quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Compartilhe

Em 2020 a NFL comemorará o 50° aniversário do prêmio Walter Payton Man Of The Year, principal honra dada ao atleta que se destacou pelo seu desempenho dentro e fora de campo, usando sua influência para praticar a solidariedade por meio de trabalhos voluntários e caridade. A premiação ajuda a dar um caráter mais humanitário a uma das ligas mais ricas do planeta e auxilia na melhora da imagem dos seus atletas, geralmente divulgados na imprensa por conta de polêmicas e problemas com a lei.


Nomeado anteriormente como NFL Man Of The Year Award, a honraria mudou de título em 1999 após a morte do lendário RB do Chicago Bears, Walter Payton, vencedor no ano de 1977 e um exemplo atemporal de comportamento e profissionalismo. A cada temporada, os 32 times elegem um jogador para concorrer por meio de uma votação que inclui o atual comissário da liga, Roger Goodell, a viúvia de Walton Payton, Connie Payton, e outros ex-jogadores, além do vencedor do ano anterior.

Na última temporada, o prêmio ficou com o Defensive End Chris Long, do Philadelphia Eagles, que recebeu a honraria das mãos de J.J. Watt (Vencedor em 2017) antes do Super Bowl entre Rams e Patriots. E Long não chegou lá por acaso: Nas últimas duas temporadas, o defensor sacrificou parte do seu salário para ajudar na promoção de ações humanitárias, dando um grande exemplo de cidadania.

Leia Mais: O Titans ainda deve apostar em Marcus Mariota?

Leia Também: Landon Collins e mercado de Safeties da NFL

A batalha por uma sociedade mais justa vem sendo uma constante durante a carreira de Chris Long, campeão do Super Bowl com New England e Philadelphia, respectivamente. Em 2015 a “Chris Long Foundation” foi criada com o objetivo principal de promover três causas filantrópicas: Limpeza das águas, Educação de Jovens e Valorização dos Veteranos de Guerra. A principal bandeira levantada pelo defensor – Fornecer água potável para comunidades do Leste Africano – culminou na criação do “Waterboyz”, grupo formado por atletas profissionais e fãs do esporte que juntos levantam fundos e alertam para o problema da escassez de água potável naquela região. Até o momento, o grupo já conseguiu arrecadar mais de U$ 3 Milhões e ajudou a construir 55 poços que beneficiam 211 mil pessoas naquele local.

Como se todas essas iniciativas já não bastassem para torná-lo um exemplo de atleta engajado, Long decidiu doar grande parte do seu salário para instituições que promovem a distribuição de bolsas e o ensino de qualidade na sua cidade natal de Charlottesville, na Virgínia. O contrato de dois anos assinado com o Eagles em 2017 também garantiu que as cidades de Boston, St. Louis e Philadelphia pudessem receber doações por parte do jogador, que doou o salário dos jogos para instituições responsáveis pela igualdade educacional nas regiões em que atuou profissionalmente. Em 2018, Long também foi responsável pela doação de U$ 75 Mil para crianças de bairros pobres, investidos em literatura e na compra de livros novos.


Dentro de campo, o defensor também ganhou destaque ao apoiar os companheiros de equipe negros durante os protestos iniciados por Colin Kaepernick contra a violência policial e o tratamento diferenciado dado ao povo afro americano nos EUA, ganhando elogios do ex-Presidente Barack Obama. Em entrevistas, ele sempre faz questão de reforçar a sua importância como atleta na promoção de uma sociedade menos desigual, destacando o poder dos esportes nesta mudança. Em 2018, o veterano defensor de 33 anos completou a sua 11ª temporada na NFL, somando 6,5 sacks.

“Sou incrivelmente grato ao fato do Futebol Americano fornecer uma plataforma que me permite devolver aos mais necessitados. Tenho muito orgulho de estar ao lado de companheiros que decidiram usar este palco para criar mudanças positivas e impactantes em comunidades locais e também ao redor do mundo”, afirmou Long, logo após receber o prêmio no começo deste mês. A expectativa é que ele se aposente em breve dos gramados, mas o seu legado será eterno.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.