quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Compartilhe

A cada ano que passa diversos novos Running Backs entram na Liga através do Draft e tomam de assalto o backfield de suas equipes. Este ano não foi diferente e vários RBs acabaram perdendo espaço em seus times. Desta forma, listei aqui 5 jogadores que não devem ser protagonistas em suas equipes, mas de alguma forma devem render e conseguir valiosos pontos para qualquer time de fantasy. São nomes não para se ter como titular, mas como um reserva que pode cobrir alguma lesão importante na equipe principal ou ter um confronto favorável que facilite seu trabalho.

Isaiah Crowell, RB, New York Jets

O ex Running Back dos Browns sempre mostrou ter bastante potencial, no entanto, nunca conseguiu corresponder todas as expectativas. Sem nunca ter passado das 1000 jardas na carreira, todos se perguntavam o que acontecia com Crowell. Muito inconsistente, o corredor chegou a ter jogos de mais de 150 jardas terrestres, pra na semana seguinte não chegar a 60. Podem falar de seu psicológico, seu estilo de corrida ou até mesmo de sua previsibilidade, eu prefiro acreditar que as coisas simplesmente não dão certo nos Browns. O jogador foi mal utilizado pela comissão técnica e desta forma, não conseguiu render. Agora, atuando pelo New York Jets, cercado por treinadores mais capacitados, o RB tem tudo para render. Seja ao lado de Josh McCown ou Sam Darnold, o ataque dos Jets tem tudo para focar no terrestre, e a partir dai estabelecer o aéreo.

Dion Lewis, RB, Tennessee Titans

O ex Running Back dos Patriots é um caso interessante chegando agora ao Tennessee Titans. O novo ataque da equipe está cercado de expectativa com o novo coordenador vindo de ótima temporada com o LA Rams, Matt LaFleur. Dion Lewis dividirá o backfield com Derrick Henry, no entanto, os dois têm papéis completamente distintos neste ataque, atuando de forma complementar. Enquanto Henry é mais físico e forte, tendo um papel importantíssimo correndo entre os Tackles, Lewis será um dos principais alvos de Mariota pelo ar. Após a parceria de sucesso ano passado montada por LaFleur entre Gurley e Goff, sua expectativa é algo parecido aqui, pelo menos aéreo, entre Mariota e Lewis.

C.J Anderson, RB, Carolina Panthers

C.J Anderson é um caso bastante complicado. Vindo para atuar atrás da oitava escolha geral do Draft de 2017, Christian McCaffrey, minha crença nele está mais atrelado a descrença em CMC do que verdadeiramente em seu potencial. Após passar pela primeira vez de 1000 jardas na carreira em 2017, acredito que o jogador se aproveitará da dificuldade do segundo anista de correr entre os Tackles para roubar snaps importantes e conseguir boas jardas durante a temporada. Além da equipe ter perdido Jonathan Stewart, responsável por alguns TDs corridos da equipe, função que poderá assumir com tranquilidade.

Chris Thompson, RB, Washington Redskins

Chris Thompson é um dos melhores RBs que você nunca ouviu falar da NFL. Após dividir snaps com Robert “Fat” Kelley e Semaje Perine, o jogador provou que é a melhor opção pros Redskins quando se fala de jogo aéreo. No entanto, um tal de Derrius Guice chegou em Washington e deve tomar de assalto os snaps no backfield da equipe. Quando as dificuldades de Guice em receber passes aparecerem, Jay Gruden logo se lembrará de quem pode contar para esta tarefa. Pode não ser na semana 1, nem na 2, mas guarde Chris Thompson pacientemente no seu banco e colha os frutos do jogo aéreo para RBs de Alex Smith lá pela semana 6.

Mark Ingram, RB, New Orleans Saints

Aaah o que uma suspensão não faz hein? Após pegar 4 jogos de gancho da NFL por uso de substancias ilegais, Mark Ingram vem sendo completamente esquecido pelos donos de fantasy e selecionado em média apenas na 6 rodada. É claro, o jogador divide snaps com Alvin Kamara e o segundo anista pode não dar espaço para a volta do atleta. No entanto, os dois passaram de 1000 jardas na temporada passada e formaram uma excelente dupla. Sendo escolhido na 6 rodada, pode ficar tranquilo com seu joelho descansando por 4 jogos enquanto um jogador mais novo corre em seu lugar, quando voltar, trará consigo sua pontuação elite novamente.

Compartilhe

Leave A Reply