sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

Compartilhe

A semana 14 da temporada terá alguns confrontos que vão pegar fogo e serão determinantes para a ordem de classificação dos playoffs. A rodada não tem equipes de folga e os jogos que não envolvem times que brigam por vaga nos playoffs, envolve interesses na ordem do draft de 2020. Confira algumas curiosidades:

  • A semana 14 começa sem times invictos ou sem vitórias, pela primeira vez no ano
  •  Após a vitória contra o Atlanta Falcons, o New Orleans Saints é a primeira equipe da NFC a garantir vaga nos playoffs de 2019.
  •  Dolphins, Lions, Cardinals, Falcons e Giants se juntaram ao Cincinnati Bengals no grupo dos eliminados da temporada.
  • Falando em Bengals, o time de Cincinnati venceu a primeira no campeonato e Andy Dalton se tornou o QB com mais passes para TD da história da franquia, com 198.
  • As 4 maiores estrelas do draft de 2011 (Cam Newton, Von Miller, JJ Watt e AJ Green) estão lesionadas nesta semana
  • Na rodada de Thanksgiving, todos os times da casa foram derrotados.
  • Os 49 TDs do Baltimore Ravens na temporada são a maior marca da franquia em uma temporada, até o momento.
  • O kicker do Miami Dolphins, Jason Sanders, é o primeiro kicker em 42 anos a receber um TD.

A Semana 14 da NFL começou ontem com a partida entre Dallas Cowboys e Chicago Bears! Confira nosso Guia e não perca nada!

San Francisco 49ers (10-2) @ New Orleans Saints (10-2) – Domingo, 8/12, 15h (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN 

 

 

 

 

 

O principal confronto da semana será o duelo entre duas forças da conferência nacional. O New Orleans Saints, que já garantiu o título de sua divisão e procura a vantagem de jogar em casa nos playoffs, e o San Francisco 49ers, que perdeu a liderança da divisão e busca recuperar a melhor campanha da conferência.

O time de San Francisco, número 1 da conferência até semana passada, tem um jogo corrido excepcional e muito bem chamado pelo técnico Kyle Shanahan, termina contra o Saints, o desafio de enfrentar de enfrentar times com mais de 80% de aproveitamento nas últimas semanas. A última empreitada é em casa contra o atual número 1 da conferência, que deve tentar tirar o jogo corrido do time da Califórnia e desafiar Jimmy Garoppolo a lançar contra a forte secundária e sofrer pressão da linha defensiva subestimada de New Orleans.

Na defesa, o time de San Francisco terá a missão de parar Alvin Kamara, Drew Brees e principalmente, Michael Thomas. A estrela solitária do corpo de recebedores de New Orleans está em ótima fase e será acionado por Brees sempre que possível. O pass rush de San Francisco será determinante para evitar que Brees tenha tempo.

No lado de New Orleans, a defesa que tem o segundo nível como a principal deficiência, enfrentará (se saudável) o melhor TE da liga. George Kittle vem de lesão e será fundamental para o ataque de Shanahan. Com Kittle, as coberturas no meio do campo serão grande problema para o time da Louisiana. Com o box lotado para conter o jogo terrestre, provavelmente os jogadores de secundária terão de jogar no mano a mano muitas vezes e não ceder jogadas, principalmente no meio do campo é determinante para o plano de jogo funcionar.

No ataque, o desafio da linha ofensiva será proteger Brees. Sabendo que a defesa terrestre de San Francisco é fortíssima, Sean Payton deve utilizar muito Kamara contra os linebackers e isso pode ser um trunfo para o ataque.

Principais jogadores:

San Francisco 49ers:

QB Jimmy Garoppolo completou 15 passes de 21 tentados para 165 jardas com 1 TD na última semana. RB Raheem Mostert teve 146 jardas terrestres e 1 TD no último jogo. WR Deebo Samuel teve 2 recepções para 41 jardas e 1 TD contra o Ravens. DL DeForest Buckner teve 4 tackles e 1 sack na última semana. LB Fred Warner teve 8 tackles e 2 passes desviados no último jogo.

New Orleans Saints:

QB Drew Brees passou para 184 jardas e 1 TD na semana 13. RB Alvin Kamara correu para 61 jardas no último jogo. TE Jared Cook teve 3 recepções para 85 jardas contra o Falcons.  DL Marcus Davenport teve 4 tackles, 2 sacks, 2 fumbles forçados e 1 tackle para perda de jardas na semana 13. DL Cam Jordan teve 5 tackles, 4 sacks, 1 passe desviado e 4 tackles para perda de jardas no último jogo.

