sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Compartilhe

GIANTS2-master675

A semana 4 da NFL começou ontém com a vitória na prorrogação do Baltimore Ravens contra o Pittsburgh Steelers, no clássico da AFC Norte. Com a primeira vitória do Ravens na temporada, apenas Bears, Lions e Saints ainda não sabem o que é vencer em 2015. Se duas dessas equipes vencerem seus jogos, teremos o maior número de equipes com pelo menos uma vitória nas quatro primeiras semanas desde o realinhamento das divisões em 2002. Isso mostra o equilíbrio da NFL e é um dos motivos pelos quais amamos uma das ligas mais diputadas e competitivas do mundo esportivo. Vamos a semana 4 da NFL, e vale pena ficar de olho em diversos jogos que prometem ser bastante disputados. Quer saber que jogos assistir? Confira o nosso guia da semana.

Leia mais: NFL na TV: Transmissões da Semana 4

guiadarodada04

Buffalo Bills x New York Giants – Domingo, 04/10, 14:00 (Horário de Brasília) – Transmissão: Esporte Interativo

O duelo entre times do estado de New York coloca frente a frente duas das equipes mais intrigantes da NFL em 2015. O Giants, após duas derrotas apertadas para dois adversários fortes, conseguiu se impôr e derrotar o rival Redskins. Em uma divisão onde todos estão patinando, não tem porque a equipe ambicionar menos que o título da NFC Leste. E por isso cada jogo conta. Mas se antigamente vencer o Bills era obrigação para Eli Manning e companhia, o desafio será maior em 2015. O Bills mostrou que a derrota para o Patriots foi um acidente de percurso normal contra a equipe mais forte da AFC, e exigiu respeito da liga ao bater o Dolphins em Miami por 41-14. Tyrod Taylor lançou para 277 jardas e 3 TDs, se tornando o primeiro QB do Bills desde o lendário Jim Kelly a conseguir pelo menos 7 TDs e 70% de passes completos nos primeiros 3 jogos da temporada. Taylor tem sido uma grata surpresa, e o ataque do Bills, que muitos esperavam que fosse anêmico, é o terceiro melhor da temporada em pontos por partida (33,3). Complementado por uma boa defesa, os torcedores do Bills podem esperar uma grande temporada da equipe. Bater o time da capital, e que dominou os últimos confrontos, seria um marco dessa virada na trajetória da equipe. Dois times que buscam a vitória para consolidar suas temporadas devem fazer um ótimo jogo na tarde de domingo.

guiadarodada03

Denver Broncos x Minnesota Vikings – Domingo, 04/10, 17:25 (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN

O Broncos recebe o Vikings no Sports Authority Field at Mile High com Peyton Manning buscando seu 7º início 4-0 da carreira, de longe a melhor marca da história. Nos acostumamos a ver o Broncos, sob o comando de Manning, destruir recordes ofensivos e ter uma das equipes de ataque mais poderosas na história da liga. Por isso, ao ver um ataque menos explosivo, muitos ficam decepcionados com o Broncos. Mas daqui pra frente é isso aí. Os dias de bater recordes semana a semana ficaram para trás, e a idade chega para todos, inclusive para lendas como Manning. Isso não quer dizer que ele não consiga mais vencer jogos. Tanto é que, apoiado pelo que tem sido uma das melhores defesas da liga, o Broncos venceu os três primeiros jogos da temporada. Na semana 4 enfrenta o que deve ser seu maior desafio: o Vikings de Adrian Peterson. Minnesota, após uma derrota decepcionante para o 49ers na semana 1, aprendeu o caminho para a vitória: bola na mão de Adrian Peterson. Após correr apenas 10 vezes na semana 1, o ex-MVP carregou a bola 29 e 20 vezes nos outros jogos, conquistando pelo menos 120 jardas em cada partida e as vitórias para o Vikings. O duelo da partida é a boa defesa do Broncos contra Adrian Peterson. Se o RB conseguir correr o que pode, o ataque do Broncos terá de lembrar dos velhos tempos e conquistar muitos pontos para vencer o jogo.

