 Virginia Tech Hokies (3-1) (Não Ranqueado)

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook.

Compartilhe

Comments are closed.