quarta-feira, 23 de setembro de 2020

Compartilhe

Escolhido pela NFL como o melhor jogador de ataque da AFC na semana 2, Josh Allen brilhou na vitória do Buffalo Bills diante do Miami Dolphins no último domingo (20). Sob o comando do camisa 17, a equipe da AFC Leste lidera a sua divisão e é um dos times invictos da edição de 2020. Na sombra de Patrick Mahomes e Lamar Jackson desde que entrou na NFL há 3 temporadas, Allen começa a dar sinais de que pode ser colocado ao lado da dupla de Chiefs e Ravens como o trio de QBs mais talentoso da sua conferência. Apesar dos números e do início excelente do jogador, o Hype é real e pode ser sustentado por Josh Allen durante a temporada regular?

Para começar a analisar o início de ano espetacular de Josh Allen, vamos trazer alguns números do camisa 17 após 2 semanas. Diante de Jets e Dolphins, ele completou 70% dos passes que tentou, somou 729 jardas (maior marca da NFL até agora) e tem 9.0 jardas por tentativa de lançamento. Além disso, Allen lançou 6 TDs e não foi interceptado nas semanas 1 e 2, acumulando mais 75 jardas terrestres e 1 TD pelo chão. Tudo o que um QB confiável e com capacidade de improvisar pode oferecer ao seu time, o camisa 17 está entregando para Buffalo até agora. Mais do que isso, o jogador parece ter entendido quais eram as grandes fragilidades do seu jogo nos 2 primeiros anos como profissional e vem mostrando a tão esperada evolução técnica e mental.

Leia Mais: Sobe e desce da rodada – semana 2: lesões para todos os lados

Leia Também: Power Ranking Liga dos 32 – Semana 2

Entre as principais críticas ao jogo de Josh Allen em 2018 e 2019 estava o fato do camisa 17 ser muito “cru” para o nível profissional e não conseguir usar toda força do seu braço em diferentes tipos de lançamento. A bola em profundidade, um grande defeito do QB em seus primeiros dois anos com um aproveitamento de 31% até então, estão sendo encaixadas com regularidade em 2020 e levando o ataque do Bills à outro patamar na NFL. Nessa temporada, Allen já completou 7 de 9 passes para 20+ jardas, com 77.8% de aproveitamento, uma evolução até maior do que todos esperavam ver do jogador. Além disso, a qualidade e precisão dos passes curtos também continuam em um ótimo nível, com 80% das conexões de menos de 20 jardas sendo completadas entre o QB e seus recebedores.

Outro fator predominante para o sucesso de Josh Allen é o desenho do ataque projetado pelo Coordenador Ofensivo Brian Daboll. Com recebedores velozes e que conseguem a separação dos seus marcadores nas figuras de Cole Beasley, John Brown e o recém-contratado Stefon Diggs, ele vem permanecendo mais tempo no pocket e fazendo todas as leituras antes de decidir para quem entregar a bola. Com todo o talento no braço que o camisa 17 tem, a evolução de Allen para um passador de pocket nato, que sabe a hora certa de usar as pernas, pode torná-lo um dos QBs mais perigosos da NFL no futuro. Mesmo tendo enfrentado duas das equipes mais fracas da liga nas semanas 1 e 2, ele tem mostrado maturidade e tem a confiança total dos seus companheiros e da torcida, fator fundamental para continuar evoluindo como o grande líder do Bills.

NA SEMANA 3, JOSH ALLEN SERÁ DESAFIADO PELA DEFESA DO RAMS

Se os críticos de Josh Allen acreditam que as performances do camisa 17 estão sendo impulsionadas pela falta de qualidade dos adversários nas semanas 1 e 2, o desafio do Buffalo Bills diante do Los Angeles Rams na próxima rodada pode servir como a prova definitiva que o Hype em relação ao QB é real e merece ser levado a sério. Também invicta na edição de 2020 da NFL, a equipe de Los Angeles conta com Aaron Donald na linha defensiva e é a 1ª da liga nessa temporada contra TDs aéreos, cedendo apenas 1 em dois jogos oficiais. Para tornar a situação de Allen ainda mais desafiadora, o QB terá que batalhar contra Jalen Ramsey, um dos melhores CBs da liga na marcação individual e forçando turnovers.

Ser escolhido como o melhor QB da semana na AFC não parece algo tão grandioso, mas quando você batalha toda semana para superar Lamar Jackson e Patrick Mahomes, não deixa de ser um sinal de que o seu jogo está evoluindo no caminho certo. Com a saída de Tom Brady da AFC leste e os investimentos de Buffalo nos dois lados da bola, Josh Allen ganhou uma oportunidade única de desenvolver o seu futebol americano profissional e vem aproveitando do jeito certo. Mantendo a mesma regularidade das duas primeiras semanas, o camisa 17 coloca o Bills como competidor em qualquer duelo da NFL atualmente. O Hype é real e Josh Allen não veio para brincar em 2020, mas ainda é interessante esperar pra ver como ele vai desempenhar nos grandes jogos do calendário. Eu estou empolgado para ver, e vocês?


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.