quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Compartilhe

guia da rodada - L32

No próximo domingo, conheceremos os times que disputarão o Super Bowl XLIX no dia 1° de fevereiro. Confira agora o que esperar desses grandes jogos que definirão os campeões das conferências.

FINAL DA NFC

Green Bay Packers (12-4) x Seattle Seahawks (12-4)

Domingo, 18/01, 18:00 (Horário de Brasília)

Transmissão: ESPN e Esporte Interativo

Seattle foi incontestável. Com a ajuda do 12th Man, os atuais campeões passaram por cima do Panthers e seguem firme rumo ao bicampeonato. Em um jogo onde a defesa do Seahawks dominou e o ataque foi impecável, não sobrou chance para a equipe de Carolina tentar chegar à final da conferência. Teoricamente, a defesa de Seattle e sua extraordinária Legion of Boom devem encarar o maior desafio da temporada até agora: parar Aaron Rodgers. Difícil? O Seahawks já fez isso em 2014. As duas equipes se enfrentaram no jogo de abertura da temporada no CenturyLink Field. O time da casa venceu os Packers por 36-16 e Rodgers, que viria a ser o melhor jogador da temporada regular, foi limitado a apenas 189 jardas, 1 TD e 1 interceptação. O Packers não pode se dar ao luxo de jogar tão mal novamente. Uma derrota significa o fim da temporada, que já poderia ter acabado na semana passada. Uma chamada extremamente controversa da arbitragem tirou um grande avanço dos Cowboys e impediu que eles voltassem ao jogo. Aaron Rodgers não está 100% fisicamente, o que ficou bem claro em diversos momentos no divisional round. Sem poder explorar todo seu talento e enfrentando a melhor defesa da liga (que impressionantemente cede apenas 185,6 jardas aéreas por jogo) Rodgers e o ataque dos Packers terão que se superar para conseguir chegar ao Super Bowl XLIX.

FINAL DA AFC

Indianapolis Colts (11-5) x New England Patriots (12-4)

Domingo, 18/01, 21:30 (Horário de Brasília)

Transmissão: ESPN e Esporte Interativo

Colts e Patriots definirão o campeão da AFC pela terceira vez. Um confronto que durante muitos anos significou o encontro dos dois maiores QBs da atualidade agora é uma batalha de gerações. Andrew Luck eliminou o time de Peyton Manning e impediu que o clássico confronto se repetisse. O jovem QB já mostrou que não tem problema em jogar sob pressão e vai precisar dessa habilidade se quiser derrubar o Patriots em Foxborough. Porém, Luck não poderá cometer tantos turnovers. Foram duas interceptações contra o Broncos, o que poderia ter comprometido o resultado do jogo se a defesa do Colts não tivesse sido tão eficiente em parar Peyton Manning. Essa defesa terá um desafio maior pela frente na final da AFC: Tom Brady. O debate Manning x Brady sempre vai longe, mas é inquestionável que no momento Brady está jogando muito melhor. Ele lançou para 367 jardas, 3 TDs e 1 interceptação em cinquenta tentativas de passe no divisional round contra a boa defesa do Ravens. O QB vai em busca de seu quarto anel não demonstrando sinais de declínio em seu jogo. Combinado com o fato de jogar em casa, o Patriots é favorito. Isso não significa que não seja plenamente possível que o Colts vença o jogo. Luck já merece um Super Bowl e esse pode ser seu ano.

Compartilhe

Comments are closed.