terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Compartilhe

wilson-manning

Há pouco tempo atrás, publicamos aqui em nosso site uma carta do WR Demaryius Thomas (DEN) para sua mãe, que estava de saída da prisão e iria ver seu filho em campo pela primeira vez. Hoje é a vez de falar de um depoimento emocionante do QB Russell Wilson (SEA) para o também QB Peyton Manning (DEN), que aos 39 anos pode estar se despedindo da NFL. O texto foi publicado na The Players Tribune, espaço onde atletas das quatro maiores ligas americanas podem se expressar e escrever sobre variados assuntos. Se você sabe ler um pouco de inglês e gosta dos esportes, te aconselhamos a separar algumas (muitas) horas para devorar as incríveis publicações.

O jovem atleta do Seahawks deixou clara toda sua admiração ao veterano e fez um agradecimento para o jogador que serviu como exemplo para ele quando era apenas um garoto. Os dois se enfrentaram no Super XLVIII e o camisa 3 levou a melhor na vitória arrasadora por 43 a 8. Além de uma demonstração de respeito, a carta de Wilson representa um pouco do sentimento de todos os fãs do futebol americano e da nova geração de QBs que cresceu assistindo e tentando imitar Peyton Manning, Tom Brady, Drew Brees e Aaron Rodgers.

O eterno camisa 18 ainda não tomou uma decisão oficial sobre sua aposentadoria e, em entrevista após o Super Bowl 50, afirmou que não queria tomar nenhuma atitude precipitada e precisava decidir isso com tranquilidade. Mesmo assim, Russell Wilson já tratou de agradecer por todo o legado de Peyton Manning a toda NFL. A atitude do camisa 3 mostra que ele está cada vez mais maduro e, após a última temporada, sem dúvidas já se firmou como um dos melhores da posição. Se você quiser ver a carta em inglês, pode clicar aqui e conferir. Veja o depoimento do atleta do Seattle Seahawks:

“SE FOR ISSO”

russ-green(Russell Wilson ao centro de roupa verde)

Por todas as vitórias, e também pelas derrotas difíceis. Pelas 71.000 jardas, por todos os touchdowns e pelas poucas interceptações.

Por todos os encontros por todos os treinos fortes, por todo estudo de filme, por todo sangue, suor e lágrimas.

Por todos os Pro Bowls, pelo punhado de MVPs, pelos dois troféus Vince Lombardi. Por todos os seus companheiros, adversários e fãs.

Pelo azul e branco, pelo azul e laranja.

Xerife,

Se for isso, há um momento que não vou esquecer.

Primeiro ano do colegial. Louisiana. Durante sua clínica de QBs.

Você inspirou o garoto com a camisa verde.

Você me inspirou a trabalhar duro. A ser disciplinado. A ter respeito. A tomar notas.

Você me inspirou a amar todo processo. A amar o suor. A amar as lágrimas.

Mais do que isso

Você me inspirou a amar o jogo.

Obrigado, Peyton.

Se for isso,

Obrigado.

Compartilhe

Comments are closed.