quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Compartilhe

panthers-super-bowl

Restando apenas três dias para o jogo mais esperado do ano pelos fãs do futebol americanos, ficamos na obrigação de apontar alguns atletas que podem fazer a diferença para suas equipes e decidir o Super Bowl para Denver Broncos ou Carolina Panthers. Seria muito fácil escolher Peyton Manning, Von Miller, DeMarcus Ware, Cam Newton, Luke Kuechly ou Josh Norman, então separamos um nome ofensivo e defensivo de cada equipe para te ajudar a enxergar o duelo de outra maneira e observar outros jogadores tão importantes quanto as principais estrelas:

Jonathan Stewart (Running Back) – Carolina Panthers

jonathan stewart

Grande parte do sucesso do Carolina Panthers na atual temporada passa por Jonathan Stewart. Por muitos anos sendo reserva de DeAngelo Williams, o jogador assumiu a titularidade no início da temporada e se tornou o complemento perfeito para o ataque. A equipe conseguiu passar das 100 jardas terrestres em todos os jogos da temporada regular e repetiu o feito nas partidas que fez na pós-temporada, mesmo enfrentando duas das melhores defesas nesse quesito. Com uma boa atuação de Stewart, o QB Cam Newton deve sofrer um pouco menos com a pressão de Von Miller, DeMarcus Ware e toda defesa do Broncos. O RB não é tão badalado, mas foi decisivo contra o Seattle Seahawks na segunda semana dos playoffs, quando anotou 2 TDs e correu para 106 jardas, e também durante a temporada regular, onde passou perto das 1.000 jardas terrestres, entrou na End Zone em 7 oportunidades. Sem ele em campo em três jogos ao longo do ano, o Panthers perdeu seu único jogo e esteve bem perto de se complicar em outro, o que prova a importância de Jonathan Stewart para esse ataque funcionar e anotar (muitos) pontos. É bom ressaltar que o atleta não é aquele RB que vai conseguiu 120 jardas terrestres em toda partida, ele é o responsável por sempre dar uma boa posição de campo para o time e tirar a pressão de cima de Newton, é por isso que ele pode ser um dos grandes personagens do jogo do próximo domingo.

Emmanuel Sanders (Wide Receiver) – Denver Broncos

emmanuel-sanders

O WR do Broncos pode ter um papel muito importante no próximo domingo e é um dos candidatos a personagem do jogo. Como todos sabem, o QB Peyton Manning vem sofrendo com lesões desde o início da temporada, por isso ele teve que mudar um pouco seu estilo de jogo e começou a apostar nos passes curtos pelo meio do campo. O principal beneficiado por isso foi Emmanuel Sanders, que passou a ser o alvo favorito do veterano que comanda o ataque do time de Denver. Até Manning se machucar na décima semana, o camisa 10 vinha sendo o nome mais acionado e não tinha nenhuma partida com menos de 65 jardas recebidas, isso sem falar nos 4 TDs que ele anotou nesse período. Quem deve marcá-lo é o CB Robert McClain, jogador contratado no final da temporada regular para entrar na rotação principal, mas que acabou se tornando titular devido a lesões de Charles Tillman e Bené Benwikere. No duelo individual contra McClain, Sanders leva ampla vantagem e ainda pode ser uma arma perigosa com as jardas após a recepção, principal característica do WR. É melhor ficar atento nele, pois o jogador pode ser o grande diferencial para o Broncos no Super Bowl 50.

Kurt Coleman (Free Safety) – Carolina Panthers

kurt-coleman-panthers

São poucos os atletas da posição que jogaram um futebol americano melhor que Kurt Coleman nesta temporada. Em seu primeiro ano com a camisa do Carolina Panthers, ele já teve um impacto bem maior do que o esperado na secundária da equipe. Só na temporada regular foram 90 tackles, 9 passes desviados e incríveis 7 INTs (vice-líder da NFL). O camisa 20 mostrou ter o instinto natural para atuar como FS e está sempre perto da bola nos passes mais longos dos adversários, o que o torna um dos principais nomes da defesa da franquia. Há duas semanas, na final da NFC contra o Arizona Cardinals, o QB Carson Palmer sofreu com as pressões e precisou forçar alguns passes para manter sua equipe em condições de sair com a vitória, mas Coleman não deu nenhuma chance e somou 2 INTs para cima do candidato ao prêmio de MVP. Para o Super Bowl 50, com Peyton Manning longe das condições físicas ideais, se o Denver Broncos estiver atrás do placar e precisar ir para cima com passes longos do QB, tenha certeza que o FS estará por perto e, com uma possível interceptação, poderá ser um dos grandes personagens dessa tão esperada final.

T.J. Ward (Strong Safety) – Denver Broncos

tj-ward-broncos

O grupo de recebedores do Carolina Panthers é liderado pelo TE Greg Olsen, e quem geralmente faz a marcação sobre os atletas da posição é T.J. Ward. O jogador do Denver Broncos é um dos melhores no que faz e terá essa difícil tarefa pela frente. O QB Cam Newton (CAR) adora usar seu TE na hora em que as coisas ficam mais perigosas e, com Aqib Talib e Chris Harris Jr. na marcação de Ted Ginn Jr. e Corey Brown, Olsen deve ser um dos alvos mais acionados, por isso a importância de Ward no duelo do próximo domingo. Há duas semanas, na partida contra o New England Patriots e Rob Gronkoswki, o camisa 43 não conseguiu parar o TE adversário, que somou 144 jardas e 1 TD. Os CBs do Broncos levam grande vantagem sobre os WRs do Panthers e, se Ward também dominar Olsen, Cam Newton vai precisar jogar o que nunca jogou para vencer o Super Bowl 50. O nome do SS não é dos mais falados na defesa do time de Denver, mas, pelo que já mostrou na NFL, ele tem totais condições para ser um dos personagens decisivos para o Broncos no grande dia.

Compartilhe

Comments are closed.