sexta-feira, 22 de março de 2019

Compartilhe

Bem-vindo (a) à quinta edição do Jornal do Draft! Com o frenesi da free agency ficando bem mais baixo, as notícias sobre o processo de recrutamento estão de volta aos holofotes. Universidades cheias de prospectos estão realizando seus Pro Days e as especulações também voltam a aumentar.

Pouca coisa mudou no panorama geral do Draft: ainda é esperado que Kyler Murray seja o primeiro a ter seu nome chamado, com Nick Bosa, Quinnen Williams, Josh Allen e Dwayne Haskins disputando as posições seguintes. Mas o cenário geral, pouco a pouco, fica mais claro.

Vamos tentar passar o que de melhor aconteceu nessa semana!

Leia Mais: Os 5 piores contratos da Free Agency 2019

Leia Também: Inimigos enquanto rivais, Antonio Brown e Vontaze Burfict estarão agora no mesmo time

As notícias da semana

Pro Days, testes físicos, entrevistas, performances de destaque. Depois de uma semana muito morna por todos os times estarem mais preocupados com a free agency, voltamos a ter muito sobre o que falar…

1. Pro Days de Alabama e Ohio State movimentam o processo do Draft

Como explicamos na semana passada, o Pro Day é o dia no qual todos os prospectos de determinada universidade fazem exibições de seus talentos e testes físicos diante dos olheiros e profissionais da NFL. Nessa semana, Alabama e Ohio State, recheadas de jogadores de muito destaque, tiveram essa data. Muitos general managers estiveram nas plateias…

Em Ohio State, Nick Bosa, que provavelmente tinha mais a perder do que a ganhar fazendo os exercícios, ficou de fora. Mas Dwayne Haskins teve ótima performance, bem como nomes como Parris Campbell, Terry McLaurin e Dre’Mont Jones.

Quinnen Williams, destaque de Alabama, optou por seguir a mesma rota de Bosa e também não participou do Pro Day. Mas estavam lá atletas como Mack Wilson, Jonah Williams e Irv Smith Jr. O running back Josh Jacobs, aliás, voltou a decepcionar com um tiro de 40 jardas bastante lento. E isso nos leva a mais um assunto…

2. Classe de running backs preocupa e parece ser a mais fraca dos últimos anos

Não se surpreenda se nenhum running back for selecionado na primeira rodada do Draft em abril.

O principal prospecto da classe, Josh Jacobs, voltou a decepcionar no Pro Day de Alabama. É possível que ele encontre um espaço entre os primeiros 32 nomes chamados, mas nenhuma garantia.

Existem algumas métricas usadas pelos times para medir a agilidade e a velocidade dos atletas. São levados em conta os números nos exercícios pré-Draft tradicionais, como o tiro de 40 jardas e os três cones, além do peso do jogador. Quanto maior, mais possibilidades de determinado jogador se dar bem na NFL.

O número ideal no speed score para um atleta a ser draftado é acima de 100. Estrelas da NFL como Saquon Barkley costumam dominar esses números (o atual jogador do Giants é dono do quarto melhor speed score de todos os tempos). E em 2019, pela primeira vez desde 2014, nenhum prospecto teve uma pontuação superior a 115.

Ryquell Armestead, de Temple, foi o líder com 112,2. Justice Hill foi um nome de destaque no top 5. Elijah Hollyfield, de Georgia, ficou com apenas 83,1 – nunca um jogador com tal número teve destaque na NFL. Veja abaixo a tabela comparando as notas médias no speed score dos prospectos com suas produções como profissionais:

Nada animador para a classe de 2019, certo?

3. Montez Sweat tem um problema no coração

Em 2018, Maurice Hurst era uma provável escolha de primeira rodada, talvez até de top 10. No Combine, testes físicos descobriram que ele tem uma rara doença no coração e médicos recomendaram que ele se aposentasse. O Oakland Raiders deu uma chance ao defensive tackle na quinta rodada, e por enquanto sua carreira parece promissora.

