segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Compartilhe

Este espaço nas segundas-feiras durante a temporada traz o que de melhor ou pior aconteceu em cada rodada, apontando seus maiores destaques e decepções, antes do Monday Night Football, que nessa semana 7 será o confronto entre New York Giants e Atlanta Falcons. Então, sem maiores enrolações, vamos aos destaques e decepções:

É treta!

A bola oval nem precisou voar para a treta se instaurar na partida entre Carolina Panthers e Philadelphia Eagles. Durante o coin toss, com a moeda sendo jogada para decidir a primeira posse de bola do jogo, os safeties Eric Reid (Panthers) e Malcolm Jenkins (Eagles) se desentenderam e Reid, extremamente exaltado, precisou ser contido pelos seus companheiros de equipe e levado para a sideline. O problema entre os dois é que Reid não concorda com a abordagem de Jenkins em relação à luta contra injustiças sociais. Jenkins é fundador da Players Coalition, que tem como objetivo lutar contra a desigualdade social e racial e recentemente fez um acordo com a NFL para receber 90 milhões de dólares para a causa. Reid o acusa de ter capitalizado sobre a situação, se vendendo para a liga.

Leia Mais: A fantástica dupla de RBs do Chargers

Leia Também: Seahawks deve continuar em Seattle mesmo com a morte de Paul Allen

O safety do Panthers continuou de cabeça quente durante o jogo. No primeiro quarto, Reid deu um tackle desnecessário no quarterback Carson Wentz. O TE Zach Ertz retaliou imediatamente, ou pelo menos tentou. Quando foi derrubar Reid, o safety abaixou-se, ergueu Ertz e o jogou para o lado no chão. Essas cenas lamentáveis foram punidas com faltas de violência desnecessária para ambos os atletas. No fim, o Panthers acabou derrotando o Eagles por 21 a 17 em uma virada impressionante (o jogo estava DEZESSETE a ZERO para o Eagles até o último quarto).

A chamada incompreensível

Esta provavelmente foi a decisão mais questionável tomada por Mike Vrabel neste primeiro ano como treinador do Tennessee Titans. O time perdia por 7 pontos quando, faltando 35 segundos para o final da partida, Marcus Mariota achou Luke Stocker para um touchdown. Um simples field goal empataria a partida e a levaria para a prorrogação, mas isso não era o suficiente para Vrabel: ele queria a vitória. Ao invés de fazer o lógico, o técnico mandou o time do ataque continuar em campo para tentar a conversão de 2 pontos e vencer a partida.

Na linha de 2 jardas, Mariota tentou lançar a bola para o WR Tajae Sharpe, mas o passe foi incompleto. O universo, por sua vez, decidiu interferir. Uma segurada da defesa anulou a jogada e deu mais uma chance ao ataque do Titans, desta vez na linha de 1 jarda. Ao invés de aprender com o erro, receber o sinal do universo e chutar o FG, Vrabel arriscou novamente. Em nova chamada de passe, Mariota falhou em achar Taywan Taylor e outra vez falhou na tentativa de conversão. Final de jogo, Chargers 20, Titans 19.

Deus Brees

Drew Brees não para de nos impressionar. Nesta temporada já quebrou o recorde de jardas lançadas na NFL, deixando para trás Peyton Manning. E neste domingo colocou novamente seu nome na história. O primeiro touchdown lançado pelo quarterback no jogo (um passe para o TE  Benjamin Watson) o colocou junto de Peyton Manning, Brett Favre e Tom Brady no seleto grupo de quarterbacks que lançaram para pelo menos 500 TDs em suas carreiras. Mas não foi a única marca alcançada por Brees na partida: com a vitória sobre o Ravens, Drew Brees agora já bateu todos os 32 times da liga, se juntando a Peyton Manning e Brett Favre.

O ataque do Saints, mesmo com dificuldades, conseguiu superar a forte defesa do Ravens, que entrou na partida permitindo uma média de apenas 12,8 pontos por jogo. A partida foi muito apertada e o Ravens teve a chance de mudar o desfecho. Depois de Flacco liderar um drive de 81 jardas que começou pouco antes do 2 minute warining, tudo o que o time precisava para levar o jogo para a prorrogação era um extra point. E com Justin Tucker isso é garantido certo? Teoricamente era.

Chutes que salvam e que punem

Até pouco antes do final da partida de ontem, Tucker estava perfeito em extra points. Em seus 7 anos de carreira nas 222 tentativas que teve, acertou os 222 pontos. Mas a perfeição infelizmente acabou e deixou o kicker de olhos arregalados. O extra point que deveria empatar o jogo e levar o Ravens à prorrogação sofreu com a ação do vento e foi para fora, algo inédito na carreira de Tucker. Com isso o Saints (24) conseguiu sair vitorioso sobre o Ravens (23).

Já Chandler Catanzaro teve seu dia indo do inferno ao céu em pouco tempo. A partida do Cleveland Browns contra o Tampa Bay Buccaneers foi para a prorrogação muito pelo kicker do Bucs ter errado um extra point e um field goal de 40 jardas, que colocariam 4 pontos a mais no placar para o time da casa. Até o momento, Catanzaro era o vilão em Tampa. Porém, faltando menos de 2 minutos para acabar a prorrogação, Catanzaro se redimiu acertando um chute de 59 jardas para decretar a vitória sobre o Browns e dar uma sobrevida ao seu emprego como kicker da franquia.

Fake Hail Mary

O New England Patriots venceu o Chicago Bears fora de casa por 38 a 31, mas por muito pouco essa partida não foi para a prorrogação. Faltavam apenas 2 segundos para terminar a partida e o Bears estava a 55 jardas da endzone. Só há uma jogada nessas horas: Hail Mary. Mesmo pressionado, Mitch Trubisky foi capaz de soltar o braço em direção ao fundo do campo e viu Kevin White subir e conseguir segurar a bola, porém na linha de 1 jarda. Uma mísera jarda. Após a recepção, White foi arrastado por um enxame de defensores do Patriots para longe da endzone e a Hail Mary, que foi completada, falhou.

Mesmo sem o tight end Rob Gronkowski e perdendo Sony Michel no segundo quarto, Tom Brady conseguiu levar o ataque muito bem, com auxílio especialmente de James White, que teve 97 jardas totais e 2 touchdowns recebidos. Edelman, mesmo que com partida mais tímida, recebeu o outro dos 3 TDs lançados por Brady. Josh Gordon é outro que está entrando em ritmo no ataque do Patriots. Na partida deste domingo liderou o time em jardas recebidas, com 100 jardas nas 4 vezes que recebeu a bola. Mesmo sem Gronk, a situação de recebedores do time parece estar bem melhor do que no início da temporada.

Outros destaques e decepções:

  • Parece que o Lions finalmente achou seu running back em Kerryon Johnson. Mesmo sem marcar nenhum TD, foram 158 jardas pelo chão para o jogador, tendo a melhor performance de um jogador da franquia desde 10 de outubro de 2011.
  • O Jaguars perdeu para o Texans por 20 a 7, mas esta não é a história do jogo. Blake Bortles sim é. O quarterback acabou indo para o banco durante a partida dando lugar ao reserva Cody Kessler, que acabou não fazendo muito mais. Não está definido se a paciência com Bortles realmente acabou, mas é um fato que o Jaguars de hoje pouco se assemelha ao da temporada passada.
  • Andrew Luck liderou o Colts para uma fácil vitória sobre o Bills por 37 a 5. Mesmo lançando apenas para 156 jardas, o quarterback foi muito preciso (acertou 17 dos 23 passes tentados), além de lançar 4 TDs durante a partida. Destaque também para T.Y. Hilton, que mesmo com apenas 25 jardas, recebeu para 2 touchdowns.
  • Ninguém até agora havia parado o Rams e não seria o 49ers a fazer o crime. Sem muita dificuldade o time de Los Angeles bateu o rival de divisão por 39 a 10, com destaque novamente para Todd Gurley, que capitalizou 3 touchdowns (2 corridos e 1 pelo ar). No total são 14 esta temporada, empatado para maior marca para os 7 primeiros jogos na história da liga.
  • O ataque do Chiefs é sem dúvidas a unidade mais divertida de se assistir até o momento na temporada e ontem nos proporcionou mais um show na vitória por 45 a 10 sobre o Bengals. Patrick Mahomes lançou para 358 jardas e 4 touchdowns, 2 deles para Kareem Hunt, que teve outro por terra e mais de 140 jardas totais. Impressionante início de temporada para a unidade.

    Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.