segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

Compartilhe

Kansas City Chiefs e San Francisco 49ers carimbaram no último domingo (19) as suas vagas para o Super Bowl LIV, que acontecerá no próximo dia 02, em Miami. As duas equipes dominaram seus confrontos nas finais de conferência contra Titans e Packers, respectivamente, dando sinais claros de que o duelo pelo principal título do futebol americano será um dos mais equilibrados e interessantes dos últimos anos. No comando dos times, a dupla Andy Reid e Kyle Shanahan possui semelhanças em suas trajetórias e desfruta do mesmo objetivo: Vencer o 1º Super Bowl de suas carreiras. Em um encontro que promete entrar para a história do esporte, ambos querem afastar os fantasmas do passado e fazer parte da lista de técnicos campeões da NFL.

Aos 61 anos de idade, Andy Reid faz parte da NFL como treinador à exatas 21 temporadas, quando deu início a sua carreira atuando na função pelo Philadelphia Eagles. Na franquia da NFC Leste, ele se estabeleceu como um dos melhores treinadores da liga, permanecendo no comando da equipe por 14 temporadas e levando o Eagles aos playoffs em 9 delas (Conquistando o título da conferência em 2004).  Desde 2013, o experiente Reid comanda o Kansas City Chiefs na AFC Oeste e a relação entre treinador e franquia não poderia ter dado melhor: Apenas em 2014 o Chiefs não visitou os playoffs desde a mudança na comissão técnica, se estabelecendo como um dos melhores times da NFL no período.

Apesar das estatísticas positivas e o respeito conquistado ao longo dos anos, Reid conta com um asterisco na sua carreira dentro da NFL, que pode ser apagado daqui há 2 semanas. Na temporada 2004-2005, quando levou o Eagles ao Super Bowl, o treinador teve a sua 1ª oportunidade de escrever o nome na galeria de técnicos campeões do esporte, mas acabou derrotado pelo placar de 24 x 21 para o New England de Tom Brady e Bill Bellichick na oportunidade. Após o principal jogo de sua carreira como treinador, ele foi bastante criticado pela forma como conduziu a equipe nos minutos finais de partida, ganhando a fama de ser um técnico que se complica com o relógio em situações de pressão. Se merece ou não essa crítica, a verdade é que os números não mentem quando o assunto é Andy Reid: Apenas 6 profissionais da NFL venceram mais jogos na história do que ele e este grupo combina para um total de 29 títulos, o que demonstra o nível de regularidade do treinador desde 1999.

No outro lado da moeda estará Kyle Shanahan, um dos principais técnicos da nova geração da NFL. Aos 40 anos, ele atua no futebol americano profissional desde 2004 e há apenas 3 como treinador principal de uma franquia. Em San Francisco, Kyle chegou aos playoffs pela 1ª vez nesta temporada, após amargar dois anos seguidos vencendo apenas 10 jogos combinados. Com um time saudável e que mescla peças jovens e experientes, ele conseguiu levar o Niners à 13 triunfos em 2019 e se classificou para pós-temporada com a melhor campanha da NFC, garantindo o mando de campo tão importante nos playoffs e que foi fundamental para San Francisco chegar ao Super Bowl.

O sucesso na Califórnia, porém, não é uma coincidência. Uma das mentes ofensivas mais respeitadas da NFL na última década, Shanahan foi responsável pela campanha de MVP do QB Matt Ryan em 2016 e pelo incrível ano de calouro de Robert Griffin III em 2012, no Redskins. A reconhecida qualidade nas chamadas de ataque deram a ele também a função de Coordenador Ofensivo do 49ers, recebendo da franquia todo o respaldo necessário para realizar o seu trabalho.  No currículo, ele também conta com um trauma no Super Bowl causado pelo Patriots de Brady e Bellichick na temporada 2016-17; Coordenador ofensivo do Falcons na histórica final da vantagem por 28×3, Shanahan comenta com tristeza até hoje sobre o episódio e tem agora a chance de mudar o seu destino em uma posição privilegiada em San Francisco.

UM SUPER BOWL COM CARACTERÍSTICAS SEMELHANTES

Além do trauma em decisões causado pelo Patriots, a dupla possui em comum a habilidade de conduzir equipes com ataques poderosos e extremamente criativos e ágeis. Em 2019, o 49ers de Shanahan terminou a temporada regular com a 2ª melhor marca de pontos anotados da liga e a 4ª em jardas totais. Já o Chiefs de Reid foi o 5º e 6º nos mesmos quesitos, respectivamente, se destacando pelo trabalho do jogo aéreo,  5º melhor da liga em jardas e TDs anotados; Em San Francisco, quem dá as cartas é o jogo corrido, 2º melhor da NFL em jardas e o líder em TDs. No comando de duas equipes tão semelhantes, eles tem uma nova chance na carreira para deixarem no passado a 1ª experiência negativa no Super Bowl e reescreverem a história. Quem sairá vencedor no duelo de gerações entre Andy Reid e Kyle Shanahan?


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.