quinta-feira, 29 de agosto de 2019

Compartilhe

Faltando exatamente uma semana para o aguardado início da temporada, as expectativas estão cada vez mais altas. Na esteira do retorno da NFL, temos também o nosso querido Fantasy Football chegando para mais um ano. Na última semana, utilizamos este espaço para falar sobre possíveis surpresas da próxima temporada. Como pode ser visto no link destacado abaixo, falamos sobre os candidatos a Sleeper, que são os jogadores que estão sendo escolhidos em posições de pouco destaque nos DRAFTS, porém que apresentam bom potencial para render muitas alegrias aos seus “proprietários” em 2019.

Hoje estaremos do lado oposto desta situação. Separamos 5 nomes de atletas que despertam uma alta e precoce demanda nos Drafts, mas que possuem questionamentos diversos que são um sinal de alerta; os temidos “candidatos” a Bust. Vale mencionar que a lista abaixo não se encontra em qualquer tipo de ordem relacionada a melhores ou, neste caso, piores escolhas. Sem mais delongas, vamos a nossa lista de possíveis decepções no Fantasy em 2019.

Leia Mais: 10 candidatos a surpreender no Fantasy em 2019

Leia Também: Top 150 – Fantasy Football 2019 (Parte 1)

1) RB Le’Veon Bell (Jets)

Um dos melhores RBs da NFL, Le’Veon Bell, se transferiu para o Jets após uma longa batalha, que incluiu um ano sabático, para conseguir a sua liberação do Steelers. Algo que precisa ser mencionado em relação a Bell e também a outros jogadores citados neste texto, é que não estamos questionando a qualidade técnica deles e, muito menos, torcendo para que fatores negativos prejudiquem suas temporadas. Nossa ideia é apenas destacar pontos que podem dificultar o desempenho dos atletas e, por consequência, influenciar no Fantasy.

No caso do talentoso RB, a mudança para o Jets, diante de novos companheiros, novo esquema e, principalmente, uma OL diferente e menos qualificada se comparada a do Steelers são, sem dúvidas, fatores a considerar em uma escolha do jogador – sobretudo tão cedo como vem ocorrendo nos recrutamentos virtuais. Considerando ainda que muitos Drafts já aconteceram, uma possível troca do jogador  pode ser considerada em sua liga de Fantasy, principalmente após a semana 1, caso Bell tenha um desempenho de médio para bom. Esta possibilidade ganha ainda mais força se pesarmos o fato de que existe um histórico de suspensões e lesões do jogador. Obviamente, é muito difícil abrir mão de um atleta com a capacidade do novo RB do Jets, mas os alertas precisam ser dados.

2) RB Leonard Fournette (Jaguars)

Quem contava com o ótimo RB do Jaguars em sua liga de Fantasy, na última temporada, certamente tem sentimentos nada carinhosos por Fournette. Foram lesões, brigas, suspensões e uma falta de vontade demonstrada em alguns momentos que irritou, inclusive, boa parte da torcida do Jaguars. Para 2019, as perspectivas são melhores. O jogador se apresentou em ótima forma física para os treinamentos, e as informações que chegam são de que Fournette está motivado e pronto para voltar a demonstrar o seu potencial.

Este que vos escreve vem apostando no jogador em algumas ligas e possui CERTA confiança de um bom retorno. Entretanto, depois de tudo que ocorreu em 2018, é muito difícil não considerar Fournette um risco para a temporada. Os sinais de alerta estão dados, o GM de Fantasy Football é que deve decidir se o risco é válido.

3) RB Damien Williams (Chiefs)

A temporada fenomenal de Patrick Mahomes trouxe “na carona” um nome completamente surpreendente no Fantasy em 2018, Damien Williams. Jogador que nem havia sido draftado no Fantasy no ano passado, Williams virou um grande destaque em muitas rodadas. Com qualidade para contribuir tanto pelo solo como recebendo passes, o RB foi uma arma muito utilizada em Kansas City. No entanto, pensando em 2019, é possível observar o jogador sendo escolhido muito cedo nos drafts, além de estar sendo considerado, por alguns, como um RB estabelecido na liga. A realidade é que Williams nunca havia conseguido destaque na NFL e foi colocado em um ataque muito forte, comandado por um QB que teve uma das melhores temporadas da história da NFL – ao menos estatisticamente.

Desta forma, o risco em relação a Damien é considerável, tanto por uma queda de desempenho (normal) que pode afetar o jogador, como também por um possível aumento na divisão de snaps entre os outros corredores do Chiefs.

4) WR Jarvis Landry (Browns)

Em seus tempos de Dolphins, Landry era protagonista de um ataque que pouco empolgava. A afirmação anterior pode parecer estranha, no entanto a sensação era exatamente esta. Aparecendo em diversos momentos no ataque e nos time especiais, Landry era uma máquina de recepções com suas ótimas mãos. A parte “ruim” desta história é que o Dolphins dispunha de um QB mediano e seu ataque nunca esteve entre os melhores da NFL. A mudança para o Browns trouxe expectativas de que Jarvis se tornasse um jogador mais relevante do ponto de vista do Fantasy Football. Após uma temporada 2018 com bons momentos e um final bem promissor, as expectativas estão ainda mais altas para a equipe de Cleveland e, por consequência, para Landry.

A chegada de Odell e o desempenho de Baker Mayfield tem deixado alguns GMs de Fantasy com a sensação (justificável) de que este pode ser um dos melhores ataques da NFL, com capacidade de gerar, ao menos, 2 recebedores de destaque para a temporada. No entanto, devemos considerar que Landry tem sido escolhido nos Drafts de Fantasy baseado na expectativa que ele se torne relevante de uma forma que ele jamais foi – mais uma vez, vale destacar que estamos falando exclusivamente de Fantasy Football. Desta forma, a aposta que vem ocorrendo em Landry, por volta da 4ª ou 5ª rodada, parece extremamente precoce – o que, certamente, pode gerar grandes decepções para quem decidir investir no jogador pagando um preço tão elevado.

5) TE Eric Ebron (Colts)

Escolhido pelo Lions na pick de número 10 do Draft 2014, a frente de nomes como Odell Beckham Jr e Aaron Donald, Eric Ebron, até a temporada 2018, nunca chegou próximo de demonstrar entre os profissionais o potencial visto em seus tempos de College Football. Até a temporada passada, os melhores desempenhos estatísticos do TE tinham sido temporadas com menos de 600 jardas e, no máximo, 5 TDs. Em 2018, no entanto, as 750 jardas e os impressionantes 13 TDs, colocaram Ebron em outro patamar em relação aos TEs do Fantasy.

Contudo, a aposentadoria de Andrew Luck só veio a destacar definitivamente o grande risco de decepção que é a temporada de Ebron em 2019. Mesmo que ainda estivesse com Luck lançando passes em sua direção, as chances de uma queda de desempenho eram consideráveis por conta do que foi feito em 2018. Com Jacoby Brissett como QB, as expectativas retornam aos tempos de Lions e a aposta em Ebron se torna viável apenas nas rodadas de final de Draft.

Estes foram os nossos candidatos a decepção para a temporada 2019 do Fantasy Football. Sempre lembrando que aqui constam apenas análises baseadas em circunstâncias que, obviamente, podem não afetar o desempenho dos jogadores. Caso o amigo leitor aposte em um desses jogadores para a temporada, mantenha a sua convicção. Esta é a parte mais legal deste apaixonante jogo!

Boa temporada a todos!


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.