sexta-feira, 8 de março de 2019

Compartilhe

Bem-vindo (a) à terceira edição do Jornal do Draft! Mais uma semana se passou e, com isso, o processo de recrutamento da NFL ficou ainda mais perto. As notícias e especulações começam a surgir em maior número, os mocks ficam mais insanos e temos um prato ainda mais cheio para apresentar nessa coluna!

Mais uma vez, temos que tratar o Combine como alvo das principais notícias. Encerrado na segunda-feira, trouxe muitas outras importantes constatações. Há quem brilhou, há quem decepcionou. Os burburinhos de bastidores também trazem alguns novos painéis sobre o que pode acontecer no final de abril. Vamos ao que interessa!

Leia Mais: Guia para o NFL Scouting Combine

Leia Também: Principais Pass Rushers do mercado recebem a Franchise Tag

As notícias da semana

Mais uma vez, nos focaremos no Combine. Afinal, sexta-feira passada ele ainda estava em sua primeira metade. Muita coisa aconteceu a partir de então. Principalmente, com os pass rushers…

1. Montez Sweat é o defensive end mais rápido da história do Combine

Um wide receiver que corre as 40 jardas em 4,41 é rápido. Muitos ficaram abaixo disso. Para um running back, é um número excelente. Mas e para um defensive end? Inimaginável, certo? Um homem de linha que é tão veloz como um recebedor? Bom, isso é o que temos em Montez Sweat, que antes de quebrar o recorde nas 40 jardas para um atleta de sua posição, já era visto como uma escolha de primeira rodada. Agora então? O céu é o limite.

Sweat foi, junto com alguns atletas como DK Metcalf e Hakeem Butler, que citamos na edição da semana passada, a estrela do Combine. Também brilhou em outros testes, e aliando velocidade e força pode ser um verdadeiro terror para os quarterbacks da NFL. E isso tudo não fica só no extra-campo: a produtividade em Mississippi State também foi ótima, com 19 sacks nas últimas duas temporadas. A performance em Indianapolis pode fazer com que ele saia no top 10.

2. Por outro lado, Jachai Polite decepciona

Outro pass rusher da SEC que chegou no Combine como possível escolha de primeira rodada é Jachai Polite. Ao contrário de Montez Sweat, porém, ele teve uma performance horrível nos testes físicos – 4,84 segundos no tiro de 40 jardas e 32 polegadas no salto vertical foram os números mais alarmantes. Com 11 sacks em 2018, sua produção vai na contramão do que foi demonstrado em Indianapolis.

Polite tem como argumento a seu favor a performance terrível em 2018 de Orlando Brown, offensive tackle, no Combine. Visto por alguns como escolha de primeira rodada antes de se sair muito mal nos testes físicos, o atleta de Oklahoma acabou sendo selecionado só na terceira pelo Baltimore Ravens e teve um ano de calouro bastante bom. Por isso, ir mal em Indianapolis pode não significar muita coisa.

3. Kendall Sheffield, o homem que se lesionou nos testes do Combine

Kendall Sheffield não era visto como uma escolha de primeira rodada, mas tinha boas chances de melhorar o seu posicionamento – era possível que fosse o atleta mais rápido no tiro de 40 jardas entre todas as posições. Porém, antes de chegar lá, existe o supino. E o cornerback de Ohio State rompeu o músculo peitoral na sua sexta repetição.

Parece ser uma sina de Ohio State ter o músculo peitoral rompido no Combine: o mesmo aconteceu com Billy Price em 2018. Isso não impediu que o atleta fosse escolhido pelo Cincinnati Bengals na primeira rodada, o que não é uma terrível notícia para Sheffield.

A especulação da semana

Toda semana, uma especulação. O burburinho dos insiders, a notícia que corre os bastidores. Pode ser verdade, pode ser só um sinal de fumaça, pode ser uma barrigada. Mas reproduzimos por aqui!

Kyler Murray na escolha número 1 é um “negócio fechado”.

Na nossa primeira edição, citamos os rumores de que Kyler Murray poderia ser a primeira escolha geral do draft para o Arizona Cardinals, que buscaria uma troca para Josh Rosen. De acordo com Tony Pauline, do DraftAnalyst.com, isso já seria um “negócio fechado”.

É claro que não podemos afirmar que de fato o Cardinals já decidiu por Murray, mas os rumores crescem a cada dia. O head coach Kliff Kingsbury teria se apaixonado pelo produto de Oklahoma e acredita que Rosen não se encaixa em seu esquema ofensivo. Com a medida do quarterback no Combine, que provou não ser tão baixo, fica ainda mais claro que ele tem grandes chances de realmente ser o primeiro nome chamado na quinta-feira.

Mock drafts da semana

Sabemos que vocês amam mock drafts. Por isso, toda semana falaremos de alguns dos mais importantes que forem divulgados.

A tendência da semana reflete o que dissemos na especulação acima: Kyler Murray vem destronando Nick Bosa como o favorito para ser a primeira escolha geral. Vamos aos principais mocks divulgados:

  • Aqui na Liga dos 32, foi a vez de Lucas Teixeira lançar a sua simulação. Ela ainda mantém o famoso top 3 formado por Bosa, Quinnen Williams e Josh Allen, com Clelin Ferrell e Jachai Polite, mesmo com o fracasso do Combine, fechando o Top 5. O primeiro quarterback, Dwayne Haskins, sai apenas na posição número 11, para o Cincinnati Bengals, e são apenas três os signal callers escolhidos na quinta-feira: Drew Lock cai. Clique aqui para ler o mock completo.
  • O ProFootball Focus é um dos sites mais respeitados da atualidade por suas métricas e costuma ter mocks pouco convencionais. Apesar disso, Steve Palazzolo já embarcou no hype de Kyler Murray para o Arizona Cardinals. Bosa, Williams e Allen saem em seguida, com DeAndre Baker completando o top 5. São apenas dois quarterbacks na primeira rodada – além de Lock, Daniel Jones também cai para sexta-feira. Alguns prospectos pouco citados para a primeira rodada, como Andy Isabella e Elgton Jenkins, dão as caras por aqui. Veja aqui essa simulação inteira!
  • Daniel Jeremiah tem se tornado um grande guru de draft e lançou mais uma simulação! É claro, ele também embarca em Murray com a primeira escolha e segue da mesma forma que Palazzolo: Bosa, Williams e Allen são os próximos nomes chamados. Montez Sweat, com sua enorme performance no Combine, ganha a vaga como a quinta seleção. Daniel Jones é o signal caller que vai para a sexta-feira e outra queda de destaque é a de Clelin Ferrel, apenas o trigésimo segundo nome chamado. Confira aqui!

Faltam 48 dias para o draft!

Últimos 5 jogadores selecionados na posição 48:

2018: Uchenna Nwosu, LB, Chargers
2017: Joe Mixon, RB, Bengals
2016: Jason Spriggs, OT, Packers
2015: Denzel Perryman, LB, Chargers
2014: Timmy Jernigan, DT, Ravens

Um dos maiores nomes da atual free agency, o running back Le’Veon Bell, foi a quadragésima escolha do draft de 2013. Além dele, podemos destacar dois hall of famers: o defensive end Howie Long, que somou 84 sacks na carreira, e o center Dwight Stephenson. Mas, claro, também há busts de sobra. Afinal, quem não se lembra do quarterback Jimmy Clausen?

A quadragésima escolha do draft de 2019 pertence ao Miami Dolphins. Quem terá seu nome chamado?

Continuem ligados no Jornal do Draft nas próximas semanas para saber tudo sobre esse processo!

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

 

 

Compartilhe

Comments are closed.