sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

Compartilhe

Mais uma semana, mais uma mesa redonda. Dessa vez trazendo a opinião da nossa equipe sobre temas pertinentes à rodada divisional dos playoffs da NFL.

Além disso, uma visão sobre o futuro de Tom Brady. Acompanhem!

Leia Mais: Ep #198 – Semifinais de conferência

Leia Mais: Joe Judge não era o plano de Dave Gettleman para o New York Giants

Participam essa semana:

Lucas Teixeira (Redator)

Fernando Schmude (Redator)

Resultado de imagem para Tom Brady titans 1200x800

Tom Brady terminou sua décima nona temporada como titular na NFL da pior maneira possível para um quarterback: uma interceptação retornada para touchdown que sacramentou a derrota de seu time em casa. Após o jogo, muito se especulava sobre o futuro do camisa 12, até uma possível aposentadoria não era descartada. Contudo, na última quarta feira, o atleta postou em suas redes sociais que voltará a atuar na próxima temporada. Dessa maneira, após declarações de Bill Belichick, Robert Kraft e do próprio Brady, imagina o, para muitos, maior jogador de todos os tempos voltando para New England? Quais possíveis cenários são cabíveis para o veterano na próxima temporada?

Lucas Teixeira (Redator): Além dos cenários mais óbvios: aposentadoria ou continuidade por mais um ano em New England (meu palpite), eu consigo imaginar vê-lo jogando por Chargers ou Raiders, times que devem se desfazer de seus QBs veteranos e que vão se mudar para novos estádios em 2020, além não terem, ainda, uma torcida forte tanto em Los Angeles quanto em Las Vegas. Então, ter um jogador do calibre de Brady ajudaria demais a vender ingressos.

Fernando Schmude (Redator): Era bem claro que o Brady não iria terminar sua carreira ilustre dessa maneira tão trágica. Fica o questionamento se os patriots ainda realmente tem toda aquela vontade de trazê-lo após uma temporada muito abaixo da média para os níveis que esperamos de Tom Brady e eu acho que os candidatos que poderiam aparecer para uma carreira dele fora de New England seriam os que mais têm se comentado por aí. O Chargers é interessante pois o Philip Rivers é um free agent e o Brady pode estar entrando ali, sendo um cara mais consistente e minimizar erros e dar oportunidades para todos os playmakers que o Chargers tem em sua disposição. Outro time que eu pensaria, apesar de ter declarado que o Trubisky seria o quarterback pra próxima temporada, é o Chicago Bears. Uma vez que, no caso do Brady, seria um jogador experiente para jogar uma temporada tentar elevar o nível do Bears e até mesmo talvez, ser algo positivo pro futuro da carreira do Trubisky.

Resultado de imagem para 49ers vs vikings 1200x800

Chegando na semana da semifinal de conferência, tudo que se comenta são os confrontos que definirão os finalistas da NFC e AFC. Na conferência nacional, veremos o embate entre o Seattle Seahawks, que mesmo tendo vencido o Eagles em Philadelphia, não o fez com facilidade, ainda que Carson Wentz não tenha jogado boa parte do jogo. Por outro lado, o Green Bay Packers também não convenceu em sua campanha e mesmo tendo alcançado a semana de descanso, há diversas críticas sobre a atuação da equipe. Um dos times terá de se provar para chegar à final. Por outro lado, jogarão o azarão Minnesota Vikings, que após surpreendente vitória em cima do Saints, vem com a moral nas alturas para enfrentar outro favorito nos playoffs, o San Francisco 49ers. Como se desenrolarão os confrontos mencionados?

Lucas Teixeira: Acho que Minnesota não conseguirá manter um nível tão alto duas vezes seguidas. A semana curta combinada com a viagem pra Califórnia também influem. San Francisco tem um time mais equilibrado e constrói no primeiro tempo uma liderança que varia entre uma e duas posses de bola até o fim do jogo. Na outra partida, vejo muito equilíbrio. Acho que o Packers vai conseguir controlar o jogo com Aaron Jones, mas Russell Wilson aprontará das suas para manter Seattle na parada. Mas entre dois times inconsistentes, voto no que tem melhor defesa e joga em casa: Green Bay avança.

Fernando Schmude: Confio na vitória do Packers, tendo em vista que o Seahawks depende do Russell Wilson e suas grandes atuações. Assim, pela equipe de Green Bay ser mais completo, imagino que levam essa partida. Já no outro confronto, tudo depende de como a defesa do Vikings vai se portar contra o ataque terrestre do 49ers, tendo em vista que atacará de uma maneira diferente que o ataque aéreo do Saints, liderado por Drew Brees, o fez. Caso o Vikings consiga limitar esse jogo corrido, pode ser que a equipe de MInnesota saia com a vitória, ainda mais se levar em consideração que Kirk Cousins está mostrando que pode vencer jogos decisivos.

Resultado de imagem para Chiefs vs Texans 1200x800

Já na AFC, há uma diferenciação mais clara entre os favoritos e azarões. O seed 1, Baltimore Ravens, recebe o seed 6 e franco atirador nesses playoffs após eliminar Brady e sua tropa, Tennessee Titans. Enquanto o seed 2, Kansas City Chiefs, liderados por Pat Mahomes recebem o Houston Texans, que derrotou o Buffalo Bills na rodada de wild card c dificuldade, contando, fundamentalmente, com o brilhantismo de Deshaun Watson. Há chances dos azarões aprontarem ou os favoritos vão se estabelecer?

Lucas Teixeira: As chances sempre existem, claro. Mas não acho que vá acontecer. Baltimore e Kansas City tem defesas mais equilibradas e QBs ainda melhores. Eles avançam para fazer um super jogo na final de conferência.

Fernando Schmude: Chances sempre existem. Na AFC não é diferente. Entre Ravens e Titans é mais complicado, ainda que que a equipe de Tennessee tenha um Derrick Henry no melhor momento de sua carreira, além de uma defesa interessante que pode limitar o ataque terrestre de Baltimore, deixando o ataque mais tempo em campo. Caso Henry esteja bem e Lamar Jackson seja limitado, há chances do Titans sair com a vitória. Já em Chiefs vs Texans, realmente considero o ataque de Kansas City muito potente, embora a defesa nem tanto, enquanto Houston deixa a desejar em algumas partes técnicas, sobretudo quando se fala de Bill O’Brien, dependendo, assim, de forma contundente de suas estrelas: Watson, Hopkins e Watt. Os três numa partida apertada podem sim fazer muita diferença.

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.