sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Compartilhe

Caros amigos, a NFL (finalmente!) está de volta e de agora até fevereiro teremos Futebol Americano da melhor qualidade em todas as semanas! Com o retorno da Liga, também temos a volta do apaixonante Fantasy Football. Hoje é dia de falar um pouco sobre o jogo virtual que atrai cada vez mais adeptos no Brasil e, mais especificamente, dos jogadores que estão no topo dos rankings de Fantasy da temporada e de suas peculiaridades.

Leia Mais: Guia do NFL Game Pass

Leia Também: Apostas que podem surpreender no Fantasy Football

Falando ainda sobre Ranking de Fantasy, hoje utilizaremos, apenas como base, um compilado de rankings das plataformas mais populares de Fantasy. O TOP 150 da Liga dos 32 será publicado na próxima semana e será dividido em duas partes, uma aberta a todos os leitores, e outra exclusiva para os apoiadores de nosso Site. No mais, vale o convite ao amigo leitor, que tem interesse em aprender ou que já joga Fantasy Football , para se juntar a nós em um emocionante campeonato disputado entre os assinantes Liga dos 32 Premium e membros da equipe do SIte. Para mais informações, acesse este link.

Antes de começarmos, é interessante mencionar que falar em risco e Fantasy Football é quase redundante. Em um jogo em que as pontuações são reflexo do que acontece nas partidas reais, e sendo estas referentes a um esporte em que o contato físico é constante e pesado, as lesões são normais. No entanto, quando se procura estudar o jogo virtual, a ideia é atenuar ao máximo esses riscos. Além das lesões, vários fatores são levados em conta, como esquema de jogo, nível do elenco e até os problemas extracampo precisam ser analisados. Dito isto, é neste contexto que o topo do ranking de Fantasy de 2019 apresenta riscos consideráveis.

Um Top 3 “seguro”

Diferente do que ocorria em anos anteriores, o topo dos rankings de 2019 é de fato bastante variável. Contudo, três jogadores costumam figurar nas primeiras posições. Na maioria das plataformas, o RB Saquon Barkley (NYG) é o primeiro colocado. Em relação ao jogador do Giants, os pequenos riscos se devem a sua condição de craque solitário em um ataque esvaziado de talento, o que pode tornar o trabalho de Barkley muito mais complexo ao lidar com defesas que lotam o “box” de defensores. De toda forma, Barkley é uma aposta de fato confiável. Na sequência, o nome mais comum é o de Christian McCaffrey (CAR), esta, assim como Barkley, uma aposta na medida do possível segura, sobretudo pela participação intensa do jogador no ataque do Panthers. Um pouco abaixo de ambos, encontramos Alvin Kamara, RB do Saints. Mesmo demonstrando certas dificuldades quando exigido em uma carga maior de carregadas por jogo, Kamara é um atleta muito acima da média e sua escolha é bastante plausível, mesmo que, em situações normais, o top 3 seja um pouco elevado para o jogador que deve dividir uma parte considerável de suas carregadas.

Os problemas após o Top 3

Os verdadeiros problemas no ranking desta temporada, começam depois deste Top 2-3 (dependendo de como o amigo leitor enxerga Alvin Kamara). Nomes que seriam muito confiáveis estão com problemas diversos e isto afeta (e muito) o valor das escolhas e, obviamente, o risco implícito nelas. Neste contexto, temos dois jogadores que se destacam e que, provavelmente, formariam o TOP 3 caso não estivessem com estes problemas: Zeke Elliott (DAL) e Todd Gurley (LAR).

Começando com o RB do Cowboys, vale destacar que este seria o primeiro colocado de meu ranking caso não houvesse esta incerteza. Elliott, que é um jogador excepcional e ainda atua em um ataque de bom nível, é peça central no funcionamento da equipe de Dallas e seu volume de jogo é sempre monstruoso. Seguro e regular, Zeke é aquele jogador que faz a alegria dos jogadores de Fantasy. O problema é que o RB está em busca de um novo acordo salarial e sua participação na temporada ainda depende deste contrato. Como sabemos, é provável que o Cowboys chegue a um acordo com o jogador e ele esteja em campo em 2019. No entanto, como falamos no início deste texto, no Fantasy buscamos atenuar ao máximo os riscos. Vale a pena investir uma escolha tão alta em um jogador que está neste impasse? No caso do jogador do Cowboys, esta aposta é válida fora do top 4-5, mas os riscos precisam ser pesados.