Miami Dolphins x New York Jets – Domingo, 04/10, 10:30 (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN

ny_jets-dolphins_05

O confronto dentro da AFC Leste chama atenção não só por ser jogado no estádio de Wembley, em Londres, mas também por ter um horário bastante curioso: a partida ocorre às 10:30 da manhã no horário de Brasília. Por isso teremos quatro horários de jogo no domingo, um presente a todos os fãs da NFL. Por ser o único jogo da manhã, vale a pena dar uma olhada na partida, que além de ter a clássica rivalidade de adversários de divisão, coloca frente a frente duas das defesas com maiores expectativas antes do início da temporada. A defesa do Jets confirmou o que se esperava dela, com duas vitórias em dois jogos, incluindo uma atuação de gala contra o Colts no MNF. Porém a derrota para o Eagles trouxe os torcedores do Jets de volta a realidade. Apesar de conter Sam Bradford a 118 jardas, um segundo quarto onde a equipe levou 21 pontos acabou com a partida. Correndo atrás no placar Fitzpatrick lançou a bola 58 vezes, e sua mágica acabou. O QB lançou 3 interceptações que mataram qualquer pretensão do Jets na partida. Mesmo assim o confronto foi definido por uma posse de bola, mostrando que o Jets tem qualidade suficiente para lutar pela pós-temporada. Já a defesa do Dolphins tem sido decepção atrás de decepção. Depois de sofrer para vencer o Redskins, o Dolphins perdeu para o pobre Jaguars e foi massacrado pelo rival Bills em casa. A defesa tem sido decepcionante, com a principal contratação para a temporada, o DT Ndamukong Suh, não rendendo nem perto do esperado. O Dolphins tem a chance, frente ao público de Londres que lotará o estádio, de dar uma virada na temporada. O desespero de Miami deve dar um tempero extra para a partida, que pode ser bastante disputada.

New Orleans Saints x Dallas Cowboys – Domingo, 04/10, 21:30 (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN e Esporte Interativo

hi-res-158680382-dez-bryant-of-the-dallas-cowboys-runs-for-a-touchdown_crop_exact

Se antigamente o New Orleans Saints era imbatível no Superdome em horário nobre, vencendo 13 de 14 partidas entre 2009 e 2014 em seus domínios, o mesmo não se pode esperar da equipe nesse jogo. O Saints, que chegou para a temporada sem expectativas, tem conseguido ficar abaixo delas. Não foram só as três derrotas que irritaram os torcedor, mas a forma como o time se mostrou abatido em campo, sem capacidade de reação. Sob o comando de Luke McCown no jogo contra o Panthers o time mostrou mais energia. Keenan Lewis retorna, um reforço enorme para a fraca defesa da equipe. No palco onde costumava brilhar, o Saints tem no retorno de Drew Brees motivação extra para encerrar a série de 6 derrotas em casa, a maior desde a década de 1970. O que torna o confronto interessante é a ausência de Tony Romo. Se com o QB saudável Dallas seria favorito partida, com Brandon Weeden o confronto fica próximo. Weeden não comprometeu a partida, mas não foi o suficiente para o Cowboys conseguir voltar no jogo contra o Falcons. A equipe conseguiu 4 TDs no primeiro tempo, todos corridos, mas seu QB não conseguiu liderar nenhuma campanha com pontuação no segundo tempo. Tony Romo fez falta. E fará também contra o Saints. Mas se você não torce pelo Cowboys só tem a ganhar, com um SNF muito mais equilibrado e com mais emoção do que teríamos com Romo em campo. Vale a pena ficar de olho no jogo da noite de domingo.

guiadarodada01

San Diego Chargers x Cleveland Browns – Domingo, 04/10, 17:05 (Horário de Brasília) – Sem transmissão

Chargers Browns Football_009-M

Dois dos times menos inspiradores da temporada se enfrentam no domingo no Qualcomm Stadium. Chargers venceu o fraco Lions na estreia, mas depois perdeu para Bengals e Vikings em partidas muito fracas da equipe de San Diego. Enfrenta o Browns, que entre os poucos atrativos do início da temporada teve Johnny Manziel jogando bem. Mas aí Josh McCown volta de lesão e reassume a posição. Não que ele tenha ido mal contra o Raiders, mas tira do jogo um dos poucos atrativos para quem não torce pro Browns. Um confronto entre duas equipes sem muito norte na temporada, é o jogo mais sem sal da rodada, em um horário com outros jogos muito melhores.

guiadarodada02

– Recebendo 20 jardas no duelo contra o Bills o WR Odell Beckham Jr. (NYG) se torna o jogador a conquistar mais jardas em seus 16 primeiros jogos na história da NFL. Ao longo de suas 15 primeiras partidas Beckham tem 1574 jardas, média de 104,9 jardas por partida.

– O WR Julio Jones (ATL) está voando no começo da temporada, e pode estabelecer algumas marcas na semana 4. Se ele completar 7 recepções no jogo contra o Texans ele se torna o jogador com maior número de recepções nos 4 primeiros jogos da temporada regular. Com 177 jardas ele também quebra o recorde de jardas recebidas nos 4 primeiros jogos do ano.

– Com 37 pontos no domingo contra o Rams, o ataque do Arizona Cardinals pode ser o quarto ataque mais prolífero da história nos 4 primeiros jogos da temporada, mostrando que o potencial dessa equipe para a temporada é alto.

Compartilhe

Comments are closed.