sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Compartilhe

Faltando apenas 6 semanas para acabar a temporada regular, cada jogo vale demais para quem quer estar nos playoffs. Mas como é tradicional, vamos a alguns grandes destaques da última rodada:

  • Com a estreia como titular do QB Lamar Jackson contra o Bengals, está é a primeira temporada da história da NFL em que cinco QBs novatos começam ao menos uma partida.
  • Com 4 passes para TD e nenhuma interceptação contra o Eagles, o QB Drew Brees (23) superou Tom Brady (22) para o maior número de jogos com 4 TDs e nenhuma interceptação.
  • Com a vitória contra o Redskins, o Houston Texans é a primeira equipe desde 1970 a vencer sete jogos consecutivos depois de um inicio de 0-3 na temporada.
  • Com 142 jardas de scrimmage e 3 TDs contra o Bucs, o RB Saquon Barkley tem 1.268 jardas de scrimmage e 10 TDs e se tornou o sexto jogador da história da liga com pelo menos 1.200 jardas de scrimmage e 10 TDs em seus 10 primeiros jogos.
  • Com 3 passes para TD contra o Jaguars, o QB Andrew Luck chegou a sete partida seguidas com pelo menos 3 TDs. Apenas Tom Brady (10) e Peyton Manning (8) têm mais em uma temporada.
  • Com 2 TDs terrestres contra o Texans, o RB Adrian Peterson chegou a 105 TDs e superou John Riggins (104) para ser o sexto jogador com mais TDs corridos na história da liga. Os líderes são Emmitt Smith (164), LaDainian Tomlinson (145), Marcus Allen (123), Walter Payton (110) e Jim Brown (106).
  • Com 201 jardas de scrimmage e 1 TD contra o Falcons, o RB Ezekiel Elliott (4.540 jardas de scrimmage e 32 TDs) se juntou a Eric Dickerson (4.731 jardas de scrimmage e 38 TDs) e Edgerrin James (4.842 jardas de scrimmage e 38 TDs) como os únicos jogadores com pelo menos 4.500 jardas de scrimmage e 30 TDs em seus primeiros 35 jogos na história da NFL.

A Semana 12 da NFL começou ontem com as partidas entre Bears x Lions, Redskins x Cowboys e Falcons x Saints. Nessa rodada folgam Kansas City Chiefs e Los Angeles Rams. Confira nosso Guia e não perca nada.

Green Bay Packers (4-5-1) @ Minnesota Vikings (5-4-1) – Domingo, 25/11, 23:15 (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN

Grande duelo de divisão de duas equipes que estão desesperadas por uma vitória. O Minnesota Vikings é uma montanha russa durante toda a temporada, sendo uma das equipes fortes mais instáveis de 2018. Na semana passada foi derrotado pelo Chicago Bears em um confronto de divisão que valia a liderança e agora está perigando ficar de fora dos playoffs. Quando trouxe Kirk Cousins, o que mais se pensava era que seria um grande salto de qualidade na posição mais importante do futebol americano e que o sonho de chegar ao Super Bowl ficava mais perto. Porém, não é isso que está acontecendo, apesar de Cousins conseguir fazer uma boa temporada. O problema é que a produção da linha ofensiva caiu demais e o jogo terrestre inexiste, dependendo apenas dos passes do QB. A defesa continua muito forte e é um dos motivos que ainda deixa o Vikings com grandes chances de playoffs, nem que seja pelo Wild Card.

O Green Bay Packers está ainda mais atrás que o Vikings na divisão e corre muito risco de ficar de fora da pós-temporada, apesar de Rodgers fazer um ano do seu grande nível. O time não consegue vencer ninguém fora de casa, tendo perdido o último jogo contra o Seahawks na última semana. O jogo terrestre melhorou muito com a entrada de Aaron Jones como RB e os recebedores vêm fazendo um ótimo ano. A linha ofensiva consegue proteger Rodgers relativamente bem. Na defesa o problema é contra o jogo terrestre, não conseguindo parar os grandes RBs da NFL, o que foi mostrando contra Seattle, que tem o melhor jogo corrido da temporada. Porém, o pass rush consegue pressionar bem o QB adversário, o que é uma grande vantagem.

