segunda-feira, 15 de abril de 2019

Compartilhe

Há alguns dias foi divulgado pela NFL a lista dos jogadores que estarão presentes dia 25 de abril, no primeiro dia e rodada do Draft de 2019, em Nashville, no Tennessee. Por mais que nenhum nome possa ser considerado de fato muito surpreendente, uma análise mais detalhada da lista contempla algumas tendências e rumores que só aumentam e esquentam ainda mais com a proximidade do evento e divulgação da relação.

Os 23 jogadores com presença confirmada no evento são:

QBs – Kyler Murray / Oklahoma, Drew Lock / Missouri e Daniel Jones / Duke;

RB – Josh Jacobs / Alabama;

WR – D. K. Metcalf / Ole Miss;

TEs – T.J. Hockenson / Iowa, Noah Fant / Iowa;

OLs – Jonah Williams / Alabama, Andre Dillard / Washington State, Jawaan Taylor / Florida e Cody Ford / Oklahoma;

DTs – Quinnen Williams / Alabama, Ed Oliver / Houston e Christian Wilkins / Clemson;

EDGEs – Nick Bosa / Ohio State, Brian Burns / Florida State. Josh Allen / Kentucky e Montez Sweat / Mississippi State;

LBs – Devin White / LSU e Devin Bush / Michigan;

CBs – Greedy Williams / LSU e Deandre Baker / Georgia.

Leia Mais: Prévia do Draft 2019: AFC Sul

Leia Também: Jornal do Draft – Edição Número 8

Por mais que não existam quaisquer garantias de que esses jogadores serão mesmo escolhidos na primeira rodada do Draft, o fato é que para efetuar esses convites a NFL leva em consideração a grande possibilidade de isso acontecer, procurando saber e obtendo informações de como a maioria dos times avaliam e pensam a respeito desses atletas. De modo que todos aqueles que foram convidados têm grandes chances e são bem vistos ou cotados de serem draftados logo na primeira rodada do Draft de 2019.

A confirmação dos nomes de Drew Lock e Daniel Jones no evento só corroboram com as informações mais recentes de que alguns times realmente os têm como alvo e gostam dos jogadores. O segundo, principalmente, vem ganhando mais força e hoje tem tudo para ser escolhido na primeira rodada (algo impensável dois meses atrás), fazendo valer aquela máxima da liga de que, quem precisa de Quarterback tem que buscar logo cedo no Draft e até “pagar caro” se preciso for. Ambos os jogadores são bastante questionáveis e não têm valor para uma escolha de 1º Round, acabando sendo valorizados por essa “caça aos QBs”, que hoje nos leva a pensar que no mínimo quatro jogadores da posição sairão na primeira rodada, juntando-se a Kyler Murray e Dwayne Haskins. Este último, vale destacar, que recebeu também o convite, mas optou por ficar em casa, com sua família, no dia do evento.

Daniel Jones em ação por Duke

A presença de Josh Jacobs em Nashville confirma que alguns times provavelmente gostam o suficiente do jogador para o draftarem no primeiro dia, algo que sempre foi questionado e nunca foi um ponto fechado em todo o processo pré-draft. Times como Oakland Raiders, Philadelphia Eagles e até mesmo o Indianapolis Colts são alguns dos que podem estar dispostos a puxar o gatilho no produto de Alabama ainda no 1º Round.

Surpreende D.K. Metcalf como único wide receiver no green room, se não é uma classe vasta em talento, no mínimo possui outros nomes que podem sim serem levados em consideração para a primeira rodada, ainda mais sendo uma necessidade premente para vários times. N’Keal Harry ou A. J. Brown, por exemplo, são jogadores que têm valor e podem tranquilamente saírem no fim da primeira rodada, mas não foram cogitados para o evento. No entanto, Marquise Brown é que foi o outro recebedor a ser convidado, porém, tendo declinado do convite. Tal fato pode representar a existência de um interesse forte pelo jogador e acima do que o que vem sendo comentado ao longo do processo pré-draft, mostrando que talvez as franquias não estejam tão preocupadas assim com sua estrutura física, algo sempre batido e reportados pelos analistas.

Já nos prospectos de defesa, as principais surpresas ficam por conta da ausência de alguns jogadores que até então eram/são tidos como escolhas certas de primeira rodada. Rashan Gary de Michigan, jogador sempre tido e falado como uma possível escolha top 15 da classe de Draft não foi convidado para o evento e por toda essa hype existente, tal fato surpreende e pode revelar que os times da NFL talvez não estejam tão apaixonados assim pela fisicalidade do jogador.

Na secundária, a grande ausência sentida em Nashville é do Cornerback Byron Murphy de Washington, jogador que é tido por muitos (inclusive por mim) como o principal prospecto da posição chegando para o Draft em 2019. A inexistência de convite para o jogador acontece no momento em que surgem rumores de que ele poderia sofrer uma queda vertiginosa até o 2º Round, o que faz pensar que isso pode mesmo ser verdade, ainda que seja algo sem explicação plausível, principalmente se levarmos em conta que Deandre Baker foi convidado em detrimento dele, jogador com avaliação abaixo e que até então era pouquíssimo comentado como escolha de primeira rodada.

CB Byron Murphy, Washington

Ante esse cenário, apesar de não existir uma certeza propriamente, os nomes e o modo como foi elaborada a lista de jogadores presente no green room do Draft, em 25 de abril, liga um alerta de que várias coisas podem se desenhar diferentes daquilo que se vinha pensando e imaginando para o desenvolvimento do 1º Round, valendo ficar ligado nesses nuances e mensagens subliminares deixadas.

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.