quarta-feira, 24 de junho de 2020

Compartilhe

Em um esporte conhecido pela exigência física e em uma posição tão essencial para o sucesso de uma equipe, contar com o máximo de WRs talentosos e de diferentes características no mesmo elenco é um privilégio que nem todos os times da NFL podem se gabar de ter. Ainda sem contratos com uma equipe profissional há pouco mais de dois meses do início da temporada, a dupla Antonio Brown e Josh Gordon finalmente começa a chamar a atenção dentro do mercado, ganhando o interesse de franquias competitivas como Seattle Seahawks e Baltimore Ravens. Conhecidos tanto pelas suas capacidades dentro de campo quanto pelas polêmicas fora dele, Brown e Gordon podem representar uma aposta arriscada em 2020, mas capaz de trazer resultados imediatos. Afinal, qual dois dois WRs tem mais condições de ajudar o seu time?

Suspenso da NFL pela 5ª vez durante a última temporada, Josh Gordon nunca esteve em campo atuando em um calendário completo desde a sua estreia na liga. Em 2014, ano em que participou de 14 jogos pelo Cleveland Browns, o WR registrou os melhores números de sua carreira, com 1646 jardas totais, 9 TDs e 87 recepções, dando sinais de que poderia ser um dos jogadores mais produtivos de sua posição na última década. Desde então, os problemas extra-campo vem tirando o foco e a capacidade do recebedor em se estabelecer como um atleta produtivo e confiável dentro de um elenco da NFL. Nos últimos dois anos, Gordon atuou por três times diferentes e foi pouco efetivo em todos eles, sendo suspenso mais uma vez em 2019. Agora, o WR de apenas 29 anos está próximo de ser novamente reintegrado pela liga para dar sequencia a sua conturbada carreira.

Leia Mais: Casos de Covid-19 entre atletas ligam o alerta na NFL

Leia Também: Free Agents que ainda podem ajudar muito seu time – EDGE RUSHERS

No mesmo barco está outro WR que se destacou na última década e, diferente de Gordon, foi extremamente regular durante a sua carreira. Próximo de fazer 32 anos, Antonio Brown está sem time desde a passagem de apenas 1 jogo em New England em 2019 e o fiasco em Oakland no início da mesma temporada. Em sua carreira na AFC Norte, Brown nunca foi conhecido por se ausentar dos jogos ou causar problemas fora de campo, embora sua personalidade forte já tenha interferido em algumas de suas performances. Ainda assim, antes de se despedir do Steelers, ele se estabeleceu como um dos melhores WRs da NFL e parecia pronto para brilhar em um novo time. A passagem conturbada em Oakland mostrou a dificuldade de lidar com um jogador com o ego de Brown e as acusações de condutas indevidas durante o seu breve período em New England diminuíram um possível interesse de franquias que certamente poderiam contar com a sua presença no elenco.

A dupla, que não atua desde o final do ano passado, tem agora mais uma chance de chamar a atenção dos times, mostrando que além de estarem fisicamente prontos para o próximo desafio, também podem se tornar boas influencias no elenco, não gerando distrações desnecessárias dentro do vestiário. Se esportivamente é quase impossível negar o retorno que Brown e Gordon podem trazer para qualquer elenco da NFL, disciplinarmente a conversa muda de tom. Enquanto Josh Gordon segue lutando para lidar com os problemas de vício para voltar a focar exclusivamente no esporte, Brown ainda espera a resposta da liga sobre uma dupla acusação de assédio sexual feita por duas mulheres diferentes no ano passado. Mesmo que retorne ao futebol americano em 2020, ele ainda tem um longo caminho de reajuste disciplinar para lidar por conta do seu comportamento fora de campo no último ano.

Em um esporte que vem mudando a sua filosofia de construção dos elencos, apostando cada vez mais em jogadores que também possam dar um retorno positivo fora dos gramados, a NFL parece resistente a oferecer novas oportunidades para casos como os de Antonio Brown e Josh Gordon. As notícias mais recentes, porém, mostram que algumas franquias ainda acreditam na habilidade de controlar atletas com esse tipo de histórico e não seria uma surpresa se a dupla ganhasse uma nova chance durante a temporada de 2020. Em um momento em que a pandemia não permite testes presenciais, é fundamental que os dois jogadores se mantenham em forma e com a cabeça no lugar, dispostos a entrar em contato com qualquer uma das 32 franquias que possam estar interessadas em seus trabalhos e em saber como ambos vem lidando com este conturbado período de suas carreiras.

BROWN OU GORDON? QUEM VOCÊ ESCOLHERIA?

A situação de Antonio Brown e Josh Gordon não é encarada como uma disputa pessoal, mas certamente as franquias interessadas em contar com um algum dos dois WRs irá elencar pontos positivos e negativos de cada um deles. Enquanto Brown certamente se mostrou um jogador mais completo e teve uma careira mais produtiva e regular que Gordon, o ex-jogador do Browns atuou em 11 jogos em 2019, é mais novo que o seu companheiro de posição e, caso seja reintegrado à NFL em breve, não entra na temporada com o risco de ser suspenso como no caso de Brown, que só atuou em 1 jogo oficial no ano passado.

Por outro lado, tirando o conturbado ano de 2019, Antonio Brown era conhecido por decidir em grandes jogos e nunca deixou de entregar em campo o que o Steelers esperava dele. Com a cabeça no lugar e os problemas extra-campo no passado, ele certamente tem lugar para contribuir em um elenco da NFL, causando um impacto imediato. Analisando somente os números, o camisa 84 somou 15 TDs em sua última temporada em Pittsburgh, enquanto Josh Gordon tem um total de 10 TDs anotados desde 2017. Além disso, Brown nunca foi suspenso pelos mesmos motivos de Gordon, embora certamente mereça uma punição justa da liga caso as acusações feitas contra ele sejam confirmadas. Neste momento, o ex-Steelers ainda é um jogador com capacidade de ser mais produtivo que o ex-Browns, mas o caminho ainda é longo para a dupla, que ainda não sabe nem se estará em campo em 2020.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.