terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Compartilhe

the fumble - L32

Tony Romo calou “azinimiga”

“Vou esperar o Tony Romo paçocar pra zoar ele”. Um certo colunista, de um certo site sobre NFL, dono de um certo perfil de cantadas no twitter disse isso antes de começar os playoffs. Tinha em mente um monte de zoações com o Tony Romo e CHEGA! Menino Antonio Ramiro mostrou quem é que manda na coisa toda, calou os críticos e mandou um sonoro CHUPA para todos que duvidavam dele. Depois de dar uns tackles na Carrie Underwood, a vitória sobre o Lions foi a grande conquista do camisa 9 de Dallas nos últimos tempos.

O melhor comentário que vi sobre o Romo foi de um seguidor do Cantadas, ele disse: Tony Romo tem cara de montador de câmbio da Mercedes. Ou seja, ele é rústico e chique ao mesmo tempo.

O inferno de Lindley

Ryan Lindley no último sábado teve o mesmo problema que tive no meu último namoro: Foi maltratado por uma Carolina.

Assim como eu, Lindley teve a sensação de que poderia dominar e conquistar a Carolina, mas conforme o tempo foi passando, as coisas foram perdendo o controle até chegar no ponto de desejar nunca ter a encontrado na vida. Pobre Ridley, por causa do sofrimento que a Carolina me fez passar, comecei a acompanhar a NFL para ocupar a mente… Com você será o contrário, depois de sofrer com a Carolina, nunca mais vai querer saber de futebol americano na vida! Acontece, meu caro… Acontece.

Mariotatata, tá me chamando, Mariotatata

Torcedores do Tamba Bay Buccanneers tiveram orgasmos vendo o jogo de Marcus Mariota no Rose Bowl. O vencedor do Heismann Trophy comandou o Oregon State (que tem o Pato Donald como mascote. Tudo bem, sei que não é o Donald mas, por favor, não tirem minha ilusão) na grande vitória sobre Flórida. Mariotinha tem tudo pra ser primeira escolha no Draft e os piratas já estão tirando os tapa-olhos para ver melhor essa situação… Apesar de boatos de que um passarinho lá na Filadélfia tá preparando uma marotagem para pegar o Marcus…

Aliás, quem não daria tudo para pegar o Mariota. (COMENTÁRIO 100% HÉTERO).

Andrew, um homem de sorte

Por mais um ano, Andrew Luck vai se destacando e agora tem a chance de conseguir a maior “mitage” da sua carreira: Vencer o Broncão da Massa fora de casa e levar o Colts para a final da conferência. Tarefa difícil para ele e seus amigos, mas nada impossível.

Do outro lado está Peter Maninng, tadinho (by: Luciana Gimenez) que sonha com mais um Super Bowl. Preparem a pipoca… Juro que esse papo da pipoca não foi provocação.

Ao contrário da NHL, nos playoffs da NFL os Flaccos têm vez

Joe Flacco tem um sobrenome propenso a trocadilhos quando ele joga mal, mas parece que quando vem a pós-temporada ele se agiganta. Conduziu o Baltimore Ravens numa grande vitória sobre o Pittsburgh Steelers, no estádio do Gotham Rogues.

Agora, Flacco vai encarar o time do marido da Gisele Bundchen em Foxboro…

E a charada do dia é: Quando foi a última vez que os Patriots perderam um jogo de playoff em casa?

Resposta: Em 2012. Pra quem? Isso mesmo! Para os Corvos de Baltimore.

De dar nojo

A torcida do Detroit Lions está muito irritada com a atuação das zebras no jogo diante do Dallas Cowboys. Não deveriam. Talvez isso explique a declaração do jogador Dez Bryant após o fim do jogo. “Se vocês soubessem o que aconteceu no Wild Card da NFL em 2015, ficariam enojados…”

Vai bugar o mundo

Teremos o jogo que vai bugar o mundo. Green Bay Packers, que está 8-0 em casa, vai encarar o Dallas Cowboys, que está 8-0 fora de casa. Teremos prorrogação e a “prorrogação Ad Eternum” nunca fez tanto sentido.

Whatsapp da NFL

Num serviço no melhor estilo CIA, tivemos acesso a algumas conversas de “zap zap” dos astros da NFL! Confira:

1420501197399_FAKEZAP 1420501522575_FAKEZAP 1420502110440_FAKEZAP

Compartilhe

Leave A Reply