terça-feira, 26 de março de 2019

Compartilhe

A Liga dos 32 inova mais uma vez – agora em nossos Mock Drafts. Nas escolhas, os especialistas irão comentar apenas o encaixe nos times, deixando a análise dos jogadores em separado, mostrando tudo aquilo de bom e de ruim que o prospecto poderá trazer para a sua equipe na NFL.

ATENÇÃO: Há uma análise detalhada de cada jogador abaixo (scouting report). Basta clicar no nome do atleta e conferir. Em breve, lançaremos nosso Top 150 com informações dos 150 mais talentosos jogadores do Draft 2019. Tudo feito por especialistas no assunto.

OBS: A maior parte das análises é completamente grátis e aberta a todos. Cerca de 30% delas são exclusivas para quem faz parte do L32 Premium. Você pode apoiar o nosso trabalho clicando aqui (temos promoção de 7 dias grátis).

Leia Mais: Mock Draft – Diego Alex 1.0

Leia Também: Prévia do Draft 2019: AFC Leste

Aqui o debate é liberado. Fique à vontade para comentar com a gente pelo Twitter, Instagram ou Facebook.

1.logo cardinalsArizona Cardinals –  DT Quinnen Williams (Alabama)

Não compro a noção de que o Cardinals está realmente interessado em Kyler Murray e acredito que tudo se trata de uma jogada para tentar valorizar a escolha em busca de uma troca. Isto seria prudente, uma vez que a equipe tem uma série de deficiências no elenco que precisa atacar, Entretanto, nesta simulação do Draft, o GM Steve Keim não recebe nenhuma proposta que considere válida e opta por selecionar um jogador.

A decisão aqui fica entre Quinnen Williams e Nick Bosa. No entanto, como o time precisa de muita ajuda em diversas áreas e já tem um pass rusher de elite em Chandler Jones e uma opção viável para esta temporada em Terrell Suggs, opta por selecionar Quinnen, que fortalecerá o interior da linha defensiva com ótima capacidade de impactar no jogo corrido e também de pressionar os QBs adversários.

2.logo 49ersSan Francisco 49ers – DE Nick Bosa (Ohio State)

Com os rivais de divisão escolhendo Williams, o alvo ideal para o 49ers cai para a segunda escolha. O GM John Lynch não hesitará em escolher Nick Bosa e completar uma linha defensiva de elevado potencial. Bosa poderá se juntar a Dee Ford como adições que elevarão a capacidade do time de San Francisco de pressionar o QB de forma exponencial.

3. logo jets New York Jets – EDGE Josh Allen (Kentucky)

Durante as primeiras semanas da Free Agency, o Jets tentou assinar com Anthony Barr para cumprir a função de pass rusher. Contudo, viu o jogador desistir de fechar com o time e retornar ao Vikings. Dessa forma, precisará de uma opção para a posição, que está extremamente carente no time. Por isso, Josh Allen é a escolha aqui.

4.logo raidersOakland Raiders – EDGE Brian Burns (Florida State)

Depois de trocar Khalil Mack, o Raiders como um todo teve um total de sacks inferior ao do jogador na temporada. Assim, fica claro que escolher alguém que pode pressionar o QB adversário com frequência deve ser uma prioridade absoluta com uma das três seleções de primeira rodada que a equipe possui neste Draft. Tudo isto leva a crer que Brian Burns oferecerá uma boa companhia para Arden Key e estes ainda devem ser unidos a mais uma peça adquirida posteriormente neste recrutamento

5.logo buccaneersTampa Bay Buccaneers – LB Devin White (LSU)

A saída de Kwon Alexander e uma falta de jogadores capazes de impactar no rumo da partida no lado defensivo devem fazer com que o Bucs foque nesta unidade no Draft. Com isso em vista, Devin White parece um encaixe natural neste momento para a equipe.

6. logo giants  New York Giants – EDGE Montez Sweat (Mississippi State)

Todos sabem que Eli Manning não é mais a resposta para o Giants há algum tempo. Quer dizer, todos menos o GM Dave Gettleman. Conhecido por amar os grandalhões das trincheiras, ele deve focar em fortalecer outros setores do seu elenco, como o enfraquecido pass rush. Dessa forma, Montez Sweat se torna o novo jogador da franquia. Vale ressaltar que Sweat teve um problema cardíaco flagrado nos exames médicos do Combine, mas foi liberado para fazer os testes físicos nos dias seguintes, o que leva a crer que se trata de uma situação de menor impacto e não deve afetar sua posição no Draft.

