sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Compartilhe

A semana 11 da temporada terá alguns confrontos que vão pegar fogo e serão importantes para o restante da temporada, em questão de classificação. A rodada tem algumas equipes interessantes de folga, como Green Bay Packers e Seattle Seahawks, sendo necessário que seja uma semana de recuperação, descanso e que os times voltem com tudo na semana 12, para brigarem por uma vaga nos playoffs e uma boa classificação geral na conferência. Confira algumas curiosidades:

  • A semana 11 é a primeira semana de 2019 em que nenhuma equipe da NFL esteja invicta.
  •  Após bom jogo e vitórias contra Jets e Colts, o Miami Dolphins perdeu força na briga com Redskins e Bengals pela primeira escolha geral do draft de 2020.
  •  O Atlanta Falcons, time com apenas uma vitória até a semana 9, venceu o New Orleans Saints, time com apenas uma derrota até então, em New Orleans. Atlanta perde força também na briga por uma escolha top 3 do próximo draft.
  • O RB Aaron Jones, do Green Bay Packers empatou com o RB Christian McCaffrey, do Carolina Panthers em número de TDs na temporada, após anotar 3 vezes no último domingo e chegar a 14 TDs em 2019.
  • Outro RB na conversa para o All-Pro Team, Dalvin Cook, do Minnesota Vikings é o único jogador com +100 jardas de scrimmage em 8 jogos nesta temporada
  • O Baltimore Ravens alinhou 3 vencedores do Heisman Trophy em um snap ofensivo na última partida. Mark Ingram (2009), Robert Griffin III (2011) e Lamar Jackson (2016).
  • Outro ganhador do Heisman, Kyler Murray não lança uma interceptação há 211 passes, recorde para calouros da liga.
  • O RB Kareem Hunt fez seu primeiro jogo desde que foi cortado por Kansas City e suspenso pela liga em 2018.

A Semana 11 da NFL começou ontem com a partida entre Pittsburgh Steelers e Cleveland Browns! Confira nosso Guia e não perca nada!

Houston Texans (6-3) @ Baltimore Ravens (7-2) – Domingo, 17/11, 15h (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN 

 

 

 

 

 

O principal confronto da semana será o duelo entre duas forças da conferência nacional, que vem na briga pelo título de suas divisões e lutam pela semana de descanso antes do início da pós-temporada.

O time de Baltimore tem um jogo corrido excepcional e muito bem chamado pelo coordenador ofensivo Greg Roman, começa o desafio de enfrentar fortíssimas defesas terrestres nas próximas semanas. A da vez é a defesa do Houston Texans, que é a terceira melhor parando a corrida e deve voltar suas atenções para conter Mark Ingram e Lamar Jackson pelo chão, forçando Jackson a passar a bola em situações desconfortáveis.

Na defesa, o time de Baltimore sofreu para pressionar o quarterback em alguns jogos e vai precisar desse aspecto do jogo se quiser parar Deshaun Watson. Contar com a secundária de elite no fundo do campo é animador, mas Watson costuma fazer estragos em qualquer unidade quando tem tempo e conforto em seus dropbacks.

No lado de Houston, a defesa que perdeu J.J. Watt pelo restante da temporada, tem talento para suprir a ausência da estrela. Vencer os confrontos individuais e bater o time de Baltimore na linha é essencial para a defesa obter sucesso. Com o box lotado, provavelmente os jogadores de secundária terão de jogar no mano a mano muitas vezes e não ceder jogadas, principalmente no meio do campo é determinante para o plano de jogo funcionar.

No ataque, Desahun Watson é um monstro. Se a linha ofensiva não for desafiada pelo time de Maryland, Watson e Carlos Hyde vão dominar e controlar o relógio, marcando muitos pontos. As várias armas no jogo aéreo também devem preocupar John Harbaugh, sendo que são muitos alvos para marcar se Watson tiver tempo. DeAndre Hopkins deve ter marcação dupla e isso abre espaços para os outros recebedores do time contra jogadores de menor qualidade do Ravens, como Kenny Stills, Keke Coutee e Darren Fells.

Principais jogadores:

Houston Texans:

QB Deshaun Watson completou 22 passes de 28 tentados para 201 jardas com 2 TDs na última semana. RB Carlos Hyde teve 160 jardas terrestres no último jogo. WR DeAndre Hopkins teve 8 recepções para 48 jardas e 1 TD contra o Jaguars. EDGE Brennan Scarlett teve 2 tackles, 2 sacks e 1 tackle para perda de jardas na última semana. CB Gareon Conley teve 8 tackles e 3 passes desviados  no último jogo.

