quarta-feira, 5 de junho de 2019

Compartilhe

Dando sequencia a série de jogadores que podem explodir 2019, agora na AFC, vamos a lista:

Tremaine Edmunds, LB Buffalo Bills

Visto ainda no Draft como um gigante potencial e joia a ser lapidada principalmente pelo físico, Edmunds teve um bom ano de calouro, os 121 tackles não me deixam mentir. No entanto, ainda tem muito espaço para crescimento. O segundo ano no esquema de Sean McDermont e a melhora da equipe como um todo deve contribuir para o segundo anista dar um salto de qualidade no seu jogo. Questões como leitura e visão de jogadas, play actions e cobertura de passe ainda são um problema, mas seu talento natural e a coaching staff são plenamente capazes de ajuda-lo nesses quesitos, o transformando em um dos principais jogadores da posição.

Minkah Fitzpatrick, DB Miami Dolphins

Um dos maiores talentos do Draft do ano passado, Minkah era visto por muitos como um jogador híbrido, capaz de jogar em diversas posições na secundária. A ideia não foi tão explorada pelo antigo coaching staff da franquia, no entanto, com a chegada de Brian Flores como HC, a tendência é que isso mude. Com uma mentalidade defensiva, o treinador pode explorar bem a questão de move-lo no campo, para disfarçar blitzes e coberturas. Alinhando tanto como corner, slot e safety, sua capacidade de criar jogadas será algo primordial para seu sucesso na Liga. A tendência é que, cada vez mais, o jogador apareça com big plays e exploda na nova defesa da franquia.

Leia Mais: Gerald McCoy é cortado do Tampa Bay Buccanneers

Leia Mais: O Curioso Caso de Tre Boston

Nick Chubb, RB Cleveland Browns

Com uma sequencia de boas atuações após a demissão de Hue Jackson e a troca de Carlos Hyde, o Running Back cresceu junto com Baker Mayfield. No entanto, ainda visto como um nome secundário nesse forte ataque, a falta de atenção em si poderá ser um fator que contribuirá para seu sucesso. Primeiramente com a chegada de Odell Beckham, o normal será mais espaços na linha de scrimmage frente essa ameaça em profundidade. Segundo com o amadurecimento de seu jogo alinhado com seu QB. E em terceiro, a falta de competição, visto que Kareem Hunt, dispensado pelo Chiefs, assinou mas só poderá jogar na semana 10, após sua punição de 8 jogos. Tempo suficiente para Chubb dominar o backfield.

Courtland Sutton, WR Denver Broncos

O WR do Broncos deve ver seu número de targets aumentar bastante em 2019, e por consequência, mais chances de explodir. Um alvo grande capaz de contribuir tanto no fundo do campo quanto pelo meio, o recebedor deve se aproveitar da troca de Case Keenum por Joe Flacco para correr mais até as 20 jardas finais. Além disso, a equipe tem a chegada do TE Noah Fant para dividir atenção e criar miss matches. A melhora na linha ofensiva é mais um fator determinante para o sucesso do ataque, e consequentemente, dos recebedores.

Mike Gesicki, TE Miami Dolphins

Mais um jogador do Dolphins na lista. Extremamente mal utilizado pelo esquema de Adam Gase em 2018, o TE selecionado na segunda rodada do Draft precisava de uma mudança de sistema para alcançar seu potencial. E tudo leva crer que irá acontecer. O Ex treinador de WR do Patriots, Chad O’shea, chegou como coordenador ofensivo e deve usar Gesicki mais como uma arma vertical do que um cara para receber passes scrim e bloquear. Devido a boa velocidade, é capaz de criar muitas situações favoráveis pelo meio, ajudando muito seu novo QB, Josh Rosen, o qual deve se tornar melhor amigo para sucesso mútuo.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui

Compartilhe

Comments are closed.