terça-feira, 24 de abril de 2018

Compartilhe

Estamos a dois dias do Draft e a expectativa só aumenta! No ano passado, tivemos varias trocas rolando durante o evento e a expectativa esse ano também está alta. Além claro da busca por Quarterbacks, podemos ver outras movimentações das equipes acontecendo. Confira aqui algumas com boas probabilidades de rolar:

Buffalo Bills subindo em busca de um QB

Ta, essa aqui não é surpresa pra ninguém. Os Bills já deixaram claro que estão prontos pra subir e acumularam escolhas durante o ano visando encontrar o seu passador. Atualmente com a #12 e #22 geral do Draft, a expectativa está com quem a franquia de Buffalo trocará suas picks.

O Cleveland Browns é um dos favoritos a parceiro da equipe. Isso porque detêm além da #1, que não deve ser negociada, a #4 geral. Escolha essa que pode garantir que o jogador que o front Office tenha em mente como ideal ainda esteja no board, principalmente se o Giants não escolher um dos candidatos com a #2.

Além do Browns, o Broncos é uma das equipes que está sedenta para acumular escolhas. Apesar de alguns enxergarem uma pequena need na posição de QB dos Broncos, John Elway parece confiar em Case Keenum, pelo menos por essa temporada, e não deve escolher um passador. Possuindo a #5 geral, os Broncos não tem nenhuma need gritante que exija utilização de uma escolha top 5, sendo um cenário melhor para a equipe do Colorado descer um pouco no board e acumular escolhas.

 

Dallas Cowboys descendo no board

A franquia de Jerry Jones vinha sendo uma das mais difíceis de prever a escolha nesta primeira rodada, porém as coisas mudaram com o corte de Dez Bryant. Muitos dos mocks recentes colocam um recebedor como favorito a chegar ao Texas, no entanto um rumor recente da conta de que eles não gostam tanto das opções de primeira rodada desta classe.

Se Calvin Ridley, principal prospecto de WR não estiver disponível na #19 geral pertencente ao Cowboys, vejo como uma boa possibilidade um trade down da equipe. Seus principais parceiros para essa troca podem ser franquias que estão um pouco mais baixas no board, querendo pular a frente para garantir o melhor prospecto de linha ofensiva disponível.

Seattle Seahawks trocando para baixo

Uma situação parecida com a do Cowboys mas por motivos diferentes. O Seahawks está passando por uma grande reformulação em seu elenco e tem poucas picks disponíveis para realizar essa reconstrução.

Sem ter nenhuma pick no segundo dia de Draft, a equipe de Seattle pode preferir por sair da primeira rodada para ter acesso a esses prospects de segunda e terceira rodada. Com uma classe muito profunda nesse dia em cornerbacks, guards e receivers em geral, seria uma boa decisão do Front Office em endereçar mais posições com um valor menor do que escolher um premium no primeiro dia.

A equipe precisa urgentemente de um Guard titular, nomes para a linha defensiva em geral e um cornerback, sendo impossível suprir todas as necessidades com a primeira escolha e as picks de dia 3.

Arizona Cardinals trocando pelo seu QB do futuro

Diferentemente dos Bills, os Cardinals ainda não deixaram claro seu plano com relação a posição de Quarterback. Todos nós sabemos que alguém será escolhido, a questão aqui é quando e onde.

Sem o mesmo capital de negociação que a equipe da AFC, a franquia de Arizona precisa ser cautelosa para encontrar o melhor custo beneficio de troca ou seleção.  Atualmente dona da #15 geral, dificilmente um dos 3 principais QBs chegará até aqui e não sabemos o quanto o Front Office da equipe gosta dos que restariam na teoria, sendo eles: Baker Mayfield, Lamar Jackson e Mason Rudolph.

Acredito que se Rosen, Darnold ou Allen passem da #5, os Cardinals tentarão trocar a todo custo com os times em seguida, caso nenhum deles chegue, tudo dependerá do amor da franquia a um dos citados acima.

Compartilhe

Leave A Reply