segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Compartilhe

Antes da temporada começar você imaginava que o Tampa Bay Buccaneers faria 2-0 neste início de campanha? Creio que não! Ano passado, a franquia da Flórida teve 5 vitórias e 11 derrotas. Na rodada anterior, o triunfo foi sobre o Philadelphia Eagles, atual campeão do Super Bowl, pelo placar de 27 a 21. Logo mais, na noite desta segunda-feira, 24 de setembro, às 21h15, horário de Brasília, o adversário da vez é o tradicionalíssimo Pittsburgh Steelers no Raymond James Stadium, em Tampa, fechando a semana 3.

Hoje, não tenho medo em afirmar que o Buccaneers, líder da NFC Sul, é sim, uma boa opção de investimento nas casas de apostas, ainda mais contra a equipe da Pensilvânia. Os metalúrgicos de Pittsburgh seguem sem vencer em 2018. Eles vêm de uma derrota de 42 a 37 para o Kansas City Chiefs e um empate de 21 a 21 com o Cleveland Browns – este na estreia. Por conta do retrospecto negativo, sua posição na tabela da AFC Norte é a lanterna.

Tampa Bay Buccaneers

O quarterback titular era Jameis Winston, porém, ele levou uma punição de três jogos de suspensão por ter sido acusado de passar a mão em uma motorista de aplicativo durante uma corrida em 2016. Com esta ausência, o técnico Dirk Koetter tem colocado em campo o experiente Ryan Fitzpatrick. O cara não só deu conta do recado como tornou o seu ataque o melhor de toda a liga. O Bucs tem o melhor jogo aéreo com 405 jardas.

O QB completou 48 dos 61 passes tentados, avançando 819 jardas e anotando 8 touchdowns. Interceptação apenas 1 foi registrada. Os wide receivers Mike Evans e DeSean Jackson são os recebedores mais acionados. O time também é o segundo que mais pontuou até agora, com a média de 37.5 pontos. A linha ofensiva não vem dando mole para os rivais, cedendo somente 2 sacks.

Como nem tudo são flores, as corridas precisam melhorar. Somente 77.5 jardas foram avançadas. O running back principal é Peyton Barber. Ele carregou a bola 35 vezes e obteve 91 jardas, uma média de 2.6 por snap. Muito pouco, né? O ruim disto é que deixa o ataque previsível.

Na defesa, os dados não são tão positivos, no entanto temos que destacar o trabalho contra o jogo corrido. É o segundo da NFL com 67 jardas cedidas. Fora isso, contra o passe, a posição do ranking é a 31ª, a penúltima. Sacks foram 4 conseguidos e 3 fumbles forçados.

Os desfalques são: o cornerback Marcus Williams e os defensive tackles Beau Allen e Vita Vea. De acordo com o Oddsshark.com, como é de se esperar, o Tampa Bay Buccaneers é o favorito para vencer, cotado em R$ 1,86 a cada R$ 1,00 investido por você.

Pittsburgh Steelers

A divergência entre o running back Le’veon Bell e a diretoria do Steelers virou uma novela mexicana, um grande dramalhão. A polêmica da renovação ou não do contrato parece estar mexendo com todo mundo. Surpreendentemente, mesmo com Ben Roethlisberger não estando em sua melhor fase, os metalúrgicos têm a 2ª melhor marca do jogo aéreo com 377 jardas. O atleta completou 62 dos 101 passes tentados com 4 TDs e 3 interceptações.

Por terra, Bell faz falta, tanto que foram conquistadas apenas 96 jardas, representando o 20º lugar da liga. O RB principal tem sido James Conner, com 152 jardas em 39 carregadas e 3 touchdowns. É preciso melhorar também a conversão das terceiras decidas. Em 26 jogadas, só 10 foram concluídas com sucesso em um novo first down. Muito pouco!

Na defesa, o Pittsburgh não tem conseguido parar as corridas adversárias. Foram cedidas 152 jardas. Já no combate aos lançamentos a situação dá uma melhorada. Foram permitidas 236 jardas, sendo o Steelers o 15º time colocado da NFL neste quesito. O interessante e importante é que eles estão conseguindo dar aquela pressionada nos QBs. Foram 8 sacks contabilizados e 3 fumbles forçados. Será um bom embate com a linha ofensiva dos Buccanneers.