7.logo jaguarsJacksonville Jaguars – OT Jawaan Taylor (Florida)

Depois de finalmente substituir o QB Blake Bortles e assinar com aquele que deve seu quarterback pelo curto e médio prazo em Nick Foles, o Jaguars precisa ajudar com a estrutura em volta dele. Pensando nisso, o OT Jawaan Taylor pode ajudar a fortalecer o lado direito de uma linha ofensiva que busca se impor no ataque terreste e é parte fundamental da identidade ofensiva da equipe.

8.logo bengalsTROCA! Cincinnati Bengals – QB Kyler Murray (Oklahoma)

Na primeira e única troca deste Mock Draft, o Bengals decide subir para a frente do Broncos com o objetivo de garantir a escolha de Kyler Murray para torná-lo o QB do futuro da franquia. Com um novo treinador e como Andy Dalton já tem seu ápice bem definido, não é nada surpreendente ver Cincinnati se movimentando em busca de mudanças na posição. Assim, o time tenta começar um novo ciclo e elevar seu teto com um passador muito empolgante e que também pode impactar o jogo com sua habilidade como corredor.

9.logo billsBuffalo Bills –  WR D.K. Metcalf (Ole Miss)

É verdade que o Bills investiu em recebedores na Free Agency, como John Brown e Cole Beasley. Além disso, ainda tem jogadores que tiveram um bom final de temporada em 2018 em Robert Foster e Zay Jones. Todavia, a oportunidade de adicionar um alvo físico e atlético como DK Metcalf não pode ser ignorada e pode tornar este grupo de WRs completo.

10.logo broncosDenver Broncos –  QB Dwayne Haskins (Ohio State)

Mesmo depois de trocar por Joe Flacco na offseason, John Elway não se dá por satisfeito em busca de um novo quarterback para o Broncos. Depois de ser passado para trás pelo Bengals por Kyler Murray, o dirigente da franquia escolhe Dwayne Haskins, o melhor passador disponível e que pode ser desenvolvido para se tornar um QB de respeito na NFL.

11.logo lionsTROCA! Detroit Lions – DL Rashan Gary (Michigan) 

Como a outra parte da troca com o Bengals, o Lions cedeu seu lugar no top 10, mas ainda assim consegue um tão necessário pass rusher. Rashan Gary é um ótimo espécime atlético, mas que não teve produção no mesmo nível em Michigan. De qualquer forma, oferece versatilidade para atuar tanto como DE quanto como DT, o que é muito importante para a defesa de Matt Patricia.

12.logo packersGreen Bay Packers – TE T.J. Hockenson (Iowa)

A defesa foi o foco das movimentações do Packers ao longo da Free Agency e agora é o momento de repensar as armas que serão disponibilizadas para a parte final da carreira de Aaron Rodgers. Como Jimmy Graham já está em decadência, TJ Hockenson pode substituí-lo como um TE completo e que oferecerá um elevado nível como bloqueador e boas qualidades como recebedor.

13.logo dolphinsMiami Dolphins –  OT Jonah Williams (Alabama)

Tido como um forte candidato a adicionar um QB neste Draft, o Dolphins viu Bengals e Broncos atacarem a posição antes. Além disso, a impressão é de que Miami está em um plano mais cauteloso e que não deve se apressar para tentar competir. Se este realmente é o plano, não faltam necessidades que podem ser atacadas, mas o melhor jogador disponível neste momento é Jonah Williams, que ajudará a fortalecer a linha ofensiva da equipe.

14.logo falconsAtlanta Falcons – DT Ed Oliver (Houston)

Depois de ter sucesso com um DT menor que a média, mas de amplo talento em Grady Jarrett, o Falcons repete a dose. A franquia e seus fãs devem estar eufóricos com a queda de Ed Oliver até aqui. Com este movimento, o GM Thomas Dimitroff fecha um potente miolo para sua linha defensiva.

15.logo redskinsWashington Redskins – WR Hakeem Butler (Iowa State)

Um dos maiores vencedores do Combine deste ano, Hakeem Butler provou que é um atleta de elite como ótimos números em todos os testes. Além disso, tem a produção e o talento dentro do campo que o fizeram suas ações dispararem neste Draft. Como o Redskins tem uma necessidade gritante por novos alvos e já arranjou seu QB para esta temporada em Case Keenum, o WR se torna uma escolha coerente neste momento.

