quarta-feira, 26 de junho de 2019

Compartilhe

A temporada de 2019 da NFL nem começou e uma franquia já tem péssimas notícias sobre a escolha de primeira rodada do último draft: o offensive tackle Jonah Williams, escolhido pelo Cincinnati Bengals na décima primeira posição no último mês de abril, precisou fazer uma cirurgia no ombro e provavelmente perderá a sua temporada de calouro.

Williams sofreu um rompimento do lábio glenoidal, uma estrutura responsável pela conexão dos ligamentos do ombro. A lesão é considerada grave e exige cirurgia, por isso, não demorou para que a equipe providenciasse o tratamento ideal para o atleta. É esperado que ele esteja recuperado a tempo de disputar a temporada de 2020, quando finalmente poderá fazer sua estreia.

Leia Mais: Conheça os Superstars X-Factor do Madden 20 e suas habilidades especiais

Leia Mais: A mágica e trágica carreira de Ryan Fitzpatrick

O Cincinnati Bengals selecionou Jonah Williams visando solidificar a sua linha ofensiva para o futuro. O titular da posição de left tackle em 2018, Cordy Glenn, passaria para left guard, deixando a missão de proteger o lado cego de Andy Dalton para o calouro. Agora, Glenn precisará repetir a sua função, na qual foi apenas o sexagésimo melhor em ação na temporada, e abrirá mais um grande período de indefinições pelo miolo do setor.

Parece haver algum tipo de maldição envolvendo os calouros de primeira rodada de Cincinnati: lesões também afastaram outras escolhas recentes como Billy Price, que perdeu seis partidas em 2018, e William Jackson, fora da temporada inteira de 2016.

A esperança é que Jonah Williams, um All-American no futebol americano universitário em 2018, esteja pronto para contribuir a partir de 2020.

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.