quarta-feira, 13 de junho de 2018

Compartilhe

Em um período no qual as notícias da NFL são mais escassas, temos o período ideal para se elencar quais são os melhores jogadores de cada posição. Assim, a cada semana será publicado um top 10 sobre uma posição, refletindo um ponto de vista sobre como os atletas que exercem determinada função podem ser ranqueados. Antes de comentar, elogiar ou criticar lembre-se que o critério se baseou em observar o MOMENTO ATUAL da carreira do jogador junto a uma pequena projeção para o futuro. Dessa forma, calouros NÃO entrarão na lista. Além disso, vale lembrar que ela traz uma opinião, então não é uma verdade absoluta e todos são livres para discordar, então deixem seus comentários.

LEIA MAIS TOP 10 – Linebackers

No nosso terceiro TOP 10, falaremos sobre os safeties. Esta posição exige uma boa combinação do físico para a execução de tackles com a capacidade de leitura de jogadas em alta velocidade, uma vez que quase sempre os safeties se tratam da última linha de defesa. Para a elaboração desta lista, resolvemos não realizar uma distinção entre strong safeties e free safeties, uma vez que esta diferenciação está desaparecendo cada vez e os jogadores precisam ser mais versáteis do que nunca. Assim, sem enrolar, vamos ao ranking.

10º) Malcolm Jenkins – Philadelphia Eagles

Abrindo nosso top 10, Malcolm Jenkins é um veterano que agrega muito valor à secundária do atual campeão. Sua principal habilidade está em se posicionar próximo ao box e impactar na defesa contra a corrida, sendo um defensor agressivo e físico, além de um tackleador preciso. Seu trabalho na cobertura é sólido em rotas curtas e intermediárias. Contudo, quando precisa trabalhar no mano a mano em jogadas mais profundas, apresenta algumas dificuldades. Assim, alcançou dois Pro Bowls, inclusive na última temporada, e se mantém entre os melhores há um bom tempo.

9º) Adrian Amos – Chicago Bears

Um dos jogadores mais subestimados da liga, Adrian Amos é parte de uma secundária de muito potencial no Bears. Com um bom atleticismo, consegue cobrir grandes porções do campo, o patrulhando de lateral a lateral, tanto contra a corrida quanto contra o passe. É um ótimo tackleador e muito voluntarioso para participar em jogadas terrestres. Já na cobertura, tem boa recuperação e um alcance que lhe permite chegar rapidamente na bola, apesar de fazer poucas jogadas nela, o seu maior defeito.

8º) Kevin Byard – Tennessee Titans

Se Deion Sanders não sabe quem é Kevin Byard, sem problemas. Nós sabemos. Um dos integrantes do primeiro time All-Pro em 2017, ele seguiu uma promissora temporada de calouro com um desempenho fenomenal, no qual liderou a NFL em interceptações, com oito. Sua maior força está na cobertura, na qual mostra quadris fluidos e capazes de mudar de direção com facilidade, assim tem sucesso constante, inclusive na marcação mano a mano. Além disso, participa de forma adequada contra a corrida, o que apenas aumenta seu valor.

7º) Eric Weddle – Baltimore Ravens

Veterano de longa data na NFL, Eric Weddle tem conseguido manter no Ravens o mesmo patamar apresentado no Chargers. Como a idade já está chegando, sua velocidade final está reduzida, mas suas leituras são excelentes e consegue identificar as intenções dos adversários com facilidade para atacar a bola em jogadas de passe. Contra a corrida, deu sinais de declínio, ao perder muitos tackles com erros de ângulo e, em alguns momentos, um aparente desinteresse. De qualquer forma, ainda é uma liderança muito importante em Baltimore e um jogador capaz de impactar partidas ao forçar turnovers.

6º) Reshad Jones – Miami Dolphins

Um dos melhores jogadores da defesa do Dolphins, Reshad Jones passa a maior parte do tempo no box, alinhado próximo à linha de scrimmage. Excelente tackleador, consegue exercer está função com maestria, ao atacar gaps com ótimo tempo de jogo para alcançar RBs. Também é capaz de realizar um sólido trabalho contra a corrida de lateral a lateral. Já na cobertura, apresenta algumas dificuldades, principalmente contra TEs mais atléticos, mas mesmo assim está acima da média.

