sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Compartilhe

article-2520336-19F72B1100000578-554_634x492

A semana 4 da NFL começou ontém com a vitória do Indianapolis Colts contra o Houston Texans, em uma partida que contou até com passe para TD em Hail Mary. Na semana 5 Panthers, Dolphins, Vikings e Jets estão de folga, portanto teremos dois jogos a menos na rodada. Mas outros 28 times estarão em campo, disputando cada preciosa vitória. Confira no nosso guia da rodada o que de mais interessante acontece na semana 5 da NFL.

Leia mais: NFL na TV: Transmissões da Semana 5

guiadarodada04

Cincinnati Bengals x Seattle Seahawks – Domingo, 11/10, 14:00 (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN

463737261AT00024_NFC_Champi_crop_north

Um dos favoritos a vencer o Super Bowl 50, o Seattle Seahawks, viaja a Ohio para enfrentar o Cincinnati Bengals no Paul Brown Stadium. Se o começo da temporada foi turbulento para o atual bicampeão da NFC, o retorno de Kam Chancellor parece ter transformado a defesa, e devolvido a força para a unidade que se tornou tão temida ao redor da liga nos últimos anos. Após forçar zerar o ataque do Bears, Seattle limitou o ataque do Lions a 10 pontos, mas o teste definitivo deve vir contra o até agora potente ataque do Cincinnati Bengals. O time de Andy Dalton, que ainda não perdeu na temporada, tem o segundo melhor ataque da NFL em jardas por partida e o quarto em pontos por jogo. O próprio Dalton lidera a AFC em rating, com 115.0, e está no ritmo para ter uma temporada de 4748 jardas, 36 TDs e 4 interceptações. A defesa de Seattle tentará mostrar que está com força total e para isso terá que parar um dos ataques mais quentes de 2015. Vai ser um grande duelo na tarde de domingo.

guiadarodada03

Dallas Cowboys x New England Patriots – Domingo, 11/10, 17:25 (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN

dallas

Duas das equipes mais tradicionais e vencedoras da história da NFL se enfrentam nesse domingo, em um verdadeiro clássico. Infelizmente, o jogo perde o brilho por conta das lesões do Dallas Cowboys. Apesar delas, nenhuma das duas derrotas sofridas pelo Cowboys na temporada foi culpa de Brandon Weeden, que conseguiu manter partidas competitivas contra Falcons e Saints. Weeden tem 551 jardas, 2 TDs e 1 interceptação com rating de 108,8 em 2015. Se bem apoiado pelo seu jogo corrido, o reserva de Tony Romo pode conseguir trazer resultados interessantes para Dallas. Porém, o Cowboys enfrenta um de seus maiores desafios da temporada, ao receber o atual campeão New England Patriots. Tom Brady tem jogado o seu melhor e com isso o ataque do Pats tem atropelado os adversários, garantindo uma média de quase 40 pontos por partida a New England.  O retorno de Greg Hardy pode dar a defesa do Cowboys o combustível necessário para pressionar Brady e dar ao ataque a chance de vencer o jogo. Dallas não se entregará, ainda mais diante do seu torcedor, e podemos ter um jogo bastante disputado entre Cowboys e Patriots.

Green Bay Packers x St. Louis Rams – Domingo, 11/10, 14:00 (Horário de Brasília) – Transmissão: Esporte Interativo

Green+Bay+Packers+v+St+Louis+Rams+pAae9EpYmkWl

Uma praga que assola diversos times na NFL é a inconsistência, e o St. Louis Rams é um exemplo típico. O Rams chegou a temporada com QB novo, uma forte defesa e muita expectativa, que parecia se confirmar com a ótima vitória contra o Seattle Seahawks, onde Nick Foles foi bem e o ataque de St. Louis produziu 34 pontos contra uma das melhores defesas da NFL. St. Louis, favorito absoluto, viajou a Washington para enfrentar o fraco Redskins. Resultado: derrota por 24-10, permitindo 123 jardas e 2 TDs para o rookie RB Matt Jones. Na semana 3 apenas 6 pontos contra o Steelers, que jogou boa parte do tempo sem Big Ben, e mais uma derrota, dessa vez em casa. Poucos esperavam uma grande atuação contra o Cardinals, uma das melhores equipes da liga em 2015. Mas aí St. Louis vai ao Arizona e volta com uma excelente vitória, contando com ótimas atuações da defesa e do calouro Todd Gurley. Agora, um time que não sofre com inconsistência é o Green Bay Packers. A equipe de Winsconsin vem em vôo de cruzeiro, não desacelerando por nada e passando por cima dos adversários. Não restou dúvida, nos quatro jogos da equipe, quem era o melhor em campo. Green Bay é favorito, mas dois fatores podem trazer equilíbrio ao jogo. Primeiramente, será imperativo ao Packers parar o poderoso pass rush do Rams, ou Aaron Rodgers pode sofrer bastante durante a partida. Outra arma de St. Louis para igualar o confronto é Todd Gurley, que com 146 jardas em 19 corridas contra o Cardinals, mostrou o porquê de ter sido selecionado na 10ª posição do draft. St. Louis, se jogar o que sabe, pode muito bem surpreender mais uma vez.