Deve ser uma partida com muita rivalidade e muita emoção durante todo o tempo. São dois times fortes que tem ótimas qualidades e tudo para vencer a partida. Green Bay terá que mostrar que consegue vencer algum jogo fora de casa, até porque perdeu todos até agora na temporada. Minnesota precisa fazer o jogo terrestre funcionar para que o time consiga explorar a principal deficiência da defesa do Packers. Será um grande duelo entre Aaron Rodgers e Kirk Cousins em um estádio com grande atmosfera. O Packers lidera no confronto histórico com 59 vitórias, 52 derrotas e 3 empates, porém o Vikings venceu 2 dos últimos 3 duelos.

Principais jogadores:

Minnesota Vikings:

QB Kirk Cousins completou 35 de 48 passes para 425 jardas com 4 TDs e 1 interceptação no encontro da semana 2. RB Latavius Murray correu para TD em 4 dos últimos 5 jogos. WR Adam Thielen lidera a NFL com 85 recepções. DE Danielle Hunter tem 7.5 sacks e fumble recuperado nos últimos 5 jogos em casa. CB Xavier Rhodes liderou a equipe com 8 tackles no último duelo entre os times.

Green Bay Packers:

QB Aaron Rodgers completou 21 de 30 passes para 332 jardas com 2 TDs e nenhuma interceptação na semana passada. RB Aaron Jones teve 103 jardas de scrimmage e 2 TDs na semana 11. WR Davante Adams teve 10 recepções para 166 jardas na última semana. LB Kyler Fackrell teve 6 tackles e 3 sacks na semana passada. LB Clay Matthews teve fumble forçado na semana 11.

Leia Mais: Power Ranking da semana 11 da NFL  – O melhor Monday Night Football da História 

Leia Também: Dicas de Fantasy Football; Semana 12

Tennessee Titans (5-5) @ Houston Texans (7-3) – Segunda, 26/11, 23:15 (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN

Outro confronto de dois times que estão brigando pela divisão, sendo um jogo de vida ou morte para o Titans. O Houston Texans é um dos grandes times da NFL das últimas semanas, vencendo sete jogos seguidos depois de começar a temporada com três derrotas seguidas. O ataque da equipe teve uma boa evolução durante as semanas, muito por conta da evolução impressionante da linha ofensiva. O jogo terrestre entrou um pouco mais e DeAndre Hopkins uma das melhores temporadas para um WR na liga. A defesa está jogando muito bem, com J.J. Watt voltando àquela velha forma de antes das lesões que atrapalharam suas últimas temporadas.

O Tennessee Titans é uma equipe muito estranha durante a temporada. Fez grandes jogos contra o Cowboys e bateu facilmente o Patriots, mas depois perdeu de forma tranquila para o Colts, rival de divisão que chegou a mesma campanha do Titans. Mariota vem em uma temporada com pequenas lesões que estão atrapalhando muito o funcionamento da equipe. Quando o jogo terrestre do time funciona com Dion Lewis e Derrick Henry, abrindo espaço para os recebedores, principalmente Corey Davis. A defesa é forte, mas também é inconstante como toda a equipe.

O Tennessee Titans precisa desesperadamente de uma vitória nessa partida para continuar com chances de vencer a divisão. O Titans precisa do jogo terrestre para que o time consiga fazer o ataque funcionar e dar tempo para o QB passar a bola. O Texans vem com seu ataque funcionando bem e Watson está em uma boa temporada no seu segundo ano na NFL. O Titans lidera na história com 18 vitórias e 15 derrotas, tendo vencido os últimos 2 confrontos.

