quinta-feira, 8 de agosto de 2019

Compartilhe

A pré-temporada da NFL começa nesta quinta-feira (8) e a grande incógnita dos torcedores de Miami, em teoria, já foi solucionada: Ryan Fitzpatrick será o titular na posição de QB na partida contra o Atlanta Falcons. A preferência de Brian Flores, no entanto, não pode ser vista como definitiva. O próprio treinador afirmou que a disputa segue em aberto e poderemos ter mudanças ao longo dos próximos jogos. 

Na liga desde 2005, Fitzpatrick já passou por 7 franquias antes de chegar ao Dolphins e nunca empolgou efetivamente. Na melhor temporada da carreira, a frente do Jets em 2015, o jogador perdeu o foco quando a máquina começava a engrenar e deixou a vaga na pós-temporada escapar para o Pittsburgh Steelers. Na ocasião, o QB somou quase 4 mil jardas e 31 touchdowns. Já Josh Rosen foi draftado em 2018 com alta expectativa pelos torcedores do Cardinals. O novato não rendeu em sua primeira temporada e foi trocado depois que o time de Arizona escolheu Kyler Murray no Draft deste ano. O jovem aposta em novos ares para se firmar como o nome da franquia de Miami para o futuro.

Leia Mais: Jameis Winston e o ataque do Buccaneers não serão a bagunça das últimas temporadas

Leia Também: A escala Andy Dalton precisa crescer

A última temporada de Fitzpatrick deixa os especialistas ainda mais em dúvida quanto a quem será o titular em 2019. Com a suspensão de Jameis Winston, o barbudo foi o titular do Buccaneers no início da temporada e teve números expressivos. Mas ao decorrer da temporada, o atleta foi se mostrando inconsistente e alternou jogos em campo e no banco de reservas.

Rosen foi pior ainda. Como citado acima, o jogador não conseguiu ser produtivo como calouro. Em 14 aparições, passou para 11 touchdowns e 14 interceptações. Muito disso pode ser justificado por ter sido colocado no fogo cruzado. O novato não foi bem lapidado e isso contribuiu diretamente no resultado da equipe e pessoal. De casa nova, o jogador tem a chance de dar a volta por cima, mas é imprescindível ter calma.

Por esse motivo, a escolha de Flores por Fitzpatrick é aceitável e coerente. Além disso, o novo coordenador ofensivo da equipe, Chad O’Shea, é peça chave para a medida. Após 10 anos como treinador de WRs do Patriots, O’Shea sabe como colocar seus atletas na melhor situação possível para obter sucesso. Rosen vai ganhar experiência com o veterano, aprender o estilo de jogo dos novos treinadores e se preparar, de fato, para ser um QB da NFL. A tendência é que o camisa 3 comece a temporada regular no banco e assuma a titularidade durante o ano.

Fitzpatrick ainda leva vantagem no começo dessa disputa por diversos aspectos. Um deles é que o veterano chegou ao estado da Flórida antes do companheiro de divisão e, desde então, vem se familiarizando com o playbook do novo comandante. Outro ponto é que o camisa 14 já é mais conhecido pelos amantes de NFL. Talvez essa afirmação não faça sentido logo de cara, mas é mais fácil para os especialistas de Miami se adaptarem ao estilo de jogo de um atleta com 15 anos de experiência do que um segundo anista que pouco mostrou suas virtudes na primeira temporada. E apesar da inconstância, Fitzpatrick é capaz de protagonizar lances espetaculares.


A pré-temporada vai nos dar boas impressões sobre o que esperar da dupla, mas é importante ter calma. Não adianta se empolgar nesta época independente do que aconteça. É fundamental, no entanto, ficar atento em algumas situações específicas. Principalmente pensando na evolução de Rosen. Movimentação dentro e fora do pocket, leitura de jogadas, conexão com os recebedores e o cuidado com a bola são algumas delas.

Fato é que o Dolphins segue em uma situação tranquila. Isso porque conseguiu uma décima escolha do Draft de 2018 por um preço baixo e contratou um reserva com qualidade para eventuais emergências. Se nada der certo, o time não será criticado por ir atrás de um QB no próximo recrutamento. E apesar das projeções não serem das melhores nesta temporada, é possível ver um planejamento adequado para o futuro.

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui

Compartilhe

Comments are closed.