San Diego Chargers x Pittsburgh Steelers – Segunda-Feira, 12/10, 21:30 (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN

San+Diego+Chargers+v+Pittsburgh+Steelers+EnaMHWhMhKtl

Michael Vick está de volta ao comando de um ataque na NFL. Substituindo o contundido Ben Roethlisberger, Vick não foi capaz de levar o Steelers a vitória contra o Ravens, até então sem triunfos na temporada. Foram apenas 124 jardas em 19 passes completos. LeVeon Bell correu bem, para 129 jardas e 1 TD, mas sem o apoio do ataque aéreo ficou difícil. O ar de urgência já começa a circular no Heinz Field. Apesar de ser apenas a semana 5, o Steelers já está dois jogos atrás no Bengals, e uma derrota no MNF pode começar a criar uma distância confortável para a equipe de Cincinnati. Para não deixar isso acontecer, Pittsburgh tentará derrotar o Chargers, na California. San Diego ainda não mostrou que pode chegar a pós temporada novamente. Venceu duas partidas contra os fracos Lions e Browns, mas perdeu de forma até apática para Bengals e Vikings. Se o Chargers quer continuar na busca de um título para Philip Rivers, já com seus 34 anos, a hora de vencer é agora, em casa, em horário nobre, contra um time sem seu QB.

guiadarodada01

Tampa Bay Buccaneers x Jacksonvillle Jaguars – Domingo, 11/10, 14:00 (Horário de Brasília) – Sem transmissão

Tampa+Bay+Buccaneers+v+Jacksonville+Jaguars+mZHmIY5T8J6l

Mais uma vez um clássico da Florida figura na nossa seção de pior jogo da rodada. As três equipes do estado amargam a muito tempo péssimas campanhas, e em 2015 não tem sido diferente.  Bucs e Jaguars estão na parte de baixo da maior parte dos Power Rankings da temporada, inclusive do nosso. As campanhas de 1-3 de corroboram as análises e mostram claramente que se tratam de dois dos piores times do ano. Apesar disso, um futuro próximo pode trazer algumas alegrias para aos fãs das duas franquias. Ambas contam com jovens quarterbacks, que parecem confiáveis o suficiente para carregar suas equipes por alguns anos, bons talentos nos dois lados da bola, e mais algumas escolhas altas de draft para 2016.  Porém, no presente, muitas posições carentes e com jogadores inexperientes faz com que as temporadas dos dois times sejam bem fracas, e a disputa entre Jacksonville e Tampa Bay tem tudo pra ser um dos jogos menos interessantes do ano.

guiadarodada02

– O QB Andy Dalton (CIN) pode se tornar o primeiro da história a conseguir um rating de pelo menos 115 nos cinco primeiros jogos da temporada se atingir a marca contra Seattle.

– Os TEs Jason Witten (DAL) e Rob Gronkowski (NE) podem atingir uma marca histórica na mesma partida: eles podem se juntar a Tony Gonzalez, Antonio Gates, Shannon Sharpe e Jerry Smith como os únicos tight ends a atingirem a marca de 60 TDs recebidos. Para isso Witten precisa de uma pontuação enquanto Gronkowski precisa entrar na endzone duas vezes.

– Uma das boas surpresas da NFL nesse começo de temporada tem sido o ataque do Buffalo Bills. Parte dessa supresa é o rookie RB Karlos Williams, que tem TDs marcados em cada um dos seus primeiros quatro jogos da carreira e pode ser apenas o quinto calouro da história a marcar pelo menos 1 TD nos primeiros cinco jogos da carreira.

– Se o New England Patriots vencer o Dallas Cowboys teremos o recorde de mais times com início 4-0 na história da NFL, com seis equipes atingindo a marca. As outras franquias que conquistaram quatro vitórias em quatro jogos em 2015 são Falcons, Panthers, Bengals, Broncos e Packers.

Compartilhe

Comments are closed.