Leia mais: Draftando Quarterbacks: Decepções

Leia Também: Ravens regasta estilo de jogo que fez sucesso há 7 anos atrás

Kansas City Chiefs (8-4) @ New England Patriots (9-1) – Domingo, 8/12, 18h25 (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN

 

 

 

 

 

 

 

Jogo entre duas das mais fortes franquias da AFC nos últimos tempos, New England Patriots e Kansas City Chiefs duelam por melhores posições na conferência, New England para se manter na cola da posição número 1 da conferência americana e Kansas City para abrir diferença na liderança da divisão leste e  encostar nos líderes da conferência nacional.

A chave do o jogo para Kansas é vencer os confrontos mano a mano. Com uma linha ofensiva inconstante no ano, mas com bastante talento, é possível imaginar que Andy Reid explore a fraqueza da forte defesa de New England. Bater as marcações homem a homem será necessário para que Patrick Mahomes possa se livrar rápido da bola contra as blitz da defesa de New England, que costuma ir atrás do QB com 5 ou mais jogadores e deixar a secundária em cover 0, ou seja, com marcações homem a homem em todos os recebedores.

Na defesa, o time do Missouri melhorou, mas que vem sofrendo em alguns momentos, vai enfrentar uma unidade que vive momento semelhante. Tom Brady vem jogando abaixo do que costumamos ver e parte da culpa é da linha ofensiva que não vem jogando bem. Com exceção de Joe Thuney, a linha ofensiva não consegue proteger Brady da pressão e muito menos abrir espaço para o jogo corrido. Brady, os recebedores e Josh McDaniels também tem culpa no desempenho ruim e pressionar Brady pelo meio parece muito interessante para o time que tem Chris Jones em ótima fase contra o Ted Karras e Shaq Mason, que vêm sendo bem medianos em 2019.

Pelo lado de New England, o ataque vem jogando mal e tudo passa pela linha ofensiva. As volta de Isiah Wynn melhorou um pouco a situação do ataque terrestre. Mas o ataque aéreo não engrena. Brady não consegue jogar no nível em que estamos acostumados, assim como os recebdores perdem a maioria das batalhas contra a marcação. Poucos lampejos de McDaniels nas chamadas conseguem fazer com que as campanhas não morram, mas é muito pouco para um time que tem a melhor campanha da conferência, junto com o Baltimore Ravens.

Na defesa, o miolo da linha vem sofrendo para invadir o backfield adversário e conter a corrida. A defesa terrestre melhorou nos últimos jogos, mas em Houston, a secundária falhou bastante. Passada a doença que pegou vários dos melhores jogadores da defesa na semana passada, a unidade defensiva deve voltar ao normal e dificultar a vida de Mahomes.

Principais jogadores:

Kansas City Chiefs:

QB Patrick Mahomes completou 15 passes de 29 tentados para 175 jardas com 1 TD na última partida. RB Darwin Thompson teve 44 jardas terrestres e 1 TD no último jogo. TE Travis Kelce teve 5 recepções para 90 jardas contra o Raiders. DL Tanoh Kpassagnon teve 3 tackles, 1 sack e 1 tackle para perda de jardas no último jogo. DL Chris Jones teve 2 tackles e 1 tackle para perda de jardas e 1 sack na semana 13.

New England Patriots:

QB Tom Brady teve 326 jardas, 3 TDs e 1 interceptação no último jogo. RB James White teve 79 jardas terrestres, 98 jardas recebidas e 2 TDs recebidos contra o Texans. WR Julian Edelman teve 106 jardas recebidas e 1 TD de passe e na semana 13. LB Kyle Van Noy teve 3 tackles, 1 sack e 1 tackle para perda de jardas no último jogo. LB Dont’a Hightower teve 3 tackles, 1 sack e 1 tackle para perda de jardas contra o Texans.

Baltimore Ravens (10-2) @ Buffalo Bills (9-3) – Domingo, 8/12, 15h (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN 2

 

 

 

 

 

Duelo interessante entre times da AFC, o Baltimore Ravens enfrenta o surpreendente Buffalo Bills, que é um dos times mais subestimados da liga e está a apenas uma vitória da melhor campanha da liga.

O time de Buffalo precisa limitar o jogo terrestre do Ravens para poder gerar pressão em Lamar Jackson em situações claras de passe. Sem sofrer pressão, Jackson vai pulverizar a forte secundária de Buffalo e as chances do Bills de brigar pela divisão.

No ataque, a boa temporada da linha ofensiva e de Josh Allen dão esperanças para que o time do estado de Nova York possa correr com a bola e fazer campanhas longas, controlando o relógio.

Para o time de Baltimore, atrair a forte defesa de Buffalo para o box fará com que Jackson jogue contra duelos favoráveis, como Mark Andrews no meio do campo e Marquise Brown em profundidade, ambos no mano a mano. Na defesa, chegar até o QB é o que o Ravens deseja, para fazer com que o ataque do Bills não entre no ritmo e Allen não tenha tempo de lançar. Com a pressão chegando em Allen, a chance da secundária aproveitar passes errados e roubar a bola é boa.