Principais jogadores:

Houston Texans:

QB Deshaun Watson completou 22 de 32 passes para 310 jardas com 2 TDs e 1 interceptação no último duelo entre as equipes. RB Lamar Miller teve 108 jardas de scrimmage na semana passada. WR DeAndre Hopkins teve 56 jardas e TD na semana passada. DE J.J. Watt teve sack na última semana. S Justin Reid teve interceptação para TD na semana passada.

Tennessee Titans:

QB Marcus Mariota teve passe para TD e TD terrestre no último encontro entre os times. RB Dion Lewis teve 120+ jardas de scrimmage em 2 dos últimos 3 jogos fora de casa. WR Tajae Sharpe teve TD de recepção na semana 11. CB Adoree’ Jackson teve 9 tackles na semana passada. LB Wesley Woodyard teve 10+ tackles em 2 das últimas 3 partidas.

 

Seattle Seahawks (5-5) @ Carolina Panthers (6-4) – Domingo, 25/11, 16:00 (Horário de Brasília) – Transmissão: ESPN

Duelo de dois times que são bem parecidos na forma de jogar. O Carolina Panthers parecia que ia conseguir duelar pela divisão contra o New Orleans Saints, mas alguns vacilos fizeram a equipe praticamente dar adeus a luta pela liderança da divisão e tentar se classificar pelo Wild Card. Cam Newton está jogando em ótimo nível durante toda a temporada, Christian McCaffrey consegue ser ameaça dupla, tanto correndo como recebendo passes, sendo muito importante para fazer o ataque funcionar. A volta de Greg Olsen foi muito importante para o jogo aéreo, que conseguiu aumentar sua produção. A defesa continua bem forte, com grande destaque para Luke Kuechly, uma máquina de tackles.

O Seattle Seahawks vem de duas boas partidas, perdendo de muito pouco para o Los Angeles Rams e vencendo muito bem o Green Bay Packers dentro de casa. A linha ofensiva conseguiu ter uma boa evolução, conseguindo proteger um pouco mais o QB Russell Wilson, além do jogo terrestre ser o melhor da liga, reversando RBs para correr com a bola, além do próprio Wilson. Doug Baldwin e Tyler Lockett são ótimos recebedores, tendo ótimas mãos e muita velocidade, principalmente com Lockett. A defesa não é mais do mesmo nível de temporadas atrás, mas está em ótimo ano.

São dois times bem parecidos na sua maneira de jogar e como fazer funcionar o seu ataque. Dois bons ataques terrestres, principalmente o Seahawks, sendo o melhor, que precisam funcionar para que os ataques como um todo consiga jogar bem. A diferença é que McCaffrey recebe muito bem a bola e é muito rápido, sendo mais uma ameaça para as defesas adversárias. A chave da vitória são as defesas conseguirem parar os QBs nas corridas, pressionando Newton e Wilson e fazendo com que os ataques não consigam jogar no seu nível normal. O Seahawks lidera no confronto histórico com 6 vitórias e 3 derrotas, tendo vencido 5 dos últimos 6 duelos.

Principais jogadores:

Carolina Panthers:

QB Cam Newton passou para 357 jardas com 3 TDs e 1 interceptação na semana passada. RB Christian McCaffrey teve 110 jardas de scrimmage na última semana. TE Greg Olsen teve TD de recepção na semana passada. LB Luke Kuechly tem 60 tackles, 3 tackles para perdas de jardas, 4 passes desviados e 2 interceptações, incluindo para TD, em seis encontro entre os times, incluindo playoffs. DE Mario Addison tem 7.5 tackles e 3 fumbles forçados nos últimos 8 jogos em casa.

Seattle Seahawks:

QB Russell Wilson passou para 225 jardas com 2 TDs e nenhuma interceptação na semana passada. RB Chris Carson correu para 83 jardas e TD na semana 11. WR Tyler Lockett liderou a equipe com 71 jardas de recepção na semana 11. DE Frank Clark teve 2 sacks na semana passada. LB Bobby Wagner tem 45 tackles e sack nos 5 encontros entre os times, incluindo playoffs.

