quarta-feira, 29 de abril de 2015

Compartilhe

guia da rodada - L32

AFC Norte e AFC Oestehttps://ligados32.lance.com.br/analise-dos-drafts-2010-e-2011-2/

AFC Leste e AFC Sulhttps://ligados32.lance.com.br/analise-dos-drafts-2010-e-2011/

NFC South

New Orleans Saints

Draft de 2010

Rodada 1 #32 overall – DB Patrick Robinson –Florida State(saiu na free agency em 2015)

Rodada 2 #64 overall – OT Charles Brown – USC (dispensadoem 2014)

Rodada 3 #95 overall – TE Jimmy Graham –Miami (FL)(trocado em 2015)

Rodada 4 #123 overall – DT Al Woods– LSU (nunca jogou pelo time)

Rodada 5 #158 overall – C Matt Tennant – Boston College (dispensado em 2012)

Rodada 7 #239 overall – QB Sean Canfield – Oregon State (dispensado em 2012)

Melhor escolha: TE Jimmy Graham – 78 aparições, 386 recepções, 4752 jardas, 51 TDs

Graham, uma escolha de 3ª rodada, foi trocado em 2015 por uma escolha de 1ª rodada e um center All-Pro. Mesmo assim a troca foi questionada, tamanho o impacto que o TE causa no jogo. Graham entrou na liga para ser um dos melhores TEs da NFL, jogador praticamente impossível de ser marcado. Foi um dos principais recebedores do poderoso ataque do Saints e tem tudo para brilhar em Seattle.

Pior escolha: DB Patrick Robinson – 58 aparições, 180 tackles, 9 interceptações, 46 passes defendidos

Muita expectativa cercava o CB após o draft de 2010. Entretanto, Robinson nunca confirmou seu potencial, sendo que em nenhum momento realmente se firmou como um jogador confiável. Foi membro das terríveis secundárias de 2012 e 2014, que ajudaram o Saints a ter uma das piores defesas da NFL nesses anos (sendo a de 2012 a pior da história até então). É um jogador que ainda tem espaço na liga, mas jamais justificou o investimento que o Saints realizou.

Steal: TE Jimmy Graham

Em alguns casos é simplesmente impossível separar a melhor escolha de um steal. Esse é o caso. Graham seria certamente um dos primeiros jogadores selecionados no draft se as equipes na NFL tivessem avaliado corrretamente seu potencial.

Draft de 2011

Rodada 1 #24 overall – DE Cameron Jordan – California (continua no time)

Rodada 1 #28 overall – RB Mark Ingram – Alabama (continua no time)

Rodada 3 #72 overall – LB Martez Wilson – Illinois (dispensado em 2013)

Rodada 3 #88 overall – DB Johnny Patrick – Louisville (dispensado em 2012)

Rodada 7 #226 overall – DE Greg Romeus – Pittsburgh (dispensado em 2012)

Rodada 7 #243 overall – LB NateBussey – Illinois (nunca jogou pelo time)

Melhor escolha: RB Mark Ingram – 50 aparições, 582 corridas, 2426 jardas, 20 TDs

Como as coisas mudam em pouco tempo na NFL. Ao fim da temporada 2013, o ex-vencedor do Heisman Trophy ainda era considerado por muitos torcedores um bust. Nem a diretoria do time acreditava no jogador, tanto que o Saints preferiu não prolongar o contrato do RB por um ano como poderia ter feito. Após um grande 2014 a percepção mudou e na offseason de 2015 ele foi um dos RBs mais assediados, mas decidiu ficar na Louisiana. Com as mudanças realizadas nesta free agency o RB tem tudo pra ser um dos melhores da liga em 2015.

Pior escolha: DB Johnny Patrick – 24 aparições, 30 tackles, 2 passes defendidos

A contribuição de Patrick para o Saints foi virtualmente nula. Em dois anos com o time o jogador só apareceu uma vez como CB titular. Também não conseguiu se firmar nos special teams e foi liberado duas temporadas após ser draftado. Teve passagens rápidas por Chargers e Jets. Atualmente é free agent.

Steal: não houve.