Em relação a Todd Gurley, a situação é bem mais complexa. Muitas informações dão conta de que Gurley tem um doença crônica em seu joelho e o seu desempenho é uma incógnita total no prosseguimento de sua carreira. Obviamente, as informações não foram e nem devem ser confirmadas pelo Rams ou pelo jogador, mas a queda de desempenho do RB na última temporada foi impressionante. Diferente do exposto, em relação a Zeke, no caso de Gurley, eu evitaria ao máximo a escolha do jogador  do Rams no top 10. Todos sabemos do potencial do RB e o que ele já fez na liga, mas, neste caso, a incerteza é grande demais para ser desconsiderada.

O que vem depois?

Falando de RBs, temos um nome interessante, de alto potencial, mas que não desperta muita confiança atualmente: David Johnson (ARI). Estrela do Fantasy por cerca de uma temporada e meia, Johnson teve alguns problemas de lesão e sofreu com o desmonte do Cardinals nas últimas temporadas. Antes um desafiante ao título da NFC, o Cardinals está se remontando e a perspectiva é de evolução nos próximos anos. Entretanto, com um QB novo e uma OL pouco confiável, o desempenho de DJ pode ficar comprometido mais uma vez. Se estamos falando de escolhas no top 5, o risco é muito alto. No entanto, na parte final da primeira rodada, David passa a ser um nome interessante.

Outros nomes que figuram nos rankings são os de James Conner (PIT), Nick Chubb (CLE), Le’Veon Bell (NYJ) e Joe Mixon (CIN). Olhando o final da última temporada e o potencial da equipe, Nick Chubb parece uma aposta mais segura. No entanto, devemos considerar que Kareen Hunt volta de suspensão durante a temporada e é provável que as corridas sejam divididas. Em relação a Conner e Mixon, vejo um potencial parecido para ambos e uma escolha por volta das picks 9-12 parece um valor aceitável. Dentre estes, Bell é o que mais gosto e que possui o teto maior, podendo ser, sem dúvidas, um Top 3. Todavia, o risco que envolve o novo jogador do Jets é grande. O “pacote Bell” inclui: histórico de lesões e suspensões, além da chegada a um novo time, trabalhando com uma OL totalmente diferente – o que, naturalmente, coloca o jogador em uma posição inferior nos rankings em relação ao que o seu talento mereceria.  Particularmente, apostaria em Bell até mesmo após o top 3 citado no início do texto, mas essa é uma visão particular e todos os riscos sobre o jogador já foram mencionados.

Os recebedores

Outra opção no top 10 deste ano seria a aposta em um WR de elite. No entanto, também diferente dos anos anteriores, não temos mais um Antonio Brown ou Julio Jones que sejam escolhas Top 3-5 incontestáveis. Por conta da menor quantidade de RBs realmente úteis se comparado aos WRs, é normal que os bons corredores sejam priorizados. Entretanto, a escolha de um WR no topo do Draft está longe de ser um erro. De toda forma, analisando as opções deste ano, DeAndre Hopkins (Hou), Michael Thomas (NO), Davante Adamas (GB) e Julio Jones (ATL) seriam as escolhas mais comuns e promissoras da temporadas. Vale destacar que estamos considerando as escolhas sendo após o top 3-4 no caso de Hopkins, e a partir das picks 5-7  para os demais na ordem escrita acima.

Como podemos perceber, o topo dos Rankings de Fantasy deste ano apresenta muitas peculiaridades e riscos. Ótimos jogados estão em momentos incertos e candidatos a estrelas ainda não despertam a confiança necessária para um investimento tão alto. De uma forma geral, esta será uma temporada diferente em relação aos Drafts de anos anteriores em que as primeiras rodadas costumavam ter poucas mudanças. Em 2019, mais do que nunca, a visão particular de cada GM de Fantasy será fundamental para o sucesso no Draft, pois poucos nomes são incontestáveis e poucas escolhas serão previsíveis.

Na próxima semana lançaremos nosso Ranking e o amigo leitor poderá ver a nossa visão completa não só do Top 10, mas dos 150 melhores jogadores da temporada 2019!

Que venha mais uma temporada do apaixonante Fantasy Football!


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.