 

Miami Dolphins (5-5) @ Indianapolis Colts (5-5) – Domingo, 25/11, 19:25 (Horário de Brasília) – Sem transmissão

Partidas de duas franquias que estão lutando ainda pelos playoffs para entrar como Wild Card. O Indianapolis Colts melhorou bem no ano depois de um início bem ruim. A linha ofensiva protege Andrew Luck de forma espetacular, sendo a primeira vez que Luck não apanha tanto dos pass rusher adversários. Marlon Mack voltou e subiu muito de nível o ataque do Colts, além de T.Y. Hilton começar a jogar em alto nível, como foi na semana passada contra o Jaguars. Eric Ebron é um grande alvo dentro da end zone, sendo o TE com mais TDs na temporada. A jovem defesa de Indianapolis também está subindo de nível, tendo o LB Darius Leonard como talvez o principal jogador de defesa calouro da temporada.

O Miami Dolphins parece que não vai chegar a lugar nenhum, mas tem uma boa campanha até agora e chances para chegar aos playoffs. Ryan Tannehill vai voltar a jogar nessa semana, o que é uma grande notícia para os fãs de Miami, que não vão mais precisar aguentar Brock Osweiler como QB titular. Com a volta de Tannehill, o ataque deve ter uma boa melhora, conseguindo um QB que saiba passar a bola com qualidade, até ajudando o RB Frank Gore, deixando as defesas em dúvida, agora com um QB melhor. A defesa é a melhor parte de Miami, com ótimos jogadores no pass rush e uma boa secundária, com destaque para o calouro S Minkah Fitzpatrick.

Vai ser interessante assistir a volta de Ryan Tannehill contra uma defesa que vem fazendo uma boa temporada e que consegue dar uma pressionada no QB adversário. E também se o QB está totalmente saudável para jogar. Andrew Luck vem dando show durante todo o ano e sempre bom parar para assistir o QB do Colts jogando, principalmente quando o time consegue ser competitivo, o que não aconteceu na última temporada que Luck conseguiu jogar. O Dolphins lidera na história com 45 vitórias e 26 derrotas, porém o Colts venceu 5 das últimas 6 partidas.

Principais jogadores:

Indianapolis Colts:

QB Andrew Luck completou 23 de 29 passes para 297 jardas com 3 TDs e nenhuma interceptação na semana passada. RB Marlon Mack correu para 61 jardas e TD na semana passada. WR T.Y. Hilton teve 9 recepções para 155 jardas e 2 TDs na semana 11. LB Darius Leonard teve 7 tackles, sack, interceptação e fumble forçado na semana passada. CB Kenny Moore II teve 10 tackles com tackle para perda de jardas na semana 11.

Miami Dolphins:

QB Ryan Tannehill passou para 329 jardas no último jogo contra o Colts. RB Frank Gore teve 102 jardas de scrimmage na semana 10. WR Danny Amendola teve 7 recepções para 72 jardas na semana 10. DE Robert Quinn teve 1.5 sack na semana 10. DE Cameron Wake teve 2.5 sacks nos últimos 2 jogos.

 

Jacksonville Jaguars (3-7) @ Buffalo Bills (3-7) – Domingo, 25/11, 16:00 (Horário de Brasília) – Sem transmissão

Confronto de dois times que tinham diferentes ambições na temporada, mas estão no mesmo barco. O Buffalo Bills já se sabia que não conseguiria chegar nem perto de brigar para chegar aos playoffs, até pelos buracos que tem no elenco. São muitas posições com jogadores que não conseguem fazer um time subir de nível. Josh Allen vem perdendo alguns jogos e ele até que tinha começado bem sua carreira na NFL. LeSean McCoy começou o ano de forma horrível, mas conseguiu jogar muito bem no último jogo do Bills. O grupo de recebedores é fraco e precisa ser reforçado urgentemente. A defesa é um alento para essa equipe, conseguindo fazer uma boa temporada, mostrando que o time tem algum lugar para começar e conseguir brigar por coisas maiores nas próximas temporadas.