Atlanta Falcons

Draft de 2010

Rodada1 #19 overall – LB Sean Witherspoon – Missouri (saiu na free agency em 2015)

Rodada3 #83 overall – DT Corey Peters – Kentucky (saiu na free agency em 2015)

Rodada 3 #98 overall – OG Mike Johnson – Alabama (continua no time)

Rodada 4 #117 overall – OG Joseph Hawley – UNLV (continua no time)

Rodada 5 #135 overall – DB Dominique Franks – Oklahoma (dispensado em 2013)

Rodada 5 #165 overall – WRKerry Meier – Kansas (dispensado em 2012)

Rodada 6 #171 overall – DB ShannShillinger – Montana (dispensado em 2013)

Melhor escolha: DT Corey Peters – 71 aparições, 146 tackles, 11 sacks, 7 passes defendidos, 1 interceptação

Em um draft com nenhuma grande escolha, o melhor custo-benefício foi a seleção do DTCorey Peters. Seus 11 sacks foram mais do que os obtidos pela primeira escolha do time em 2010, o LB Sean Witherspoon. Ambos deixaram a equipe rumo ao Arizona para jogar pelo Cardinals em 2015.

Pior escolha: OG Mike Johnson– 18 aparições

O jogador de linha ofensiva passou a maior parte da temporada de calouro contundido.  Em seu segundo ano foi o guard reserva, atuando mais como TE em situações de linha de gol. Antes da temporada 2013 fraturou a fíbula, perdendo toda a temporada. Não apareceu mais pelo time.

Steal: não houve.

Draft de 2011

Rodada 1 #6 overall – WR Julio Jones – Alabama (continua no time)

Rodada3 #91 overall – LB Akeem Dent – Georgia  (trocado em 2014)

Rodada 5 #145 overall – RB Jacquizz Rodgers – Oregon State (saiu na free agency em 2015)

Rodada 6 #192 overall – P Matt Bosher – Miami(FL) (continua no time)

Rodada7 #210 overall – OG Andrew Jackson – Fresno State (nunca jogou pelo time)

Rodada7 #230 overall – DE Cliff Matthews – South Carolina (continua no time)

Melhor escolha: WR Julio Jones – 49 aparições, 4330 jardas e 26 TDs

Julio Jones fez valer seu status de jogador de primeira rodada com grandes jogadas e ótimos números. O WR foi duas vezes selecionado ao Pro-Bowl e liderou a NFC em jardas recebidas na última temporada, com 1593 jardas. Jones é o alvo favorito do QB Matt Ryan e o ponto focal do ataque do Falcons, sendo um dos jogadores mais difíceis de ser marcado na liga.

Pior escolha: OG Andrew Jackson – 0 aparições

Tudo bem que era uma escolha de 7ª rodada apenas, mas o jogador de linha ofensiva nem chegou a aparecer na equipe.  Jackson ainda teve uma chance com os Bills, mas não conseguiu se firmar na liga.

Steal: não houve

Tampa Bay Buccaneers

Draft de 2010

Rodada 1 #3 overall – DT Gerald McCoy – Oklahoma (continua no time)

Rodada 2 #35 overall – DT Brian Price – UCLA (trocado em 2012)

Rodada 2 #39 overall – WR Arrelious Benn – Illinois (trocado em 2013)

Rodada 3 #67 overall – DB Myron Lewis – Vanderbilt (dispensado em 2013)

Rodada 4 #101 overall – WR Mike Williams – Syracuse (trocado em 2014)

Rodada 6 #172 overall – P Brent Bowden – Virginia Tech (nunca jogou pelo time)

Rodada 7 #210 overall – DB CodyGrim – Virginia Tech (aposentado em 2012)

Rodada 7 #217 overall – LB Dekoda Watson – Florida State (saiu na free agency em 2014)

Rodada 7 #253 overall – DE Erik Lorig – Stanford (saiu na free agency em 2014)

Melhor escolha: DT Gerald McCoy – 65 aparições, 154 tackles, 27,5 sacks e 12 passes defendidos

McCoy é três vezes All-Pro e foi selecionado para os últimos três Pro-Bowls, sendo considerado um dos melhores jogadores de linha defensiva da liga. Seus 27,5 sacks ajudaram a defesa dos Bucs a não ter resultados ainda piores do que os obtidos nos últimos anos, sendo um dos poucos jogadores que empolgaram os torcedores da Florida nos últimos anos.