Até o fechamento do texto, o guard David DeCastro, o tackle Marcus Gilbert e o safety Moran Burnett eram dúvidas para a partida. Ainda segundo o Oddsshark.com, voltando a falar das apostas, o valor de retorno do time visitante é de R$ 1,95 para 1. Apesar de os odds estarem parelhos, meu palpite fica com os anfitriões.

Histórico de confrontos

O encontro mais recente aconteceu em 2014, na semana 4 da temporada regular, no Heinz Field, na Pensilvânia. O Bucs venceu de maneira apertada pelo placar de 27 a 24. Uma nova vitória dos donos da casa por quatro ou mais pontos rende R$ 2,20.

Alguns dos outros jogos da rodada

Sem dúvida alguma, a grande surpresa foi o triunfo do Buffalo Bills, um dos piores times do momento, por 27 a 6, diante do Minnesota Viking, uma das melhores equipes. Quem apostou neste resultado certamente foi chamado de louco e agora está rindo à toa, com um sorriso de orelha a orelha, pois embolsou R$ 11,00 para 1. Sensacional!

Outro resultado legal, mas que não chega a ser uma grande surpresa foi o do Browns. De virada, depois de estar perdendo por 14 a 0, o Cleveland encerrou o jejum de 19 jogos e 635 dias sem vencer. A formação de Ohio bateu o New York Jets, em casa, com o placar de 21 a 17. No texto da semana passada já tinhamos alertado para esta possibilidade, lembra? O calouro Baker Mayfield virou rei e tem o seu nome pedido para ser efetivado como quarterback. Quem sabe ele não ocupa o lugar de ídolo da cidade deixado por LeBron James, não é? Acho que exagerei! O triunfo pagou R$ 1,58, indica o Oddsshark.com.

O poderoso New England Patriots, em sua segunda apresentação como visitante, mais uma vez não conseguiu superar o adversário. A derrota de agora foi para o Detroit Lions, que não havia vencido ninguém. Os donos da casa dominaram a partida em todos aspectos e construíram o marcador de 26 a 10, rentabilizando R$ 3,55 para 1. A última vez que os Pats tiveram um início de série com 1-2 foi em 2012, quando chegaram na final de conferência, mas foram derrotados pelo Baltimore Ravens.

Dica

Para quem não acompanha semanalmente a NFL e está indeciso nas apostas, os palpites do computador ajudam bastante e te guiam ao lucro. Não se preocupe, os valores dos odds são gerados a partir de uma série de análises de algoritmos. A máquina tem um alto índice de acertos.

Confira os jogos da semana 3 da NFL:

Quinta-feira (20 de setembro)

21h20 – Cleveland Browns (R$ 1,58) 21 x 17 (R$ 2,50) New York Jets

Domingo (23 de setembro)

14h – Minnesota Vikings (R$ 1,05) 6 x 27 (R$ 11,00) Buffalo Bills

14h – Washington Redskins (R$ 2,25) 31 x 17 (R$ 1,69) Green Bay Packers

14h – Baltimore Ravens (R$ 1,45) 27 x 14 (R$ 2,80) Denver Broncos

14h – Philadelphia Eagles (R$ 1,35) 20 x 16 (R$ 3,40) Indianapolis Colts

14h – Kansas City Chiefs (R$ 1,35) 38 x 27 (R$ 3,40) San Francisco 49ers

14h – Houston Texans (R$ 1,37) 22 x 27 (R$ 3,25) New York Giants

14h – Atlanta Falcons (R$ 1,60) 37 (37) x (43) 37 (R$ 2,45) New Orleans Saints

14h – Carolina Panthers (R$ 1,69) 31 x 21(R$ 2,25) Cincinnati Bengals

14h – Miami Dolphins (R$ 1,60) 28 x 20 (R$ 2,45) Oakland Raiders

14h – Jacksonville Jaguars (R$ 1,20) 6 x 9 (R$ 4,75) Tennessee Titans

17h05 – Los Angeles Rams (R$ 1,32) 35 x 23 (R$ 3,55) Los Angeles Charges

17h25 – Seattle Seahawks (R$ 1,80) 24 x 13 (R$ 2,05) Dallas Cowboys

17h25 – Arizona Cardinals (R$ 2,90) 14 x 16 (R$ 1,43) Chicago Bears

21h20 – Detroit Lions (R$ 3,55) 26 x 10 (R$ 1,32) New England Patriots

Segunda-feira (24 de setembro)

21h15 – Tampa Bay Buccaneers (R$ 1,86) x (R$ 1,95) Pittsburgh Steelers


Texto produzido pela equipe do site Oddsshark.

 

Compartilhe

Leave A Reply