sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Compartilhe

Chegando na semana 3 da temporada, a maioria das franquias vai se colocando no rumo que deve guiar as suas pretensões na tabela de classificação. Algumas franquias demoram a engrenar, mas já é possível imaginar quem vai brigar para ganhar a divisão, brigar por vaga no wild card e quem vai ter que pensar no draft de 2020. Confira algumas curiosidades:

  • O QB Eli Manning, do New York Giants, com a derrota para o Buffalo Bills, chegou a um recorde de 116 vitórias e 116 derrotas.
  • Com o TD lançado por Tom Brady, contra o Miami Dolphins, Brown se tornou o 72° jogador diferente a receber um passe do camisa 12 de New England. Foi o primeiro passe para TD recebido por Brown que foi lançado por um jogador diferente de Ben Roethlisberger. Ele também foi o primeiro jogador a receber passes para TD de Brady e Roethlisberger na carreira.
  • Com a vitória contra o Oakland Raiders, por 28 a 10, o Kansas City Chiefs aumentou a sequência para 23 jogos seguidos marcando mais de 25 pontos
  • A vitória por 43 a 0 contra o Miami Dolphins foi a primeira vez que o New England Patriots terminou um jogo em Miami sem sofrer pontos.
  • A defesa toda do Denver Broncos, incluindo Bradley Chubb e Von Miller, tem o total de zero sacks nos dois primeiros jogos do ano. O defensor do ano das últimas duas temporadas Aaron Donald também continua zerado nos dois primeiros jogos.
  • O QB Matthew Stafford conseguiu seu 28° triunfo virando o placar no último quarto da partida, maior marca da NFL na década.
  • Pela primeira vez na história, uma rodada da NFL teve dois confrontos de QBs vencedores do Heisman Trophy, com Lamar Jackson enfrentando Kyler Murray e Cam Newton enfrentando Jameis Winston.
  • Kyler Murray se igualou a Cam Newton como os únicos a começarem suas carreiras na NFL com dois jogos seguidos lançando para mais de 300 jardas.

A Semana 3 da NFL começou ontem com a partida entre Jacksonville Jaguars e Tennessee Titans. Confira nosso Guia e não perca nada!

Baltimore Ravens (2-0) @ Kansas City Chiefs (2-0) – Domingo, 22/09, 14h (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN 2

 

 

 

 

 

O principal confronto da semana será no Missouri, onde o time do atual MVP em dos favoritos da conferência americana, o Kansas City Chiefs, recebe uma das sensações da temporada, o Baltimore Ravens.

Time de defesa extremamente forte, jogo corrido consistente e ataque aéreo inconstante em 2018, a equipe do Ravens começou 2019 com novas armas no jogo aéreo e com uma postura diferente de Lamar Jackson no pocket quando tem que passar a bola. Com a evolução de Lamar, o time venceu dois jogos com atuações boas e tem um belo desafio para se afirmar agora contra um dos postulantes ao título.

A fórmula de defesa forte, jogo terrestre consistente com armas para ferir a secundária em profundidade é um belo antídoto para jogar contra um dos melhores ataques da NFL atualmente. Com a defesa limitando pelo menos um pouco do potencial ofensivo comandado por Patrick Mahomes, o jogo terrestre estabelecendo a posse e mantendo o ataque no campo, com Lamar Jackson machucando a secundária para pontuar, o time do Baltimore Ravens é o primeiro grande desafio de Kansas City  na temporada.

Pelo lado vermelho, o Chiefs conta com a força do Arrowhead Stadium, um dos estádios mais barulhentos da NFL para pressionar o adversário, principalmente quando o ataque do Ravens estiver em campo. A defesa foi sólida na semana 2 e precisa repetir a atuação caso queira vencer o jogo. No ataque, Mahomes tem sido espetacular novamente, mesmo com a ausência de Tyreek Hill, que está sendo substituído a altura por Mecole Hardman. Se a secundária conseguir desafiar Lamar Jackson com marcações boas no fundo do campo e travar seu processamento mental, fazendo com que ele seja obrigado a realizar progressões de recebedores, a defesa tem grandes chances de limitar o dinamismo do ataque de Baltimore.