Pior escolha: DT Brian Price – 23 aparições, 537jardas, 1 TD

Os Bucs selecionaram dois DT em sequência no draft de 2010. Enquanto o primeiro se provou um jogador extremamente competente, o mesmo não se pode dizer do segundo.  O jogador perdeu praticamente toda sua temporada de rookie com uma contusão.  Sem convencer os treinadores da equipe, foi trocado em 2012 para o Bears por uma escolha de 7ª rodada. Não conseguiu mais se firmar na liga.

Steal: Não houve.

Draft de 2011

Rodada 1 #20 overall – DE Adrian Clayborn – Iowa (saiu na free agency de 2015)

Rodada 2 #51 overall – DE Da’Quan Bowers – Clemson (dispensado em 2014)

Rodada 3 #84 overall – LB Mason Foster – Washington (saiu na free agency de 2015)

Rodada 4 #104 overall – TE Luke Stocker – Tennessee (continua no time)

Rodada 5 #151 overall – DB Ahmad Black – Florida (dispensado em 2013)

Rodada6 #187 overall – RB Allen Bradford – USC (dispensado em 2011)

Rodada 7 #222 overall – DB Anthony Gaitor – Florida International (dispensado em 2013)

Rodada 7 #238 overall –TE Daniel Hardy – Idaho (nunca jogou pelo time)

Melhor escolha: DE Adrian Clayborn – 36 aparições, 109 tackles, 13 sacks

Foi um draft bem pobre para o time da Florida, não produzindo nenhum talento excepcional. Dos jogadores selecionados o melhor foi o DE Adrian Clayborn. Apesar de seus números  não impressionarem, e as lesões atrapalharem, o jogador foi titular durante seu tempo em Tampa Bay. Deixou a equipe em 2015, mas não deixou a divisão, assinando com o rival Atlanta Falcons.

Pior escolha: DE Da’Quan Bowers – 50 aparições, 66 tackles, 7 sacks

Bowers chegou a ser quotado como jogador de primeira rodada no draft de 2011. Preocupações com histórico de lesões o derrubaram para a segunda rodada.  Infalizmente as preocupações tinham fundamento. Na sua segunda offseason com o time ele rompeu o tendão de Aquiles em um treino. Várias outras lesões menores tiraram o uma vez promissor defensive end de campo. Foi dispensado em 2014, nunca justificando a escolha de 2ª rodada investida nele.

Steal: não houve.

Carolina Panthers

Draft de 2010

Rodada 2 #48 overall – QB Jimmy Clausen – NotreDame (dispensado em 2013)

Rodada 3 #78 overall – WR Brandon LaFell – LSU (saiu na free agency de 2014)

Rodada 3 #89 overall – WR Armanti Edwards –AppalachianState (dispensado em 2013)

Rodada 4 #124 overall – LB Eric Norwood – South Carolina (dispensado em 2011)

Rodada 6 #175 overall – DE Greg Hardy – Mississippi (saiu na free agency de 2015)

Rodada 6 #198 overall – WR David Gettis – Baylor (dispensado em 2012)

Rodada 6 #202 overall – DB Jordon Pugh – Texas A&M (dispensado em 2011)

Rodada 6 #204 overall – QB Tony Pike – Cincinnati (dispensado em 2011, aposentado em 2012)

Rodada 7 #223 overall – DB R.J. Stanford – Utah (dispensado em 2012)

Rodada 7 #249 overall – DB Robert McLain – Connecticut (dispensadoem 2011)

Melhor escolha: DE Greg Hardy – 33 aparições, 204 tackles, 34 sacks, 7 fumbles forçados

Greg Hardy foi selecionado apenas na sexta rodada, um grande achado. Seus 34 sacks vieram a um grande custo benefício, sendo claramente a melhor escolha da equipe no fraco draft de 2010. Hardy teve direito a uma temporada de 15 sacks em 2013 e uma de 11 em 2011, o que fez com que o Cowboys apostasse no jogador com todos os problemas extra-campo que o DE tem apresentado.

Pior escolha: QB Jimmy Clausen – 13 aparições, 52,5% de passes completos, 1558 jardas, 3 TDs, 9 interceptações, 9 fumbles sofridos.