Dessa vez, foi Montez Sweat, mais um defensor de destaque (e que fez um excelente combine) descobrir um problema no coração. Pelos indícios iniciais, é bem menos grave que o de Hurst, mas as chances de seleção no top 10 diminuíram um pouco. Uma queda para a quinta rodada, porém, é extremamente improvável.

A especulação da semana

Toda semana, uma especulação. O burburinho dos insiders, a notícia que corre os bastidores. Pode ser verdade, pode ser só um sinal de fumaça, pode ser uma barrigada. Mas reproduzimos por aqui!

Giants tem muito interesse em Dwayne Haskins

A performance do New York Giants na offseason até o momento é pútrida. A franquia parece não ter rumo nenhum e nem saber como lidar com a situação da posição de quarterback. Muita gente deu como certo que Eli Manning seguirá como titular absoluto, sem ter um calouro disputando com ele a posição.

Mas, nessa semana, alguns rumores foram no sentido contrário disso. Segundo insiders, “nenhum time fez mais trabalho pré-Draft com Haskins que o New York Giants”. Olheiros e profissionais da franquia estiveram em peso no Pro Day de Ohio State e se encontraram com o jovem quarterback de forma privada. Será que, no final das contas, 2019 já revelará o herdeiro de Eli?

Mock Drafts da semana

Sabemos que vocês amam mock drafts. Por isso, toda semana falaremos de alguns dos mais importantes que forem divulgados.

Como já dissemos no início do texto, não há grandes mudanças de rumo no que os mocks da semana apontam. Kyler Murray ainda segue no topo da maioria das listas e há pequenas variações também no top 5.

  • Aqui na Liga dos 32, Diego Alex lançou a sua primeira simulação. O Cardinals seleciona Kyler Murray e o 49ers fica com Nick Bosa, como é de praxe, mas a surpresa está em quem troca para a terceira posição: o Miami Dolphins. Encontrando em Dwayne Haskins seu quarterback do futuro, a franquia da Florida deixa Josh Allen livre para o Raiders e Devin White completando o top 5 no Bucs. Quinnen Williams sobra para o Giants na sexta escolha. Clique aqui para ver a lista completa.
  • Bucky Brooks lançou a terceira versão de seu mock no site oficial da NFL. Kyler Murray é a primeira escolha, sem surpresas. O 49ers vai de Quinnen Williams e não de Nick Bosa, que cai para o Jets. O Raiders também fica com Josh Allen, bem como o Bucs com Devin White. Sem trocas, essa simulação prevê também que Haskins acaba no Miami Dolphins, mas apenas na décima terceira posição. Improvável… Veja aqui a simulação.
  • O Monday Morning Quarterback teve sua sétima versão feita por Connor Orr. E a forma do top 5 parece praticamente um consenso… Kyler Murray, Nick Bosa, Quinnen Williams, Josh Allen e Devin White. Se o Draft fosse hoje, de fato, seria o que nós esperaríamos. A surpresa aqui é Drew Lock sendo escolhido antes de Dwayne Haskins, o que também parece pouco possível no momento. Leia aqui o que Orr tem a dizer!

Faltam 34 dias para o draft!

Últimos 5 jogadores selecionados na posição 34:

2018: Will Hernandez, G, Giants
2017: Cam Robinson, OT, Jaguars
2016: Jaylon Smith, LB, Cowboys
2015: Donovan Smith, OT, Buccaneers
2014: Demarcus Lawrence, DE, Cowboys

Duas peças fundamentais da atual defesa dos Cowboys e três atletas de linha ofensiva. Além deles, quatro hall of famers já foram a escolha número 34. Os dois mais recentes foram o defensive back Lem Barney, escolhido pelo Lions em 1967, e o linebacker Jack Ham, selecionado pelo Steelers em 1971. De atletas ainda em atividade de destaque, podemos citar o safety Patrick Chung, sempre um guerreiro na defesa do Patriots.

A escolha número 34 do draft de 2019 pertence ao Indianapolis Colts. Quem terá o nome chamado?

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.