5º) Glover Quin – Detroit Lions

Mais um jogador que passa por baixo do radar de muitos, Glover Quin já atua como um dos melhores safeties da NFL há muito tempo e raramente recebe os créditos que deveria. Muito rápido, ele cobre grandes espaços de campo com enorme facilidade e é um marcador bom o suficiente para ser colocado em situações de mano a mano. Para melhorar seu caso, a defesa do jogo terrestre nunca foi seu forte, mas ele tem dado sinais de evolução ao ser mais incisivo no combate e trabalhar na técnica de tackles para encerrar jogadas com maior frequência. Esta abordagem gerou resultados, com quatro fumbles forçados na última temporada. 

4º) Landon Collins – New York Giants

Em 2016, Landon Collins teve um salto fenomenal de qualidade e foi inclusive um forte candidato ao prêmio de melhor defensor do ano, além de ter sido escolhido para o primeiro time All-Pro. Seu desempenho em 2017 não alcançou os mesmos altos da temporada anterior, mas serviu para mostrar que ele realmente se tornou um dos mais habilidosos safeties da NFL. Tackleador voraz, é muito físico na hora de atacar os adversários, mas deixa a técnica de lado em alguns momentos, o que causa erros. Na cobertura, é excelente, sendo uma última linha de defesa extremamente eficaz, o que aumenta seu valor.

3º) Devin McCourty – New England Patriots

Um dos favoritos de Bill Belichick, Devin McCourty é um jogador muito inteligente, atlético e instintivo, o que lhe torna uma peça extremamente valiosa para o Patriots. Talentoso o suficiente para exercer o papel de único safety no topo da defesa, ele tem um alcance esplendoroso, atacando a bola em qualquer faixa do campo. Ocasionalmente, atua como cornerback e costuma ter sucesso, uma vez que já atuou na posição. Além disso, é bastante participativo contra a corrida, sabendo bem de suas responsabilidades, as efetuando com a técnica adequada.

2º) Harrison Smith – Minnesotta Vikings

Escolha de primeira rodada em 2012, Harrison Smith acompanhou a evolução do Vikings junto ao técnico Mike Zimmer, se transformando em um jogador espetacular. Versatilidade é sua principal característica, com a habilidade de fazer de tudo de maneira exemplar. Pode jogar próximo à linha de scrimmage e impactar contra a corrida, é capaz de cobrir LBs e TEs em rotas curtas e intermediárias, pode trabalhar no mano a mano contra WRs em algumas ocasiões e também consegue atuar como single high quando necessário. Este conjunto de talentos lhe torna um pacote completo e o coloca cada vez mais próximo do primeiro lugar desse top 10.

1º) Earl Thomas – Seattle Seahawks

Pouquíssimos safeties na história da NFL tiveram a capacidade de cobrir o fundo do campo com a desenvoltura que Earl Thomas faz. Com instintos incríveis e leituras na velocidade da luz, ele realiza jogadas inacreditáveis com frequência assustadora. Consegue se recuperar com facilidade e chega na bola com muita rapidez, com um dos maiores alcances de cobertura já visto. Além disso, se trata de um jogador completo, com desempenho forte contra a corrida, mesmo que não seja sua principal característica. Entretanto, é importante ressaltar que, nas últimas temporadas, as lesões parecem estar se acumulando e causando algum estrago em seu atleticismo, o que tem impedido que atue no ápice de seu potencial. Mesmo assim, ainda é o melhor safety da liga até que se prove o contrário.

Completando um Top 20 (ordem alfabética)

Andrew Sendejo (Minnesota Vikings), Antoine Bethea (Arizona Cardinals), Eric Berry (Kansas City Chiefs), Ha Ha Clinton-Dix (Green Bay Packers), Jamal Adams (New York Jets), Jaquiski Tartt (San Francisco 49ers), John Johnson (Los Angeles Rams), Kam Chancellor (Seattle Seahawks), Keanu Neal (Atlanta Falcons), Lamarcus Joyner (Los Angeles Rams)


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe