quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Compartilhe

Depois de uma rodada marcada por atuações espetaculares e surpreendentes de Aaron Jones (GB) e Will Fuller (HOU), chegamos na semana 6 do Fantasy Football. Desta forma, continuamos hoje a nossa coluna de dicas para auxiliar os GMs de fantasia nas decisões mais difíceis. Em nosso querido jogo virtual, a imprevisibilidade é uma marca registrada, porém, com o passar das semanas, o estudo de confrontos se torna uma arma cada vez importante na medida em que as tendências vão se solidificando. Desta forma, as dicas desta semana se baseiam na percepção que tivemos das equipes e nas estatísticas acumuladas até o momento. Nesta rodada, teremos quatro equipes de Bye e, com isto, as dicas de “ousadia e desespero” se tornam opções mais consideráveis – por conta da redução do número de jogadores disponíveis na rodada.

Em nossos textos, que você poderá conferir todas as quintas-feiras, não mencionaremos jogadores que, independentemente do confronto, sempre devem ser escalados. Dito isto, não estranhe a ausência de nomes como: Patrick MahomesSaquon Barkley, DeAndre Hopkins, Ezekiel Elliott, e Christian McCaffrey.

Para ficar mais dinâmico e divertido, separamos as sugestões em três categorias:

Explosão: Jogadores com potencial para pontuar muito bem na rodada por motivos como, por exemplo: sua utilização recente ou algum confronto favorável.

Implosão: o oposto da categoria acima. São jogadores que, em sua maioria, terão confrontos bem desfavoráveis.

Ousadia ou desespero: aqui estarão as sugestões de jogadores para quem gosta de arriscar, tem poucas opções em ligas maiores, ou está desesperado por conta de lesões e byes.

Leia Mais: Revista Guia da NFL 2019

Leia Também: Fantasy Football: é hora de negociar!

Sem mais delongas, vamos para as dicas de Fantasy para a Semana 6:

Equipes de Bye: Bills, Bears, Colts e Raiders

QBs

Explosão

Matt Ryan (ATL) –  O Falcons é uma das decepções da temporada até o momento. Dito isto, é interessante destacar que Matt Ryan, ao menos em termos de Fantasy, tem tido bons momentos. Nesta semana, o confronto é diante do Cardinals, a única equipe que ainda não conseguiu nenhum interceptação na temporada; escalação promissora.

Gardner Minshew (JAX) – Figura mais inusitada e carismática da temporada até agora, o QB do Jaguars com pinta de contraventor carioca tem sido bem efetivo até o momento. Nesta semana, o embate diante do Saints, 2º melhor confronto para QBs até aqui, tem tudo para manter Minshew, no mínino, no mesmo (bom) patamar.

Kyler Murray (ARI) – A primeira escolha do último Draft vem, aos poucos, demonstrando as qualidades que o trouxeram a NFL com tanto prestígio. Nesta semana, a peleja é contra a defesa do Falcons, que vem de um atropelo diante do Texans. Com possibilidade de contribuir também pelo solo, Murray é uma das ótimas apostas da semana.

Implosão

Daniel Jones (NYG) – Demonstrando boas qualidades e conquistando a vaga de titular muito antes do que se esperava, Jones já foi e pode voltar a ser uma aposta interessante em algumas semanas no Fantasy. Todavia, com vários desfalques e diante do Patriots, fora de casa, esta, definitivamente, não é uma delas.

Sam Darnold (NYJ) – O retorno de Darnold tem tudo para mudar de patamar o ataque do Jets. Contudo, nesta semana, o confronto é diante do Cowboys e sua defesa que só permitiu 3 passes para TD até o momento. Juntando isto a incerteza das condições físicas de Sam neste retorno, o mais recomendável é deixar o QB do Jets em observação.

Matt Stafford (DET) –  Por falar em QBs que terão confrontos indigestos, Stafford vai até Green Bay encarar a segunda defesa que mais conseguiu interceptações até o momento. Em uma partida em território inimigo e contra esta unidade bastante perigosa, eu não teria problemas em colocar o QB do Lions para descansar.

Ousadia ou desespero

Case Keenum (WAS) – As informações são de que Keenum está de volta a posição de titular com a saída de Jay Gruden. Com isto e pensando no embate com o Dolphins, esta é uma opção com muita cara de desespero, mas que pode render bons pontos em um jogo terrível.

Outras opções: Lamar Jackson e Andy Dalton (As equipes se enfrentam e suas defesas vem sendo bons confrontos nas últimas semanas; Lamar é uma opção superior, mas Dalton também é promissor na semana) e Kyle Allen x Buccaneers (A temporada do Panthers parecia condenada com a lesão de Cam Newton; Allen vem fazendo um papel digno e provando que não – aposta arriscada, porém interessante).

RBs

Explosão

Kerryon Johnson (DET) – Boa parte do que foi falado sobre Stafford e o confronto com a defesa do Packers não se aplicada ao jogo terrestre. A equipe de Green Bay é a terceira que mais cedeu pontos aos RBs adversários até o momento e Johnson ainda contribui bastante recebendo passes; escolha muito interessante.

Mark Ingram (BAL) – Em teoria, aqui temos o cenário dos sonhos para o Fantasy. Confronto extremamente favorável, jogador de qualidade e que possuiu um papel relevante em seu ataque. Pode até não dar certo, mas Ingram é, sem dúvidas, uma das melhores escolhas da semana!

Joe Mixon (CIN) – No citado confronto entre Ravens e Bengals, o cenário também é favorável para o talentoso Mixon. Mesmo com sua linha Ofensiva deprimente, o RB consegue produzir de forma satisfatória. Além disto, o Ravens é a equipe que mais cedeu TDs terrestres para corredores adversários até aqui.

Implosão

Milles Sanders (PHI) – Jordan Howard (que também não é uma opção promissora) parece estar encontrando seu espaço no ataque do Eagles e se tornando o “cara” das corridas curtas e tentativas de TD. Desta forma, o cenário que já não era dos melhores para Sanders ainda encontra a defesa do Vikings, um dos piores confrontos para RBs no Fantasy.

Royce Freeman (DEN) –  Assim como ocorreu na última temporada. Lindsay vem se destacando bem mais do que (o antes promissor) Freeman e se tornando a única escolha confiável no grupo de RBs do Broncos. No mais, vale destacar que o enfrentamento com a defesa terrestre do Titans não vem sendo interessante para os RBs e até mesmo Lindsay se torna questionável.

Todd Gurley (LAR) – A primeira questão é: você teria coragem de tirar Gurley do time? Se a resposta for sim, esta é uma ótima semana para fazer isto. Além da considerável queda de volume e participação no ataque do Rams, o embate com o 49ers vem sendo péssimo para os corredores. Sendo mais objetivo, nenhum RB anotou TD algum contra esta defesa até o momento.

Ousadia ou Desespero

Chris Thompson e Adrian Peterson (WAS) – Entre os dois, eu gosto (um pouco) mais de Thompson por conta da participação sempre efetiva recebendo passes. Entretanto, diante do Dolphins, AP também pode voltar a ser relevante em termos de Fantasy.

Outras opções: Sony Michel x Giants (Jogo com cara de definição bem antes do último período e, com isto, Michel  – que vem se recuperando – pode ser ainda mais utilizado) e Melvin Gordon x Steelers (O retorno foi tímido em uma tarde que quase tudo foi mal no Chargers. Na semana 6, eu aposto no “retorno verdadeiro” de Gordon)

WRs

Explosão

Julian Edelman (NE) – Principal recebedor do Patriots, o MVP do último Super Bowl continua em boa forma. Em um confronto bastante favorável, Edelman é uma aposta com piso bem seguro e possibilidade de teto alto, caso anote mais um TD. Ps: Josh Gordon também é uma aposta promissora.

Larry Fitzgerald (ARI) – Uma lenda na NFL, Fitz é uma boa aposta em mais uma semana. Alvo de confiança de Murray, Fitz terá um promissor encontro com a defesa do Falcons, a melhor para os WRs no Fantasy.

Adam Thielen e Stefon Diggs (MIN) – Ainda é cedo para cravar que o ataque aéreo do Vikings vai se firmar. Todavia, nesta semana, jogando em casa, ambos os WRs são boas opções diante de uma secundária suspeita do Eagles. A preferência é de Thielen, mas Diggs também merece a escalação.

Implosão

Golden Tate (NYG) – Por conta dos inúmeros desfalques, Tate pode pontuar de forma satisfatória na rodada – na conhecida teoria de que a bola precisa ir para alguém. No entanto, contar com um TD que, neste momento, parece tão difícil de imaginar, não costuma ser um dos caminhos mais promissores em termos de Fantasy.

Corey Davis (TEN) – Nunca é muito recomendável apostar em Mariota e em seus alvos. Nesta semana, o embate é com o Broncos, a equipe que menos cedeu jardas aos WRs adversários até aqui. Em resumo, nada aponta para uma grande pontuação de Davis ou de qualquer outro WR do Titans.

WRs do Jets –  Aqui seguimos a mesma lógica do citado sobre Sam Darnold. Existe talento neste grupo, porém com o QB retornando após recuperação médica, sem sabermos exatamente como o mesmo se encontra e diante de um adversário com defesa de qualidade; é melhor evitar.

Ousadia ou Desespero

Terry McLaurin (WAS) – O adversário é frágil, porém o Redskins está longe de ser uma equipe que se possa chamar de forte. Neste cenário incerto, McLaurin tem sido a única peça confiável e, com Keenum de volta, esta é uma ousadia válida.

Outras opções: DJ Moore x Buccaneers (O confronto é positivo e Dj é um jogador cada vez mais sólido, mesmo que ainda falta a explosão em termos de Fantasy – quem sabe nesta semana?) e Tyler Boyd x Ravens (Bom jogador, com volume muito alto por conta das lesões e diante de um confronto promissor – ótimo).

TEs

Explosão

Austin Hooper (ATL) – Um dos melhores TEs da temporada, Hooper terá, na semana 6, a chance de voltar a se destacar. O confronto com o Cardinals é o melhor para os jogadores de sua posição e, provavelmente, teremos um “tiroteio”.

Will Dissly (SEA) – Outra boa surpresa da temporada, o desengonçado Dissly se tornou um alvo recorrente de Wilson, sobretudo na redzone. Considerando a dificuldade entre as opções na posição, ser alvo de um ótimo QB já é mais do que 90% dos TEs possuem.

Implosão

Jimmy Graham (GB) – Considerando o conhecido deserto da posição, barrar um jogador como Graham pode NÃO ser uma opção. Feita esta ponderação, é necessário mencionar que o Lions ainda não cedeu nenhum TD para TEs e JG precisa deles para sobreviver.

OJ Howard (TB) – Poderíamos copiar e colar boa parte do texto acima sobre Graham, a diferença é que o Panthers cedeu apenas um TD para os TEs. Por outro lado, Howard tem sido uma das maiores decepções da temporada. Caso existam outras opções, eu evitaria sem pensar duas vezes.

Ousadia ou desespero

Noah Fant (DEN) – Apostar em calouros quase sempre carrega uma dose de ousadia. Falando de TEs, esta precisa ser uma quantidade ainda maior. Positivamente podemos mencionar que o confronto é bom e que Fant tem um enorme talento.

Outras opções: Greg Olsen x Buccaneers (Olsen vem de uma semana terrível, porém, nesta rodada, o confronto é maravilhoso – não é o momento de barrar o veterano) e Vance McDonald x Chargers (Vagalume do Fantasy, McDonald terá um confronto positivo para voltar a aparecer diante do Chargers).

Defesas

Explosão

Seahawks – Uma defesa com jogadores de qualidade e com um treinador experiente diante de um time que parece perdido ofensivamente com um QB sendo bastante questionado. Esta combinação me parece bem promissora para a equipe de Seattle.

Broncos – Mesmo com a perda relevante de Bradley Chubb, o Broncos ainda é perigoso defensivamente, sobretudo em seus domínios. Somando isto ao ataque pouco impressionante do Titans, temos uma aposta bastante interessante.

Implosão

Texans e Chiefs – Em um embate que tem tudo para se tornar um festival ofensivo, a melhor aposta é evitar ambas as defesas. Os riscos são grandes e desnecessários a esta altura do campeonato.

Lions – Também não costuma ser prudente apostar contra Aaron Rodgers. Considerando ainda que a partida é no horário nobre, em Green Bay, e que o Packers ainda terá um dia a mais de descanso, não existem muitos motivos para esta escolha.

Ousadia ou desespero

Redskins – Seguindo a maioria das nossas ousadias da semana, a aposta é na defesa do Redskins contra o Dolphins. O risco é exatamente em relação a equipe da Capital que não gera muita confiança. De toda forma, o confronto é maravilhoso.

Outras opções: Packers x Lions (Jogando em casa e com ótimos jogadores, a aposta na defesa do Packers é bem interessante) e Panthers x Bucs (aqui a aposta é no potencial de turnovers de Jameis Winston que sempre garante pontos para as defesas adversárias no Fantasy)

Três perguntas sobre Fantasy – Semana 6:

  1. Devemos nos preocupar (ou seria desesperar?) com Odell Beckham Jr no estranho Browns?
  2. Gardner Minshew (JAX) já é um QB TOP 15 para o Fantasy em 2019?
  3. Qual o limite para Christian McCaffrey??

Estas foram as dicas de Fantasy da Semana 6! Sempre lembrando que aqui constam apenas sugestões baseados em estatísticas e em nossas análises. Em caso de divergência entre nossas dicas e suas opiniões pessoais, fique sempre com as suas convicções. Esta é a parte mais legal deste jogo!


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.