Baltimore Ravens:

QB Lamar Jackson passou para 223 jardas e 3 TDs e correu para 65 jardas e 1 TD na semana 10. RB Mark Ingram correu para 34 jardas e 1 TD no último jogo. WR Marquise Brown teve 4 recepções para 80 jardas e 1 TD contra o Bengals.  CB  Marcus Peters teve 1 interceptação retornada para TD na semana 10. DL Chris Wormley teve 3 tackles, 1 sack e 2 tackles para perda de jardas no último jogo.

Leia Mais: Decepção em 2018, o Vikings mostra que está pronto para surpreender na NFC

Leia Também: Rastreando Draftados – Calouros do Raiders com ótimo desempenho

New England Patriots (8-1) @ Philadelphia Eagles (5-4) – Domingo, 17/11, 18h25 (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN

 

 

 

 

 

 

Jogo entre os dois rivais do Super Bowl 52, com sequências distintas desde a vitória de Philadelphia naquele jogo. New England voltou ao Super Bowl no ano seguinte, é o atual campeão e é um dos candidatos a retornar ao maior evento esportivo do mundo. Já o time de Philadelphia alternou altos e baixos, com muitas lesões e briga por uma vaga na pós-temporada de 2019.

A chave do o jogo para Philadelphia estabelecer o jogo terrestre. Com uma linha ofensiva inconstante no ano, mas com bastante talento, é possível imaginar que Doug Pederson explore a fraqueza da forte defesa de New England. Bater as marcações homem a homem também será necessário, caso o time da NFC Leste queira vencer os atuais campeões

Na defesa, a secundária de Philadelphia deve evitar os duelos no meio do campo. Tom Brady explora muito bem rotas cruzando a formação com Julian Edelman e James White atuando contra jogadores mais pesados. Um passe desses contra um linebacker, vira uma jogada para +20 jardas.

Pelo lado de New England, o ataque vem jogando mal e tudo passa pela linha ofensiva. As ausências de Isaiah Wynn e David Andrews vem sendo sentidas tanto no jogo terrestre, quanto na proteção a Tom Brady. Conseguir separação rápido e conseguir quebrar tackles nas corridas são pontos que poderiam minimizar os problemas da linha, mas não vêm acontecendo. A estreia de N’Keal Harry e seu talento com bolas contestadas e em jardas após a recepção podem ajudar New England, assim como a semana de descanso para recuperar jogadores.

Na defesa, o miolo da linha vem sofrendo para invadir o backfield adversário e conter a corrida. Nós últimos 2 jogos, o jogo terrestre foi o pesadelo da defesa e Bill Belichick deve ter feito ajustes para o restante da temporada durante a semana sem jogos.

Principais jogadores:

Philadelphia Eagles:

QB Carson Wentz completou 26 passes de 39 tentados para 238 jardas com 1 TD na última partida. RB Jordan Howard teve 82 jardas terrestres e 1 TD no último jogo. TE Zach Ertz teve 9 recepções para 103 jardas e 1 TD contra o Bears. EDGE Brandon Graham teve 2 tackles, 1 sack e 1 tackle para perda de jardas no último jogo. DB Jalen Mills teve 2 tackles e 1 passe desviado na semana 9.

New England Patriots:

QB Tom Brady teve 1 TD e 285 jardas no último jogo. WR Mohammed Sanu teve 81 jardas e 1 TD contra o Ravens. WR Julian Edelman teve 89 jardas na semana 9. LB Dont’a Hightower teve 9 tackles e 1 tackle para perda de jardas no último jogo. DL Lawrence Guy teve 2 tackles, 1 sacks e 2 tackles para perda de jardas contra o Ravens.

Chicago Bears (4-5) @ Los Angeles Rams (5-4) – Segunda, 17/11, 22h20 (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN

 

 

 

 

 

 

Duelo de dois times que vem decepcionando nesta temporada, o confronto de Rams e Bears pode ser o último suspiro das franquias rumo aos playoffs. Os dois times, que eram cotados para a final da conferência antes da temporada, estão a mais de um jogo do último time que iria para o wild card hoje e necessitam da vitória.

O time de Illinois precisa limitar o jogo terrestre do Rams e impedir que McVay engate a marcha de seu sistema ofensivo, colocando Jared Goff em condição de passe e de ser atacado por Khalil Mack. O front seven do time de Chicago precisa aparecer e colocar Goff em apuros, para que os turnovers aconteçam.

No ataque, Mitchell Trubisky causa calafrio em torcedores e analistas, quase toda semana. Ele jogou bem no último jogo, mas precisa ser mais consistente. Matt Nagy, técnico do time precisa investir mais jogadas no jogo terrestre do time, especialmente neste jogo, em que Trubisky enfrentará Aaron Donald no pass rush e Jalen Ramsey na cobertura. Correr bem com a bola deixará Trubisky em situações mais tranquilas e favoráveis.

