segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Compartilhe

Este espaço nas segundas-feiras durante a temporada traz o que de melhor ou pior aconteceu em cada rodada, apontando seus maiores destaques e decepções, antes do Monday Night Football, que nessa semana 13 será o confronto entre Washington Redskins e Philadelphia Eagles. Então, sem maiores enrolações, vamos aos destaques e decepções:

Chargers mostra força na AFC!

O Heinz Field é um ambiente hostil para os adversários, é bem complicado vencer lá. Mas no jogo de horário nobre de ontem a noite o Los Angeles Chargers mostrou porque é uma das forças da AFC. O primeiro tempo foi do Steelers, com Antonio Brown castigando e a defesa limitando o jogo corrido do Chargers a 2 jardas (que não contava com Melvin Gordon). Mas a segunda metade do jogo os visitantes mostraram força. Keenan Allen se destacou com 148 jardas nas 14 vezes que recebeu a bola. O running back calouro Justin Jackson cresceu no segundo tempo, correndo para 63 jardas e 1 TD. O trabalho dos times de especialistas também foi decisivo para o Chargers, com destaque do punt retornado para touchdown por Desmond King. A vitória da tranquilidade para o Chargers na busca por uma vaga na pós-temporada e deixa o time a apenas um jogo do Chiefs, que lidera a divisão.

Leia Mais: Mesmo com Flacco saudável, Lamar Jackson deve ser titular

Leia Também: Visão Aérea: Los Angeles Chargers x Denver Broncos

A derrota foi pesada para o Steelers e isso de nada tem haver com o fato de ser diante da torcida. Além de deixar o adversário se recuperar após estar 16 pontos na frente, o time agora conta com uma campanha 7-4-1, perigosamente perto do Ravens (7-5) dentro da divisão. Além disso, o time perdeu James Conner no último quarto da partida com uma lesão que a primeiro momento não parece ser tão leve. O destaque positivo pelo time da casa foi Antonio Brown, que terminou a partida com 154 jardas e 1 TD.

Mike McCarthy demitido!

O Packers foi vaiado em casa neste domingo. Também pudera, o time conseguiu perder para o Arizona Cardinals em pleno Lambeau Field. A derrota culminou na demissão do HC Mike McCarthy. Mas a culpa vai além dele nesta partida. Aaron Rodgers não jogou bem: foram apenas 233 jardas e 1 TD lançados pelo jogador. Aaron Jones recebeu a bola apenas 11 vezes para correr e pouco conseguiu fazer nestas oportunidades. No final da partida torcedor viu o ataque engrenar e conseguir um drive de 95 jardas. Porém Mason Crosby fez novamente o papel de vilão, perdendo um field goal de 49 jardas que levaria o jogo para prorrogação.

O ataque do Cardinals foi liderado por calouros. O running back Chase Edmonds teve 66 jardas totais e correu para 2 touchdowns e pode ser utilizado muito bem junto de David Johnson (69 jardas). O WR Christian Kirk, mesmo com apenas 54 jardas, foi o melhor recebedor do time. Josh Rosen, bastante pressionado durante a partida, lançou para apenas 149 jardas.

Campeões da NFC Oeste!

Pelo segundo ano consecutivo o Los Angeles Rams é o dono da NFC Oeste. Neste domingo o time comandado por Sean McVay garantiu seu lugar na pós temporada deste ano. A vitória por 30 a 16 não foi difícil, mas a defesa do Detroit Lions deu bastante trabalho para o ataque. Jared Goff não jogou bem, completando pouco mais de 50% de seus passes para 207 jardas, um touchdown e uma interceptação. Por outro lado, Todd Gurley teve 165 jardas totais e 2 touchdowns para a alegria de seus donos no Fantasy. Aaron Donald mostrou porque caminha a passos largos para ser o melhor jogador defensivo do ano: foram 1 fumble forçado, 2 sacks e 4 tackles para perdas de jardas.

Se a defesa do Lions conseguiu em muitos momentos segurar o Rams, o ataque não fez sua parte. Matthew Stafford foi muito pressionado e teve dificuldades de manter vivas as campanhas. LeGarrette Blount, com 61 jardas, foi o melhor jogador pelo chão. As chamadas ofensivas também não foram muito boas. Uma específica no final do segundo quarto, entrando no two-minute warning, chama atenção. Com o time precisando marcar, foram chamadas 2 corridas inefetivas seguidas de uma de passe (com Stafford sackado) e um 3-and-out que deu chances do Rams ampliar o placar.