Principais jogadores:

Baltimore Ravens:

QB Lamar Jackson passou para 105 jardas e 1 TD e correu para 101 jardas e 1 TD na semana 13. RB Lamar Jackson correu para 59 jardas no último jogo. TE Mark Andrews teve 3 recepções para 50 jardas e 1 TD contra o 49ers.  DB  Chuck Clark teve 5 tackles, 1 sack e 1 fumble forçado na semana 13. CB Marlon Humphrey teve 7 tackles no último jogo.

Buffalo Bills:

QB Josh Allen completou 19 passes de 24 tentados para 231 jardas com 1 TD na última partida. RB Devin Singletary teve 63 jardas corridas, 38 jardas recebidas e 1 TD recebido no último jogo. WR Cole Beasley teve 6 recepções para 110 jardas e 1 TD contra o Cowboys. DL Trent Murphy teve 4 tackles, 1 sack, 1 tackle para perda de jardas, 1 fumble forçado e 1 fumble recuperado no último jogo. DL Ed Oliver teve 3 tackles, 2 sacks, 1 fumble forçado, 1 passe desviado e 1 tackle para perda de jardas na semana 13.

 

Miami Dolphins (3-9) @ New York Jets (4-8) – Domingo, 8/12, 15h (Horário de Brasília) –  Transmissão: NFL Game Pass

 

 

 

 

 

 

O time de Miami volta a figurar nesta parte do Guia da Rodada, mas não por culpa própria. O time do New York Jets conseguiu a façanha de perder para o Cincinnati Bengals, que não tinha vencido ainda na temporada. Com duas linhas ofensivas péssimas, teremos um encontro no mínimo engraçado, mas não muito atrativo em questão de qualidade.

O time da maior cidade americana tem em sua linha ofensiva o reflexo da incompetência de seu técnico. Com jogadores medonhos, seu QB do futuro e seu RB caro não conseguem render. A defesa de Brian Flores vem melhorando e deve atormentar a linha de New York. Na defesa, Jamal Adams é mais um dos bons talentos da unidade que vem sofrendo com lesões. O ano para o Jets é de reflexão para avaliar o quanto Adam Gase pode melhorar a equipe ao ser demitido.

Em Miami, após início terrível, há boas coisas para o torcedor sentir para o futuro. Com 3 escolhas na primeira rodada do próximo ano e mais de 100 milhões para contratar na free agency, Brian Flores vem mostrando que pode treinar o time e evoluir os jovens talentos que o time tem, principalmente no lado defensivo como Christian Wilkins, Xavien Howard e Taco Charlton.

Principais jogadores:

Miami Dolphins:

QB Ryan Fitzpatrick passou para 365 jardas, 3 TDs e 1 interceptação no último jogo. RB Albert Wilson liderou o time e correu para 31 jardas  na semana 13. WR Devante Parker teve 7 recepções para 159 jardas e 2 TDs no último jogo. LB Sam Eguavoen teve 4 tackles, 1 sack e 3 tackles para perda de jardas na partida passada. DL Taco Charlton teve 2 tackles, 1 sack e 1 fumble forçado contra o Bengals.

New York Jets:

QB Sam Darnold passou para 239 jardas na semana 13. RB Le’Veon Bell teve 32 jardas terrestres no último jogo da equipe. WR Robby Anderson teve 101 jardas recebidas no último jogo. LB James Burgess teve 7 tackles contra o Bengals. DL Steve McLendon teve 1 tackles, 1 sack e 1 tackles para perda de jardas na última partida.

 

 

  • Drew Lock, que estreou com vitória na última rodada, continua como titular em Denver.
  • A defesa do New England Patriots lidera a liga com 20 interceptações feitas. Jameis Winston lidera a liga com 20 interceptações sofridas.
  • O QB Ryan Fitzpatrick é o primeiro jogador em 100 anos de NFL a lançar TDs contra uma mesma equipe em 7 jogos com 7 equipes diferentes.
  • A última vez em que o Buffalo Bills chegou a 9 vitórias e 3 vitórias neste ponto da temporada foi em 1996, última de Jim Kelly com a equipe.
  • O San Francisco 49ers vai ser o primeiro time da era do Super Bowl a ter uma sequência de 3 jogos consecutivos contra times de 80% de aproveitamento na temporada (Packers, Ravens, Saints)
  • O Detroit Lions liderou todos os jogos em que jogou em 2019, mas tem 3 vitórias, 8 derrotas e 1 empate.
  • O Los Angeles Chargers não perdeu nenhum jogo por mais de 7 pontos. E tem 4 vitórias e 8 derrotas.

Acompanhe  nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.