quinta-feira, 28 de maio de 2020

Compartilhe

Seguindo com a avaliação das principais defesas da liga para 2020, hoje é a vez da conferência nacional. Você também pode conferir a análise da AFC clicando aqui. Histórico recente, novas aquisições (draft e free agency) e projeção para o futuro foram levados em consideração. 

  1. San Francisco 49ers

SANTA CLARA, CA – OCTOBER 27: Nick Bosa #97 of the San Francisco 49ers sacks Kyle Allen #7 of the Carolina Panthers during the game at Levi’s Stadium on October 27, 2019 in Santa Clara, California. The 49ers defeated the Panthers 51-13. (Photo by Michael Zagaris/San Francisco 49ers/Getty Images)

Entre as melhores de 2019, a defesa de Robert Saleh perdeu um dos pilares para esta temporada. DT DeForest Buckner vai vestir as cores do Indianapolis Colts agora. Javon Kinlaw foi a resposta imediata. O calouro da Universidade da Carolina do Sul, escolhido na primeira rodada, tem potencial para ser dominante. Se conseguir ficar longe das lesões pode suprir a ausência à altura. Alinhado a Dee Ford, Arik Armstead, Nick Bosa e Solomon Thomas formam a principal linha defensiva da NFL.

Leia Mais: As prateleiras da NFL – Linha defensiva

Leia Também: Defesas mais dominantes da liga – AFC

Completando o box, LBs como Kwon Alexander e Fred Warner incrementam ainda mais o grupo. Como no último ano, podemos esperar agressividade e contenção do jogo terrestre adversário, mas também solidez na cobertura de rotas. A secundária foi a melhor em jardas cedidas na temporada passada (2.707). Vale ressaltar que a unidade ainda conta com o astro veterano Richard Sherman.

  1. New Orleans Saints

Silenciosa, mas eficiente. Essa foi marca registrada da defesa do Saints em 2019. Não ficou entre as melhores nos principais quesitos. Foi sólida em todos eles, no entanto. Especialmente contra o jogo terrestre. Sempre aparecia na hora exata para ajudar Drew Brees e cia no outro lado da bola. 

DE Cameron Jordan em ação pelo Saints

Reforços providenciais chegaram para preencher lacunas abertas. Malcolm Jenkins, ex-Eagles, foi contratado no período de free agency para agregar secundária que já contava com Marshon Lattimore e Janoris Jenkins. No draft, LB Zack Baun caiu no colo da franquia de New Orleans na terceira rodada. O novato da Universidade de Wisconsin complementa perfeitamente o agressivo front seven, liderado por Cameron Jordan, Marcus Davenport e Demario Davis.

  1. Chicago Bears

A defesa de Chicago tem potencial de sobra. As últimas duas temporadas são provas disso. O ataque sonolento, no entanto, impossibilitou voos mais altos em 2019. Mas o sistema defensivo continua com bons valores. Principalmente pensando nas linhas de frente. Melhor pass rusher da liga para muitos, Khalil Mack ganhou apoio de Robert Quinn, que teve 11.5 sacks na temporada passada pelo Dallas Cowboys. Com Roquan Smith, Danny Trevathan e Akiem Hicks, este grupo é um dos mais competitivos de toda a liga.

Os DBs Eddie Jackson e Kyle Fuller precisavam de ajuda na offseason. Para preencher os buracos foram recrutados dois cornerbacks: Jaylon Johnson e Kindle Vildor. O primeiro se mostra instintivo e preciso na cobertura em zona. Já o segundo produziu em alto nível na Georgia Southern University. O que levanta dúvida nos analistas é a conferência (Sun Belt) que não está entre as 5 principais do futebol universitário.

  1. Arizona Cardinals

Como na análise da conferência americana terminei com uma aposta, repito a dose na NFC. Packers, Rams, Cowboys e até Buccaneers eram opções mais populares neste momento. Mas a defesa da equipe do deserto tem talentos para surpreender em 2020. Chandler Jones é uma verdadeira máquina e soma 60 sacks desde que chegou em Arizona há 4 temporadas (96 na carreira). Jordan Phillips, que teve a melhor sequência da carreira ano passado com o Bills, e Devon Kennard, sólido OLB ex-Lions, chegam na free agency para complementar o grupo de pass rushers.

Se o assunto é novidade, todos os olhos estão voltados para o calouro Isaiah Simmons. O ILB da Universidade de Clemson é típico jogador completo para a NFL atual. Alto, forte, veloz e atlético. Vai de sideline a sideline e tem ótima leitura dos ataques adversários. Pode ser alinhado de diferentes maneiras e ajudar tanto no jogo terrestre quanto aéreo. Por ser versátil, Simmons é uma boa arma para aliviar a pressão da secundária, que já possui ótimos valores, como Budda Baker e Patrick Peterson.

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.