Principais jogadores:

Baltimore Ravens:

QB Lamar Jackson  tem 7 TDs em 2 jogos. WR Marquise Brown  é o principal  alvo de Lamar e tem 233 jardas e 2 TDs na temporada. TE Mark Andrews teve TD recebido na semana 2. LB Pernell McPhee teve 1 sack e 3 tackles para perda de jardas no último jogo. CB Marlon Humphrey teve 5 tackles e 1 tackle para perda de jardas contra o Arizona Cardinals.

Kansas City Chiefs:

QB Patrick Mahomes lançou para 443 jardas e 4 TDs na semana 2 e já lidera a liga em jardas aéreas. TE Travis Kelce teve 107 jardas e 1 TD no jogo contra o Raiders. WR Demarcus Robinson teve 6 recepções para 172 jardas na última semana, com 2 TDs. CB Kendall Fuller teve 5 tackles e 1 sack na semana passada. DL Chris Jones teve 1 sack e 1 tackle para perda de jardas no último jogo.

Leia Mais: Rastreando Draftados – D.K. Metcalf fazendo a diferença para o Seahakws

Leia Também: Minkah Fitzpatrick, Jalen Ramsey e os pedidos de troca na NFL

Houston Texans (1-1) @ Los Angeles Chargers (1-1) – Domingo, 22/09, 17:25 (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN Extra

 

 

 

 

O jogo de duas equipes fortes, com bons elencos, mas que ainda estão evoluindo na temporada. O time de Houston tem um quarterback jovem e seu técnico, que também é seu atual general manager, Bill O’Brien foi para o all-in na temporada. Contudo, ainda tem sérios problemas para proteger seu quarterback e algumas deficiências na secundária, o que deve ser perigoso contra o Chargers de Phillip Rivers, Keenan Allen e companhia.

Na defesa, o Texans vem de atuações sólidas, mas precisa melhorar contra o jogo corrido para forçar o adversário a ter decidas mais longas e óbvias de passe. J.J. Watt, principalmente nome da defesa e ídolo do time, começou a temporada devagar e ajudará na evolução do time se reencontrar sua melhor forma.

No ataque, Watson luta constantemente para sobreviver, mas mesmo assim consegue jogos consistentes e passes pornográficos para DeAndre Hopkins, sem dúvida um dos melhores jogadores da atualidade. Novamente, o time deve sofrer com pressão do pass rush contra o Chargers, que conta com nomes como Melvin Ingram e Joey Bosa.

Pelo lado de Los Angeles, a última semana foi de uma derrota inesperada, de virada para o Detroit Lions. Apesar de ter sofrido apenas 13 pontos, a defesa não jogou bem e sofreu para pressionar Matt Stafford, que terminou sem nenhum sack sofrido. O ataque fez apenas 10 pontos e também teve dificuldades, principalmente no jogo terrestre. Pressionar o quarterback será fundamental no confronto contra o Texans para não dar tempo para Desahun Watson encontrar os recebdores no fundo do campo.

Principais jogadores:

Houston Texans:

QB Deshaun Watson completou 16 de 29 passes para 159 jardas com 1 TD corrido na última semana. RB Carlos Hyde teve 90 jardas terrestres no último jogo. WR DeAndre Hopkins teve 40 jardas contra o Jaguars, em 5 recepções. LB Zach Cunningham teve 9 tackles e sack na última semana. LB Whitney Mercilus teve sack no último jogo.

Los Angeles Chargers:

QB Marcus Mariota teve 293 jardas na semana 2. RB Austin Ekeler teve 130+ jardas de scrimmage no último jogo. WR Keenan Allen teve quase 100 jardas de recepção em 8 recepções na semana 2. CB Casey Hayward teve 1 interceptação na semana passada. LB Thomas Davis teve 6 tackles no último jogo.

