quarta-feira, 8 de julho de 2020

Compartilhe

A NFL comunicou oficialmente na última semana que a pré-temporada em 2020 terá apenas dois jogos, cortando a sua tradicional duração pela metade. A medida tomada pela liga visa diminuir o impacto da Covid-19 no esporte antes do seu retorno oficial e contribui para que o período de treinamentos seja o foco principal das franquias durante o mês de agosto. Apoiada pelos times e também pelos atletas, a decisão não gerou controvérsias, mas abriu caminho para uma discussão antiga sobre os jogos amistosos. Após o anúncio, a NFLPA (Associação de Jogadores Profissionais) se mostrou a favor do cancelamento da pré-temporada em 2020, mas a liga ainda não se pronunciou sobre o pedido. Em tempos de incerteza para o esporte, cancelar os outros dois jogos programados pela NFL seria o melhor caminho?

A atual configuração da pré-temporada da NFL foi estruturada pela liga em 1978. Antes, os times disputavam 14 jogos oficiais ao longo da temporada regular e outros seis amistosos de preparação antes dela. A mudança realizada há 42 anos tornou o período preparatório mais dinâmico, com as equipes aproveitando os 4 jogos programados no calendário para testarem os seus elencos e dar oportunidade aos jogadores que ainda não tinham vaga garantida no roster para a temporada regular. Neste sentido, os defensores dos duelos amistosos seguem apoiando o atual formato promovido pela liga, alegando que sem os confrontos de preparação, uma parte significativa de jogadores da NFL não contarão com uma oportunidade justa para mostrar que podem fazer parte de um elenco profissional.

Leia Mais: Por que o Washington Redskins discute mudar o seu nome?

Leia Também: Patrick Mahomes assina extensão contratual histórica com o Chiefs

Por outro lado, há também uma parcela importante de atletas que são contra a realização dos jogos amistosos antes da temporada oficial, alegando que eles acabam colocando os jogadores em condições de risco desnecessárias. Mesmo atuando de forma limitada durante a pré-temporada, é comum acompanhar casos de atletas que acabaram ficando fora dos confrontos oficiais por conta de lesões no período de preparação; Em 2019, o RB titular do Houston Texans, Lamar Miller, sofreu uma lesão que o tirou do restante da temporada. Já em 2018, foi a vez do RB calouro do Redskins, Darrius Guice, passar pela mesma situação, entre outros jogadores. A cada ano que passa, defensores da extinção da pré-temporada da NFL ganham cada vez mais argumentos a favor da causa, que agora novamente está em pauta em 2020, desta vez somada à outros importantes motivos.

Por conta da pandemia de Covid-19  que assola os EUA e faz do país norte-americano a nação com mais casos e mortes registradas em todo o planeta, os  times da NFL não tiveram condições de realizar os tradicionais treinos preparatórios e presenciais nos últimos três meses, tendo que acompanhar o desenvolvimento dos calouros de forma remota e controlar a parte física dos seus atletas de casa, o que provavelmente poderá afetar o desempenho de vários deles ao longo de 2020. É pensando nisso que a Associação dos Jogadores Profissionais da liga votou de forma unânime pelo cancelamento total dos jogos amistosos na atual temporada, oferecendo à NFL uma visão diferente sobre o período de preparação para os jogos oficiais, baseada na segurança dos atletas e tendo como foco principal o condicionamento físico para os 16 jogos oficiais do calendário.

TREINOS PRESENCIAIS COMEÇAM NO DIA 28 DE JULHO

Após cancelar todas as atividades presenciais das equipes e atrasar a abertura dos centros de treinamentos por conta da pandemia, a NFL planeja retomar os treinos em grupo no próximo dia 28 de julho, quando os jogadores estarão liberados para se apresentar para o tradicional período de “Training Camp”. Caso não mude a sua visão sobre as partidas amistosas, a liga contará com duas semanas de pré-temporada em campo, começando no dia 20 de agosto com a 1ª rodada e sendo finalizada a partir do dia 27, com o segundo duelo preparatório das equipes. Na atual configuração, a NFL excluiu do calendário os jogos das semanas 1 e 4 da pré-temporada de 2020 devido à pandemia e não descartou tomar novas medidas caso veja a decisão como necessária.

A Associação de Atletas Profissionais da NFL, se opondo à decisão da liga em manter dois jogos amistosos antes da temporada regular, configurou o seu próprio calendário preparatório como sugestão para 2020. Começando no dia 28, os jogadores teriam 3 dias de testes médicos, 21 para as atividades físicas e de condicionamento, outros 10 de treinamentos sem equipamentos de proteção e, por fim, 14 dias de treinos coletivos, indo direto para a semana 1 da temporada regular. Nas atuais condições, a proposta dos atletas parece ser o caminho mais seguro para que, caso o calendário seja cumprido sem modificações, a temporada 2020/21 da NFL aconteça sem grandes baixas de jogadores lesionados ou profissionais afetados pela pandemia. Resta agora aos representantes da liga fora dos gramados darem uma resposta sensata ao pedido de cancelamento dos jogos amistosos em 2020. Vamos aguardar.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.