Devido à péssimas apresentações do então titular de Carolina, o QB Matt Moore, Clausen assumiu o ataque do time na semana 3 de 2010. Foi titular por apenas 3 semanas, com um péssimo desempenho: 47% de passes completos, 1 TD, 3 interceptações e 7 fumbles sofridos. Voltou ao comando do ataque posteriormente, apenas para garantir a primeira escolha do draft para seu time. Em 2011 Carolina selecionou seu franchise QB e Clausen foi para o limbo. Assinou contrato com o Bears em 2014 após ser dispensado do Panthers, nunca mostrando o porquê de ter sido uma escolha de 2ª rodada.

Steal: DE Greg Hardy

O talento de Hardy geralmente é encontrado em rodadas anteriores do draft.

Draft de 2011

Rodada 1 #1 overall – QB Cam Newton – Auburn (continua no time)

Rodada 3 #65 overall – DT Terrell McClain – South Florida (dispensado em 2011)

Rodada 3 #97 overall – DT Slone Fua – Stanford (dispensado em 2013)

Rodada 4 #98 overall – DB Brandon Hogan – West Virginia (dispensado em 2012)

Rodada 5 #132 overall – WR Kealoha Pilares – Hawaii (dispensado em 2014)

Rodada6 #166 overall – LB Lawrence Wilson – Connecticut (nunca jogou pelo time)

Rodada6 #203 overall – C Zach Williams – Washington State (dispensado em 2012)

Rodada 7 #244 overall –OT Lee Ziemba – Auburn (aposentado em 2012)

Melhor escolha: QB Cam Newton – 62 aparições, 59,5% de passes completos, 14426 jardas, 82 TDs, 54 interceptações, 2571 jardas terrestres, 33 TDs corridos.

Newton teve uma carreira estrelar em Auburn, onde foi o vencedor do Heisman Trophy de 2010. Não houve duvida na cabeça da diretoria do Panthers sobre como gastar a primeira escolha do draft. A seleção deu certo e Cam Newton elevou em muito o nível da equipe, levando Carolina ao título de sua divisão nos dois últimos anos.

Pior escolha: DT Terrell McClain – 12 aparições, 19 tackles, 1 sack

Se Carolina acertou em cheio na sua primeira escolha no draft, o mesmo não se pode dizer da segunda. O DT Terrell McClain passou apenas uma temporada com o time antes de ser dispensado. Em 19 jogos não se mostrou um grande talento. Teve rápidas passagens por Patriots e Texans, atualmente atuando pelo Dallas Cowboys.

Steal: não houve

NFC Leste

New York Giants

Draft de 2010

Rodada 1 #15 overall – DE Jason Pierre-Paul – South Florida (continua no time)

Rodada 2 #46 overall – DT Linval Joseph – East Carolina (saiu na free agency de 2014)

Rodada 3 #76 overall – DB Chad Jones – LSU (dispensado em 2012)

Rodada4 #115 overall – LB Philip Dillard – Nebraska (dispensado em 2012)

Rodada5 #147 overall – OG Mitch Petrus – Arkansas (dispensado em 2012)

Rodada6 #184 overall – LB Adrian Tracy – William & Mary (dispensado em 2013)

Rodada7 #221 overall – P Matt Dodge – East Carolina (nunca jogou pelo time)

Melhor escolha: DE Jason Pierre-Paul – 75 aparições, 286 tackles, 42 sacks, 2 interceptações

Apesar da queda nas duas últimas temporadas, o início de carreira de Jason Pierre-Paul foi brilhante. O jogador foi essencial para o conquista do Super Bowl XLVI, sendo no mesmo ano selecionado para seu primeiro Pro-Bowl com 16,5 sacks na temporada. Após duas temporadas lentas conseguiu 12,5 sacks em 2014 mostrando sinais de recuperação.

Pior escolha: DB Chad Jones – 0 aparições

Jones passou duas temporadas com o time e nunca participou de um jogo. Mesmo assim tem um anel de campeão do Super Bowl.  Desistiu da carreira na NFL após falhar nos exames físicos do Giants em 2012 e ser dispensado. Tentou carreira no baseball onde foi draftado pelo Cincinnati Reds. Atualmente é free agent na MLB.

Steal: não houve.