Cowboys despacha o Saints!

Aconteceu o inesperado na noite de quinta-feira. Por um magro placar de 13 a 10, o Dallas Cowboys derrotou o New Orleans Saints, time que estava invicto desde a semana 2 e que vinha jogando o melhor futebol americano na liga. A defesa dos donos da casa parou Drew Brees e o ataque do Saints, que foi limitado a míseros 10 pontos e 176 jardas totais (pior marca neste ano) e não conseguindo marcar um ponto sequer na primeira metade da partida. A defesa do Cowboys como um todo foi sensacional, pressionando Brees com consistência e anulando o forte jogo corrido de Ingram e Kamara. Para coroar a noite, Jourdan Lewis interceptou Brees nos segundos finais da partida.

O ataque do Cowboys, mesmo que também sem números expressivos, fez um ótimo trabalho em se manter em campo em campanhas longas especialmente na primeira metade do jogo, dando tempo de sua defesa descansar e especialmente deixando Brees no banco. Dak Prescott incorporou a precisão do QB adversário e completou 85% de seus passes, lançando para 248 jardas e 1 TD. Outro desempenho individual digno de nota foi de Ezekiel Elliott, com 136 jardas totais e um touchdown recebido.

Giants caindo no Draft

Talvez na que foi a melhor partida da rodada, ou ao menos a mais disputada, o New York Giants venceu o Chicago Bears na frente de sua torcida por 30 a 27 na prorrogação. A defesa dos donos da casa foi muito bem, com 5 sacks e 2 interceptações, ambas do LB Alec Ogletree. No ataque, destaque absoluto para Odell Beckham Jr., que além de receber para um TD, lançou outro de 49 jardas para Russell Shepard. O calouro Saquon Barkley não pontuou, mas teve outra partida de mais de 100 jardas. Eli Manning deu uma pausa em sua decadência: não que tenha jogado muito bem, mas fez o suficiente para manter o time vivo no segundo quarto.

Sobre o Bears, o time é com certeza outro sem o quarterback Mitchell Trubisky. Chase Daniel logo na primeira campanha da partida lançou uma interceptação que acabou retornada para touchdown e não conseguiu levar com consistência o ataque. A grata surpresa na partida foi o running back Tarik Cohen: se pelo chão foram apenas 30 jardas, pelo ar foram outras 156 jardas. Além disso, saiu das mãos dele o passe para o TD que levou a partida à prorrogação.

Outros destaques e decepções

  • Nenhum dos dois ataques estava inspirados na vitória do Jaguars sobre o Colts na tarde de domingo. Todos os 6 pontos marcados foram pelo Jaguars na partida que acabou 6 a 0. A derrota do Colts complica o time na busca por pós-temporada.
  • A vitória do Ravens sobre o Falcons (26 a 16) manteve Lamar Jackson invicto na liga. Se passando ele ainda não se encontrou, com as pernas ele castigou (perdão pela rima): foram 75 jardas e 1 touchdown na partida.
  • Com a vitória sólida de hoje sobre o Vikings, o Patriots vai a 9-3 com 4 jogos ainda no calendário. Destaque para Tom Brady, que atingiu a marca de 1.000 jardas corridas na carreira e para a defesa do time, que interceptou Kirk Cousins 2 vezes na partida.
  • Pela segunda semana consecutiva Jameis Winston conseguiu liderar o Buccaneers para a vitória. Contra o Panthers neste domingo o quarterback foi eficiente, lançando para 2 touchdowns e 249 jardas, completando 66% dos passes.
  • O Chiefs teve muito mais dificuldades do que o esperado para vencer o Raiders. A partida, que terminou com uma posse de diferença, teve atuação de gala do tight end Trevis Kelce: foram 168 jardas e 2 touchdowns recebidos pelo jogador.
  • Se a derrota para o Seahawks no reencontro de Richard Sherman com o CenturyLink Field foi feia, pelo menos um ponto positivo pode ser visto pelo torcedor do 49ers: o calouro Dontae Pettis teve seu melhor jogo da carreira, com 129 jardas recebidas (sendo 75 delas em uma recepção) e 2 touchdowns.

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.