sexta-feira, 19 de junho de 2020

Compartilhe

Dando continuidade as nossas análises sobre os free agents ainda disponíveis e de como o atual cenário limitador de pandemia tem influenciado e dificultado nas negociações e assinaturas, vamos falar agora dos EDGE rushers, posição tão valorizada no jogo e, consequentemente, também no mercado, que normalmente demanda altos investimentos e contratos.

Assim como já observado nas posições de interior de linha defensiva e cornerback, também existem boas e qualificadas opções de EDGE rushers free agents, certamente mais do que em outros anos no mesmo período, contudo, sempre é importante ressaltar que apesar disso e de possuírem boa experiência na NFL, tais atletas sofrem alguns tipos de questionamentos que acabam sendo determinantes para gerar dúvidas, seja pela idade, por problemas de lesão ou até mesmo pela recente produção.

Leia Mais: Free Agents que ainda podem ajudar muito seu time – Cornerbacks

Leia Também: Free Agents que podem contribuir muito para seu time – Linha Defensiva

Passemos então a elencar algumas boas opções de EDGEs que podem contribuir efetivamente para alguma equipe, seja como titular ou mesmo numa rotação dá posição:

Jadeveon Clowney

Quem puxa a fila na posição é Jadeveon Clowney, livre após encerrar seu vínculo com o Seattle Seahawks, onde jogou a temporada de 2020 sob a franchise tag, após ser trocado pelo Houston Texans, o jogador ainda não acertou contrato com nenhuma franquia e dentre os fatores para isso, o que mais vem pesando, sem dúvidas, é a sua alta pedida salarial. Com 27 anos de idade, Clowney está indo para seu sétimo ano na NFL e apesar de já ter faturado um bom dinheiro em seus primeiros na liga, uma vez que foi a primeira escolha geral do draft de 2014 e de ter jogado sob a tag em 2019, no valor de US$ 15 milhões, o staff do jogador deixa nítido o interesse na busca por um contrato maciço e que seja provavelmente o maior de sua carreira.

O atleta e seus empresários não estão errados nesse ponto, pois Jadeveon vai chegando no estágio da carreira que normalmente corresponde ao auge e que é o ideal para buscar um grande contrato, todavia, é preciso dosar isso com a realidade dos fatos. Por mais talentoso que o camisa 90 seja, há um histórico de lesões complicadas, rotineiras e que o impedem constantemente de estar em campo, não à toa que Houston Texans e o próprio Seattle Seahawks hesitaram em dar ao jogador esse tipo de contrato. 2017 foi o único ano em que ele conseguiu jogar a temporada de maneira completa e mesmo assim, não conseguiu chegar a dois dígitos de sacks, número mágico para qualquer EDGE Rusher, principalmente para quem quer se considerado de elite.

É evidente que a produção de sacks não é tudo e que Clowney consegue impactar de outras maneiras, principalmente pressionando o quarterback e sendo efetivo contra o jogo terrestre, mas a falta de números mais expressivos pesa na hora de ser pago e isso é desfavorável ao atleta, que hoje, não pode ser colocado ou comparado entre os melhores EDGEs da NFL. Ainda assim, caso os valores pedidos baixem, ou mesmo seja aceito um contrato de curta duração, não tenho dúvidas de que pode ser uma boa adição para qualquer time, ainda mais já nessa altura, próximo ao training camp. Cleveland Browns e Tennessee Titans seriam os mais interessados nesse momento, porém, por enquanto, nada de mais concreto foi reportado.

Everson Griffen

O veterano Everson Griffen chega no mercado livre após dez anos com o Minnesota Vikings, time no qual o draftou na quarta rodada em 2010 e onde foi um dos pilares de uma fortíssima defesa, mas que passa agora por um momento de reformulação e sofre com o cap salarial. Essa foi a principal razão pela qual o jogador decidiu interromper as negociações para mais uma renovação, como revelou seu agente ainda em março, deixando claro que, embora já com 32 anos de idade, Griffen ainda deseja ser bem pago e receber um contrato de acordo com sua produção.

Algum tipo de questionamento que possa recair sobre o jogador passa somente pela sua idade, uma vez que historicamente não sofreu tantas lesões ou precisou perder jogos na carreira, mantendo sempre uma alta e regular produção, que culminou com seus 74.5 sacks. O ano de 2018 parece ter realmente ficado para trás e os problemas psicológicos enfrentados por Everson Griffen, que o fizeram passar três meses numa casa de reabilitação, não deram qualquer sinal de que ainda possam ser um fator de preocupação sobre o atleta. Não tenho dúvidas de que o ex-jogador do Vikings estará empregado quando a temporada 2020 começar e será um ótimo e seguro reforço para qualquer linha defensiva, com perfil de liderança e ainda uma boa capacidade contributiva,

Ezekiel Ansah

Mais um EDGE rusher que vem de passagem pelo Seattle Seahakws e que foi muito mal, deixando uma impressão ruim no ano de 2019. Depois de passar seus seis primeiros anos na liga com o Detroit Lions, franquia que o draftou com a quinta escolha geral de 2013, e sempre viver na expectativa de finalmente estourar e ser um grande pass rusher, Ansah viu sua realidade mudar consideravelmente já desde a última temporada, quando assinou contrato de apenas um ano e com valor 9 milhões. O cenário para esse ano é ainda menos animador, tanto que o jogador continua livre no mercado.

Apesar de ter tido alguns bons e produtivos anos em Detroit, falta regularidade para o atleta e uma maior efetividade dentro de campo, algo que está intimamente ligado a alta quantidade de lesões sofridas e que sempre o impediram de ter uma melhor sequência. Somente em 2018, foram 09 problemas físicos ou lesões, justamente quando estava jogando sob a franchise tag e ainda nutria expetativas de conseguir um grande contrato. Sua contratação envolve muito risco, disso não há questionamentos, mas ele pode trazer um valor muito interessante para uma rotação na linha defensiva, em custo benefício que, a essa altura, pode compensar para um time que ainda tenha muita necessidade na posição.

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.