Draft de 2011

Rodada 1 #19 overall – DB Prince Amukamara – Nebraska (continua no time)

Rodada 2 #52 overall – DT Marvin Austin – North Carolina (dispensado em 2012)

Rodada 3 #83 overall – WR Jerrel Jerningan – Troy (dispensado em 2014)

Rodada4 #117 overall – OT James Brewer – Indiana (saiu na free agency de 2015)

Rodada6 #185 overall – LB Greg Jones – Michigan State (dispensado em 2012)

Rodada 6 #198 overall – DB Tyler Sash – Iowa (dispensado em 2013)

Rodada 6 #202 overall – LB Jacquian Williams – South Florida (dispensado em 2014)

Rodada 7 #221 overall – RB Da’Rel Scott– Maryland (dispensado em 2013)

Melhor escolha: DB Prince Amukamara – 44 aparições, 198 tackles, 6 interceptações, 35 passes defendidos

Apenas dois jogadores selecionados pelo Giants em 2011 continuavam na equipe em 2014, e apenas um deles estará em 2015: o CB Prince Amukamara. Apesar de seus números não justificarem uma escolha de primeira rodada, é o jogador do draft que mais trouxe valor para o Giants, portanto sendo sua melhor escolha em 2011.

Pior escolha: DT Marvin Austin – 8 aparições, 8 tackles

Austin é outro jogador que tem um anel de Super Bowl “por tabela”. Sofreu uma lesão na pré-temporada e perdeu toda sua temporada de calouro. Em seu segundo ano apareceu apenas em 8 jogos, não chamado atenção e sendo dispensado ao fim do ano. Teve passagens por Dolphins e Cowboys, e atualmente defende as cores do Denver Broncos.

Steal: não houve

Philadelphia Eagles

Draft de 2010

Rodada 1 #13 overall – LB Brandon Graham – Michigan (continua no time)

Rodada 2 #37 overall – DB Nate Allen – South Florida (saiu na free agency em 2015)

Rodada 3 #86 overall – DE Daniel Te’o-Nesheim – Washington (dispensado em 2011)

Rodada 4 #105 overall – DB Trevard Lindley –Kentucky (dispensado em 2011)

Rodada 4 #121 overall – LB Keenan Clayton – Oklahoma (dispensado em 2012)

Rodada 4 #122 overall – QB Mike Kafka – Northwestern (dispensado em 2012)

Rodada 4 #125 overall – TE Clay Harbor – Missouri State (dispensado em 2013)

Rodada 5 #134 overall – DE Ricky Sapp – Clemson (nunca jogou pela equipe)

Rodada 5 #159 overall – WR Riley Cooper – Florida (continua no time)

Rodada 6 #200 overall – RB Charles Scott – LSU (nunca jogou pela equipe)

Rodada 7 #220 overall – LB Jamar Chaney – Mississippi State (dispensado em 2013)

Rodada 7 #243 overall – DT Jeffrey Owens – Georgia (dispensado em 2011)

Rodada 7 #244 overall – DB Kurt Coleman – Ohio State (saiu na free agency em 2014)

Melhor escolha: DB Nate Allen – 74 aparições, 324 tackles, 10 interceptações, 4 sacks, 29 passes defendidos

O Eagles teve o impressionante número de 13 escolhas no draft de 2010. Apesar disso apenas dois jogadores continuam na equipe, mostrando um trabalho no mínimo duvidoso do então front office da equipe. A escolha que mais contribuiu com a equipe foi Nate Allen, selecionado na segunda rodada. Allen foi titular para a equipe durante cinco anos, apesar de ser muitas vezes questionado pela torcida. Deixou a equipe para assinar com o Raiders na free agency de 2015.

Pior escolha: LB Brandon Graham – 64 aparições, 121 tackles, 17 sacks

O Eagles subiu no draft para draftar o LB, mas o jogador nunca justificou tamanho investimento da equipe da Filadélfia.  Foi titular em apenas 13 jogos na carreira, e teve apenas duas temporadas com números razoáveis.

