quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Compartilhe

Estamos cada vez mais próximos da Free Agency e os rumores sobre os atletas vão se intensificando cada vez mais. E em Nova York, não poderia ser diferente… Na tarde de ontem, alguns repórteres publicaram que o Giants está com medo de perder seu Safety caso não consiga chegar a um acordo com o jogador por um novo contrato. Caso isso aconteça, é esperado que o Giants coloque a Franchise Tag em Collins para ganhar um tempo extra e buscar um acordo, no entanto, as negociações ainda nem começaram e o desfecho ainda é incerto. O mercado de safeties que foi tão morno em 2018, tende a mudar nessa temporada.

Na última offseason vimos um desinteresse nos times em buscar os principais safeties do mercado. No entanto, esse ano temos nomes como Earl Thomas e o próprio Landon Collins, os quais as equipes devem estar de olho. O primeiro, veterano vencedor de Super Bowl e um dos melhores jogadores da posição na última década. Já o segundo, um dos grandes nomes jovens a aparecer nos últimos anos, mas que não vem de uma última grande temporada. Assim, ambos tem grandes chances de vestir novas camisas em 2019. Thomas por ser o último remanescente da Legion of Boom e já ter mostrado publicamente diversas vezes sua vontade de sair, e Collins por uma questão salarial que o Giants parece não estar confortável em arcar.

Leia Mais: conheça a classe de WRs do draft de 2019

Leia Também: os números de Baker Mayfield e o futuro do Cleveland Browns

Outros dois bons nomes que chegam forte nesse mercado são os de Lamarcus Joyner e Adrian Amos. Joyner vem de uma franchise tag aplicada pelo Rams e não deve receber a segunda. Com um espaço salarial um pouco abaixo do esperado, não se surpreenda caso o safety encontre uma nova casa em 2019. Amos tem uma situação parecida. Uma das principais peças da melhor defesa da NFL na última temporada, o camisa 38 só fica caso o Bears arrume espaço em sua folha. Com um cap muito apertado por volta de 5 milhões, a tendência é o jovem defensor encontrar seu futuro em outro lugar.

Por fim trazemos a situação de Tyron Mathieu. Ora um dos melhores defensores da NFL, outra um dos atletas menos confiáveis da Liga. Após sofrer com lesões e problemas durante toda a carreira, nenhuma equipe confiou no Texugo do Mel para lhe dar um contrato longo lucrativo. A solução encontrada pelo jogador foi assinar com o Texans por um ano em um valor tranquilo, para que pudesse provar seu potencial e encontrar nessa Free Agency um contrato mais gordo e seguro. Com um espaço na folha mais flexível, Mathieu é o mais cotado dessa lista a permanecer em sua equipe, uma vez que teve um ano bom e provou conseguir ficar saudável.

Note que a lista de jogadores é cercada de nomes jovens e de potencial. Liderada por Landon Collins, o camisa 21 do Giants basicamente vai ditar o mercado da posição esse ano. Caso de fato não receba a tag e teste o mercado, deve quebrar facilmente o teto salarial da posição de 13 milhões e se tornar o mais bem pago da Liga. Os outros devem pegar carona neste acordo e inflacionar o mercado. Ao contrario do que aconteceu em 2018, essa offseason tem tudo para gerar os números mais lucrativos para quem está sempre acostumado a defender o fundo do campo.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.