Los Angeles Rams (2-0) @ Cleveland Browns (1-1) – Domingo, 22/09, 21:20 (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN

 

 

 

O duelo do Sunday Night Football da semana 3 é um duelo em que faltarão holofotes para tantas celebridades envolvidas. O Rams, com a mente ofensiva sensação da NFL nos últimos anos, vem de 2 vitórias e enfrenta um dos times mais badalados da temporada, que ainda tá batalhando com alguns problemas, principalmente para proteger Baker Mayfield.

No ataque, o Los Angeles Rams enfrenta uma oscilação em sua linha ofensiva e esse jogo será um ponto importante na avaliação dos jogadores da posição, uma vez que enfrentaram nomes de peso como Myles Garrett, Sheldon Richardson e Olivier Vernon. De resto, o ataque é muito bem desenhado por McVay e, mesmo com Todd Gurley ainda longe do volume ideal para um jogador do calibre dele, é um dos melhores da liga. Na defesa, Aaron Donald é mais uma das estrelas do pass rush da NFL que começou o ano devagar. Teve lesão nas costas no jogo contra o Saints, mas retornou ainda naquele dia e deve jogar no Sunday Night Football. Quem vem surpreendendo é o corpo de linebackers, que vem jogando com muita velocidade e preenchendo muito bem os espaços, tanto no jogo aéreo, quanto na defesa terrestre.

No lado do Cleveland Browns, a defesa sofreu uma pane na semana 1 e cedeu um mundo de pontos e jardas para o Tennessee Titans. Melhorou no último jogo contra o Jets, mas jogando contra uma linha ofensiva horrível e o terceiro quarterback do time. Enfrentará um ataque de altíssima octanagem nesta semana e precisa de mostrar a que veio na temporada.

No ataque, estabelecer o jogo terrestre será importante para desafogar a pressão em Baker Mayfield, que conta com armas poderosas para receber a bola, mas geralmente não tem tempo no pocket para encontrá-las.

Cleveland Browns:

QB Baker Mayfield passou para 325 jardas com 1 TD e 1 interceptação na semana passada. RB Nick Chubb correu para 62 jardas e 1 TD no último jogo. WR Odell Beckham Jr teve 6 recepções, para 161 jardas e 1 TD contra o Jets.  DE  Myles Garrett teve 3  tackles para perda de jardas e 3 sacks na semana passada. LB Joe Schobert teve 10 tackles e 1 tackle para perda de jardas no último jogo.

 

New England Patriots (2-0) @ New York Jets (0-2) – Domingo, 22/09, 14h (Horário de Brasília) –  Transmissão: NFL Game Pass

 

 

O confronto divisional de New England novamente figura na sessão fuja do nosso guia. O New York Jets tem seu titular da posição de quarterback fora, com mononucleose. Para substituir Sam Darnold, a equipe tinha Trevor Siemian, que lesionou o tornozelo contra o Browns. Restou Luke Falk, que jogou relativamente bem no final do jogo contra Cleveland. O problema é que a linha ofensiva do time do Jets é uma peneira e jogará contra o uma defesa que está ilesa na temporada. A unidade defensiva de New England cedeu 3 pontos em 2 jogos até agora e vem se apresentando em nível histórico nos dois primeiros jogos

Isso seria suficiente para desequilibrar o confronto, mas ainda temos o ataque de New England, que marcou 38 pontos de média no início da temporada e tem Tom Brady apresentando uma química incrível com os recebedores, especialmente com Edelman, mas surpreendentemente com Josh Gordon e Antonio Brown. O problema de New England são apenas as lesões na linha ofensiva, que já tiraram de ação mais da metade dos titulares da posição. Mas o time de New York sofre com lesões na defesa, em nomes importantes como C.J. Mosley e o calouro Quinnen Williams.

Principais jogadores:

New York Jets:

QB Luke Falk passou para 198 jardas no último jogo. RB Kenyan Drake correu para 68 jardas na semana 2. WR Robby Anderson teve 4 recepções para 81 jardas contra o Browns. DB Darryl Roberts interceptação na semana passada. S Jamal Adams teve 5 tackles no último jogo.