Steal: não houve

Draft de 2011

Rodada 1 #23 overall – OG Danny Watkins – Baylor (dispensado em 2013)

Rodada 2 #54 overall – DB Jaiquawn Jarrett – Temple (dispensado em 2012)

Rodada 3 #90 overall – DB CurtisMarsh – Utah State (dispensado em 2013)

Rodada 4 #116 overall – LB Casey Matthews – Oregon (saiu na free agency em 2014)

Rodada 4 #120 overall – K Alex Henery – Nebraska (dispensado em 2014)

Rodada 5 #149 overall – RB Dion Lewis – Pittsburgh (trocado em 2014)

Rodada 5 #161 overall – OG Julian Vandervelde – Iowa (dispensado em 2011, recontratado em 2012, continua no time)

Rodada 6 #191 overall – C Jason Kelce – Cincinnati (continua no time)

Rodada 6 #193 overall – LB Brian Rolle – Ohio State (dispensado em 2012)

Rodada 7 #237 overall – LB Greg Lloyd – Connecticut (dispensado em 2011)

Rodada 7 #240 overall – RB Stanley Havili – USC (trocado em 2013)

Melhor escolha: C Jason Kelce – 46 aparições

Kelce acabou sendo o center titular da equipe desde que foi draftado, provando ser um ótimo valor pela posição onde foi encontrado. Segundo o Pro Football Focus foi o melhor center do ano em 2013, sendo selecionado para o Pro Bowl em 2014.

Pior escolha: OG Danny Watkins – 23 aparições

Watkins foi selecionado para ser o titular da linha ofensiva do Eagles, mas ainda no training camp perdeu essa condição. Nunca se firmou na equipem mesclando péssimas atuações com lesões. Foi dispensado em 2013 quando assinou com o Dolphins. Jogou um jogo com a equipe da Flórida antes de ser dispensado mais uma vez. Atualmente é bombeiro.

Steal: não houve

Washington Redskins

Draft de 2010

Rodada 1 #4 overall – OT Trent Williams – Oklahoma (continua no time)

Rodada 4 #103 overall – LB Perry Riley– LSU (continua no time)

Rodada 6 #174 overall – TE Dennis Morris – Louisiana Tech (nunca jogou pelo time)

Rodada 7 #219 overall – WR Terrence Austin – UCLA (dispensado em 2013)

Rodada 7 #229 overall – OG Erik Cook – Minnesota (dispensado em 2012)

Rodada 7 #231 overall – OT Selvish Capers – West Virginia (nunca jogou pelo time)

Melhor escolha: OT Trent Williams – 71 aparições

Bom homem de linha ofensiva, foi ao Pro-Bowl nos últimos 3 anos. Consolidou-se como titular absoluto da linha ofensiva de Washington, sendo um dos OT mais dominantes da liga.

Pior escolha: TE Dennis Morris – 0 aparições

Uma aposta que não funcionou. Antes mesmo do início da pré-temporada Morris foi trocado para o St. Louis Rams por uma escolha condicional, passando menos de 3 meses com a equipe. Assinou ainda com o Chargers antes de desaparecer da NFL. Atualmente joga pelo West Texas Wildcatters da Lone Star Football League.

Steal: não houve

Draft de 2011

Rodada 1 #16 overall – LB Ryan Kerrigan – Purdue (continua no time)

Rodada 2 #41 overall – DT Jarvis Jenkins – Clemson (saiu na free agency em 2015)

Rodada3 #79 overall – WR Leonard Hankerson – Miami (FL) (saiu na free agency em 2015)

Rodada 4 #105 overall – RB Roy Helu – Nebraska (saiu na free agency em 2015)

Rodada 5 #146 overall – DB Dejon Gomes – Nebraska (dispensado em 2012)

Rodada 5 #155 overall – WR Niles Paul – Nebraska (continua no time)

Rodada 6 #177 overall – RB Evan Royster – Penn State (dispensado em 2013)

Rodada6 #178 overall – WR Aldrick Robinson – Southern Methodist (dispensado em 2014)

Rodada 7 #213 overall – DB Brandyn Thompson – Boise State (dispensado em 2012)

Rodada 7 #217 overall – OG Maurice Hurt – Florida (dispensado em 2013)

Rodada 7 #224 overall – DE Markus White – Florida State (dispensado em 2012)

Rodada 7 #253 overall – DT Chris Neild – West Virginia (dispensado em 2014)

Melhor escolha: LB Ryan Kerrigan – 64 aparições, 247 tackles, 38 sacks

Nenhum grande jogador apareceu no draft de 2011 para o Redskins, mas a melhor escolha foi a do LB Ryan Kerrigan. O jogador foi selecionado ao Pro-Bowl em sua segunda temporada, mostrando valer a escolha de Washington. Extremamente durável, jogou todos os jogos com a equipe desde que foi draftado. Conseguiu ótimos 13,5 sacks na temporada passada.

