quarta-feira, 8 de junho de 2016

Compartilhe

rodgers draft

Atualmente General Manager do Seattle Seahawks, John Schneider, participou de um Podcast e revelou vários fatos curiosos ocorridos em sua carreira. Dentre esses fatos, está a história por trás da escolha do QB Aaron Rodgers no Draft de 2005, quando Schneider ainda trabalhava para o Green Bay Packers.

Na época, Scot McCloughan trabalhava para o Seattle Seahawks, analisou Aaron Rodgers, Alex Smith e tinha preferência pelo segundo. Ele foi convidado para assumir o cargo de Vice-Presidente do departamento pessoal do San Francisco 49ers, que detinha a primeira escolha geral no Draft daquele ano. Na mesma época, Mike McCarthy – hoje técnico em Green Bay -, foi contratado como coordenador ofensivo da equipe do 49ers. Schneider naquele ponto tinha quase certeza que McCloughan selecionaria Alex Smith.

945df7bffd4e50b712ac02e0800afdf7

Dois dias antes do evento, Schneider e Ted Thompson – General Manager do Packers – finalizavam as análises assistindo jogos dos atletas que tinham interesse e acompanhando o noticiário. Eis que apareceu na TV Mike Mayock, especialista em Draft da NFL, apresentando um Mock Draft onde Aaron Rodgers era escolhido pelo Packers. “Nós pegamos todos os jogos de Rodgers que tínhamos e assistimos novamente. Porque às vezes, quando você escolhe na parte final do rodada, você não perde muito tempo assistindo vídeos de jogadores que você espera que saiam antes”, disse John Schneider.

“O San Francisco 49ers escolheu Alex Smith e quando Rodgers começou a cair eu liguei para Scot McCloughan e Mike McCarthy, porque esses caras haviam gasto muito tempo analisando os dois QBs. Depois que o selecionamos, todos estavam realmente excitados. Bob Harlan – presidente do Packers – veio até mim e disse: ‘Esse cara será um bom jogador, certo John?’ E eu respondi algo como: Sim Bob! Ele será um grande jogador” Quando o primeiro treinamento chegou, todas as dúvidas foram embora: Aaron Rodgers foi incrível logo no seu primeiro treino com bola.

Rodgers ainda levaria alguns anos para assumir a titularidade da equipe devido a novela da aposentadoria de Brett Favre. Em 2008, finalmente assumiu a posição e em 2010, já sob o comando de Mike McCarthy, ergueu o Vince Lombardi Trophy, coincidentemente, foi o mesmo ano de John Schneider com o Seattle Seahawks.

Compartilhe

Comments are closed.