New England Patriots:

QB Tom Brady passou para 2 TDs e 264 jardas na semana 2. WR Antonio Brown teve 56 jardas recebidas e 1 TD na sua estreia com o time. RB Sony Michel teve 83 jardas e 1 TD no último jogo. LB Jamie Collins teve 3 tackles e 1 tackle para perda de jardas, 0,5 sacks e uma interceptação retornada para TD no duelo contra Miami. CB Stephon Gillmore teve 1 interceptação retornada para TD e 3 passes desviados na última semana.

Miami Dolphins (0-2) @ Dallas Cowboys (2-0) – Domingo, 22/09, 14h (Horário de Brasília) –  Transmissão: NFL Game Pass

 

Confronto entre um time sólido de Dallas, que caminha para ser a favorita a vencer a divisão, contra um dos piores times que já existiu na NFL moderna e claramente realizando o famoso “tank”. Um jogo que dificilmente chegará ao último quarto com os titulares em campo, a menos que o novo quarterback titular do Miami Dolphins, Josh Rosen, jogue como Dan Marino que proporcione um tiroteio com Dak Prescott.

A defesa de Miami é tenebrosa e deve ser ainda pior na semana 3, após a troca de Minkah Fitzpatrick para o Pittsburgh Steelers. Jogando contra um ataque que vem empolgando os torcedores em Dallas, dificilmente veremos Dak Prescott com uma atuação ruim em números e o ataque com menos de 30 pontos.

Já o ataque de Miami tenta uma mudança, após barrar Ryan Fitzpatrick para dar a titularidade ao jogador de segundo ano Josh Rosen. O que deve minar qualquer evolução, é que Rosen tem basicamente zero ajuda. A linha ofensiva é ridícula, os running backs são bem medianos e o corpo de recebedores é pobre. Talvez, em questão de talento, o melhor jogador que Josh Rosen terá em seu plano de jogo é o TE Mike Gesicki, que recebe passes bem, mas é um bloqueador um tanto quanto questionável. A defesa de Dallas, principalmente a linha defensiva vai deitar e rolar na linha ofensiva de Miami, que cedeu 6 sacks na última semana.

Principais jogadores:

Miami Dolphins:

QB Josh Rosen passou para 97 jardas no último jogo. RB Kenyan Drake liderou o time e correu para 19 jardas na semana 2. WR Preston Williams teve 4 recepções para 63 jardas no último jogo. CB Eric Rowe teve 2 passes desviados na semana passada.

Dallas Cowboys:

QB Dak Prescott passou para 3 TDs e 269 jardas na semana 2. WR Devin Smith teve 74 jardas recebidas e 1 TD na semana passada. RB Ezekiel Elliott teve 111 jardas e 1 TD no último jogo. LB Jaylon Smith teve 8 tackles no duelo contra Washington. CB Byron Jones teve 8 tackles e 1 passe desviado na última semana.

 

 

  • Drew Brees lesionou o polegar no jogo contra o Los Angeles Rams e deve perder de 6 a 8 semanas. Teddy Bridgewater será o titular nos próximos jogos.
  • Ben Roethlisberger lesionou o cotovelo e está fora da temporada. Mason Rudolph é o novo titular da equipe.
  • Daniel Jones e Josh Rosen serão, respectivamente, os titulares de New York Giants e Miami Dolphins na semana 3. Os veteranos Eli Manning e Ryan Fitzpatrick vão começar no banco de reservas.
  • A semana 3 de 2019 é a primeira semana que não terá Ben Roethlisberger, Eli Manning ou Drew Brees como titulares desde novembro de 2004.
  • Tom Brady diminuiu sua diferença para o recorde de 539 TDs de Peyton Manning. Brady tem 522 TDs, assim como Drew Brees. Brady deve bater o recorde e se isolar como o líder histórico, já que Brees perderá jogos por lesão.
  • O Miami Dolphins tem a incrível marca de 102 pontos sofridos, 10 marcados, 1022 jardas totais cedidas, e apenas 384 jardas totais em 2 jogos disputados. Dak Prescott, Andy Dalton e Matthew Stafford já tiveram jogos de mais jardas passadas que as 384 totais do ataque de Miami nestes dois jogos.

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.