Pior escolha: DB Dejon Gomes – 3 aparições, 0 tackle

Em um bom draft, que produziu poucos destaques negativos, a pior escolha de Denver em 2011 foi o LB Mike Mohamed. O jogador nunca conseguiu se firmar do elenco principal e acabou dispensado no início de sua segunda temporada com o time. Após uma breve passagem pelo Jaguars o LB assinou com o Texans onde joga atualmente.

Steal: não houve

Dallas Cowboys

Draft de 2010

Rodada 1 #24 overall – WR Dez Bryant – Oklahoma State (continua no time)

Rodada2 #55 overall – LB Sean Lee – Penn State (continua no time)

Rodada 4 #126 overall – DB Akwasi Owusu-Ansah – Indiana (PA) (dispensado em 2012)

Rodada 6 #179 overall – OT Sam Young – Notre Dame (dispensado em 2011)

Rodada 6 #196 overall – DB Jamar Wall – Texas Tech (nunca jogou pelo time)

Rodada 7 #234 overall – DT Sean Lissemore – William & Mary (trocado em 2012)

2010 Suplementar

Rodada 7 – DT Josh Brent – Illinois (continua no time)

Melhor escolha: WR Dez Bryant – 75 aparições, 381 recepções, 5424 jardas e 56 TDs

Bryant é um dos jogadores mais dominantes da NFL, discutivelmente o melhor recebedor da liga. Seus 16 TDs em 2014 impressionam e o jogador foi a prioridade do time para renovação de contrato na offseason 2015. Espere grandes jogadas do excelente WR na temporada de 2016.

Pior escolha: DB Akwasi Owusu-Ansah – 10 aparições

Vindo de uma escola pequena, pouca confiança cercava o jogador, e muitos questionaram sua escolha na 4ª rodada em 2010. Apareceu em apenas 10 jogos com o Cowboys, na maioria como retornador de kickoffs. Passou por Jaguars, Raiders, Saints e Lions. Não aparece na liga desde a temporada 2013

Steal: não houve

Draft de 2011

Rodada 1 #9 overall – OT Tyron Smith – USC (continua no time)

Rodada 2 #40 overall – LB Bruce Carter – North Carolina (saiu na free agency em 2015)

Rodada 3 #71 overall – RB Demarco Murray – Oklahoma (saiu na free agency em 2015)

Rodada 4 #110 overall – OG David Arking – Missouri State (dispensado em 2013)

Rodada 5 #143 overall – DB Josh Thomas – Buffalo (nunca jogou pelo time)

Rodada 6 #176 overall – WR Dwayne Harris – East Carolina (saiu na free agency em 2015)

Rodada 7 #220 overall – RB Shaun Chapas – Georgia (dispensado em 2012)

Rodada 7 #252 overall – CBill Nagy – Wisconsin (dispensado em 2012)

Melhor escolha: OT Tyron Smith – 63 aparições

Tyron Smith teve um excelente ano de 2014 (foi All-Pro), ajudando a pavimentar a temporada histórica de Demarco Murray. Titular desde que entrou na liga, se provou bastante durável perdendo apenas um jogo em sua carreira de 4 anos.

Pior escolha: OG David Arking – 0 aparições

Ficou inativo durante quase todo o período que passou com a equipe, nunca colaborando com o time, mostrando ser um desperdício de seleção no draft. Passou tempo com o Dolphins, onde registrou seu único jogo na NFL. Fora da liga desde 2013

Steal: RB Demarco Murray – 53 aparições, 934 corridas, 4526 jardas, 28 TDs

Murray foi o melhor RB de 2014, conquistando impressionantes 1845 jardas terrestres e 13 TDs terrestres, demonstrando o que pode fazer quando saudável. Os scouts perderam isso no draft de 2011, fazendo com que o talentoso RB caísse para a 3ª rodada. Assinou com o rival Philadelphia Eagles na offseason de 2015, e com certeza vai deixar saudade no Texas.

Compartilhe

Comments are closed.