O Jacksonville Jaguars é uma das equipes que mais decepciona nessa temporada. O time que conseguiu chegar à final da AFC em 2017 e agora as chances de chegar aos playoffs são bem pequenas. Blake Bortles ainda é um QB que não combina com o ótimo elenco que tem a equipe, mas isso já era sabido há muito tempo. A lesão de Leonard Fournette contribuiu muito para a baixa produção, já que os recebedores não são grande coisa. A defesa fez alguns jogos ruins e outros muito bons, isso que não combina com a quantidade de talento que tem o setor defensivo. Foi muito inconstante durante todo o ano.

É um jogo sem grandes aspirações para as duas equipes, estão os dois sem chance de chegar aos playoffs. O Bills continuará fazendo testes para fechar seu elenco para a próxima temporada, já que Josh Allen continua sem puder jogar nessa semana. Ficar de olho nessa defesa que está jogando em um nível um pouco acima do que era esperado. O Jaguars não tem muito para ver, só perceber que precisa de um QB novo para o próximo ano com chance de lutar pela divisão, o que é difícil, já que os adversários evoluíram bem desde a temporada passada, o que acabou não acontecendo com Jacksonville. O Bills lidera no confronto histórico com 8 vitórias e 6 derrotas, tendo vencido 3 dos últimos 4 duelos.

Principais jogadores:

Buffalo Bills:

QB Matt Barkley passou para 232 jardas com 2 TDs e nenhuma interceptação na semana 10. RB LeSean McCoy correu para 113 jardas e 2 TDs na semana 10. WR Zay Jones teve 8 recepções para 93 jardas com TD na semana 10. S Jordan Poyer teve sack na semana 10. LB Matt Milano teve interceptação na semana 10.

Jacksonville Jaguars:

QB Blake Bortles passou para TD e correu para 88 jardas no encontro entre as equipes nos playoffs de 2017. RB Leonard Fournette teve 141 jardas de scrimmage e correu para TD na semana passada. WR Donte Moncrief teve 75+ jardas em 4 dos últimos 7 jogos. LB Telvin Smith teve 11 tackles e fumble forçado no duelo nos playoffs de 2017. DE Calais Campbell teve 8 tackles para perdas de jardas nas últimas 5 partidas fora de casa.

  • Com 147 jardas e 4 passes para TD contra o Jets, o QB Tom Brady (79.133 jardas e 576 TDs) vai superar Peyton Manning (79.279 jardas e 579 TDs) para o maior número de passes e TDs na história da NFL, incluindo a pós-temporada.
  • Com nenhum sack sofrido contra o Dolphins, o Indianapolis Colts vai se tornar o quarto time a não permitir nenhum sack em seis jogos consecutivos em uma única temporada desde 1963.
  • Com 2 sacks contra o Seahawks, o DE Julius Peppers (158,5) vai superar Kevin Greene (160) para o terceiro maior número de sacks da história da liga.
  • Com 2 TDs contra o Cardinals, o QB Philip Rivers para empatar com Drew Brees (11 temporadas consecutivas) para o segundo período mais longo de temporadas com pelo menos 25 TDs.
  • Com 3 passes para TD e nenhuma interceptação contra o Vikings, o QB Aaron Rodgers (26) vai se tornar o jogador com mais passes para TD sem interceptação contra qualquer divisão desde 2002.
  • Com 1 TD de recepção contra o Broncos, o WR Antonio Brown vai empatar com Lance Alworth (9 jogos) e A.J Green (9 jogos) para a terceira maior sequência de jogos com um TD dentro de uma mesma temporada.
  • Com 43 jardas de recepção contra o 49ers, o WR Mike Evans vai se juntar a Randy Moss (6) e A.J. Green (5) como os únicos jogadores da história da liga com pelo menos 1.000 jardas em cada uma das 5 primeiras temporadas.

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

 

Compartilhe

Comments are closed.