Para o time da Califórnia, atrair a forte defesa terrestre de Chicago para o box fará com que Jared Goff jogue da melhor maneira que ele prefere: play action. Passes intermediários e screens também ajudam na empreitada de atrair defensores para a linha. Na defesa, pressionar Trubisky com certeza transformará algumas jogadas em turnovers e Wade Philips provavelmente vai utilizar isso contra o QB.

Principais jogadores:

Chicago Bears:

QB Micth Trubisky passou para 173 jardas e 3 TDs na semana 10. RB David Montgomery correu para 60 jardas no último jogo. WR Allen Robinson teve 6 recepções para 86 jardas contra o Lions.  DL  Nick Williams teve 2 tackles, 1 sacks e 1 tackle para perda de jardas na semana 10. LB Nick Kwiatkoski teve 8 tackles, 1 sack, 1 interceptação, 1 passe desviado e 1 tackle para perda de jardas no último jogo.

Los Angeles Rams:

QB Jared Goff passou para 243 jardas e 2 interceptações na semana 10. RB Todd Gurley correu para 73 jardas contra o Steelers. WR Robert Woods teve 7 recepções, para 95 jardas no último jogo.  DB  Troy Hill teve 7 tackles e 1 passe desviado na semana 10. DL Aaron Donald teve 4 tackles, 3 tackles para a perda de jardas e 1 sack no último jogo.

 

New York Jets (2-7) @ Washington Redskins (1-8) – Domingo, 17/11, 15h (Horário de Brasília) –  Transmissão: NFL Game Pass

 

 

 

 

 

 

Miami não é mais o pior time da liga. Pelo menos, não neste momento. Após 2 vitórias consecutivas, o time da Flórida mostrou reação e embolou a briga pelas primeiras escolhas do próximo draft. Nesta briga, estão New York Jets e Washington Redskins, que se enfrentam neste domingo.

O time da capital americana finalmente viu que não chegará a lugar nenhum e colocou Dwayne Haskins como titular para ganhar experiência. Com as dores de crescimento de Haskins, podemos esperar várias e várias lambanças nos snaps ofensivos desse jogo, já que a defesa do time de New York tem alguns bons jogadores.

A defesa do Jets vem tendo muitas dificuldades e ainda trocou um de seus melhores jogadores, Leonard Williams, para o lado azul de Nova York. Pressionar a linha ofensiva de Washington não é lá muito difícil, ainda mais com um quarterback calouro e tão cru quanto Haskins

No ataque, New York conta com uma linha ofensiva ruim, que cedeu 2 sacks no último jogo contra o Giants e deve sofrer contra jogadores como Ryan Kerrigan, Da’ron Payne e Jonathan Allen.

Para Washington, a reconstrução total deve ser pensada e alguns valores jovens poderão fazer parte do futuro, como Derrius Guice, Haskins, Payne e Allen e o WR Terry McLaurin. Além de evoluir estes jogadores, avaliar jogadores de contrato baixo para as próximas temporadas são missões para os jogos deste restante de 2019.

Principais jogadores:

New York Jets:

QB Sam Darnold passou para 230 jardas, 1 TD no último jogo em que jogou. RB Le’Veon Bell liderou o time e correu para 34 jardas na semana 10. WR Demaryius Thomas teve 6 recepções para 84 jardas no último jogo. DB Jamal Adams  teve 8 tackles e 2 sacks, 2 fumbles forçados e 1 passe desviado na partida passada. LB James Burgess teve 4 tackles, 0,5 sack e 1 passe desviado contra o Giants.

Washington Redskins:

QB Dwayne Haskins passou para 144 jardas na semana 9. RB Adrian Peterson teve 108 jardas terrestres no último jogo da equipe. WR Paul Richardson teve 42 jardas recebidas no último jogo. CB Josh Norman teve 6 tackle e 1 fumble forçado e 2 passes desviados no duelo contra Buffalo. DL Matt Ioannidis teve 4 tackles, 1 sack e 1 tackle para perda de jardas na última partida.

 

 

  • Dwayne Haskins, Brandon Allen e Ryan Finley continuam como titulares em seus times. Gardner Minshew voltou ao banco na última semana com a volta de Nick Foles
  • A defesa do New England Patriots lidera a liga com 19 interceptações feitas. Jameis Winston lidera a liga com 14 interceptações sofridas.
  • O QB Matt Stafford interrompeu uma sequência de 136 jogos seguidos como titular na última semana. Era a segunda maior sequência ativa da liga
  • O WR Michael Thomas, do New Orleans Saints é o mais jovem a alcançar 400 recepções na liga e o primeiro a ter 400+ recepções nos primeiros quarto anos da carreira.
  • Thomas soma 86 recepções no ano, média que o deixaria com 153 no fim da temporada, batendo o recorde de Marvin Harrison para mais recepções em uma única temporada.
  • O técnico do Washington Redskins anunciou que Dwayne Haskins é o QB titular da equipe para o restante da temporada.

Acompanhe  nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.