16.logo panthersCarolina Panthers – DE Clelin Ferrell (Clemson)

O Panthers pode optar por fortalecer as trincheiras dos dois lados. Enquanto um LT é uma necessidade e pode fechar uma forte linha ofensiva para a temporada, o grupo de pass rushers precisa de alguém para fazer companhia ao subestimado Mario Addison. Dessa forma, Clelin Ferrell é selecionado pela equipe.

17.  logo giants   New York Giants (via Cleveland Browns) – OL Cody Ford (Oklahoma) 

Seguindo a lógica delimitada na escolha anterior da equipe, o Giants usa a escolha adquirida na troca de Odell Beckham Jr para o Browns para completar sua linha ofensiva. Para isso, Cody Ford aparece como uma opção interessante, justamente por ter como posição preferível a de RT, que a de necessidade para o setor em New York.

18.logo vikings Minnesota Vikings –  iOL Garrett Bradbury (NC State)

O interior da linha ofensiva do Vikings sofreu muito ao longo de 2018 e perdeu algumas peças durante a offseason. Isto faz com que uma reconstrução deste grupo seja realizada com urgência. Pensando nisso e com o melhor jogador do setor nesta classe ainda disponível, o time faz o movimento óbvio e seleciona Garrett Bradbury.

19.logo titansTennessee Titans – TE Noah Fant (Iowa)

Um DT poderia tranquilamente ser a escolha para o Titans neste momento, mas a opção aqui é por buscar o sucessor de Delanie Walker e oferecer mais um alvo dinâmico para um ataque que parece monótono. Para cobrir estas características, Noah Fant se encaixa perfeitamente e deve ter impacto quase que imediato.

20.logo steelersPittsburgh Steelers – LB Devin Bush (Michigan)

O Steelers já tinha um grupo frágil de LBs e ainda perdeu LJ Fort na Free Agency e trouxe somente o mediano Mark Barron como opção. Por isso, a posição ainda se trata de um ponto fraco no elenco e deve ser tratada com a adição de Devin Bush, que se encaixa na tendência da equipe de preferir jogadores agressivos e muito atléticos.

21.logo seahawksSeattle Seahawks –  CB Greedy Williams (LSU)

O segundo ano de Shaquill Griffin não trouxe a evolução esperada e deixou o Seahawks com um pé atrás. Obviamente o jogador ainda é muito jovem e pode crescer, mas o time não deve deixar passar a oportunidade de selecionar um CB que se encaixe tanto no perfil de braços longos e habilidade em press como é o caso de Greedy Williams.

22.logo ravensBaltimore Ravens – WR N’Keal Harry (Arizona State)

Não é segredo que o Ravens precisa disponibilizar armas para que Lamar Jackson possa dar o próximo passo. Com Willie Snead como o principal WR no elenco neste momento, esta se torna uma necessidade urgente. A solução encontrada é escolher N’Keal Harry, que oferece um alvo grande, atlético, de boa envergadura e capaz de vencer em situações contestadas ou conseguir jogadas de efeito com a bola nas mãos.

23. HOU Houston Texans – OT Andre Dillard (Washington State)

É impressionante como o Texans ignorou a deficiência em sua linha ofensiva até aqui e tem deixado seu jovem QB em situação precária. Tudo tem limite e a franquia seleciona um novo protetor para o lado cego de Deshaun Watson em Andre Dillard.

24.logo raidersOakland Raiders – CB Byron Murphy (Washington)

Depois de selecionar um pass rusher com a quarta escolha geral, o Raiders ainda precisa de um companheiro para Gareon Conley entre os CBs. Como o talentoso Byron Murphy ainda está disponível, esta será a escolha.

25. PHIPhiladelphia Eagles – S Nasir Adderley (Delaware)

Graças ao excelente trabalho do GM Howie Roseman, o Eagles tem um elenco forte e sem nenhum buraco que precisa ser tapado com urgência. Dessa forma, pode se dar ao luxo de escolher um jogador de amplo talento em Nasir Adderley, tido pela maioria como o principal S do Draft e que pode ajudar na renovação da posição na equipe para os próximos anos.

26.logo coltsIndianapolis Colts –   DT Christian Wilkins (Clemson)

A contratação de Justin Houston combinada ao investimento alto feito em Kemoko Turay no ano passado deve tirar pass rush da lista de principais necessidades do Colts. Ao olhar para o elenco, selecionar uma peça atlética e talentosa como Christian Wilkins nesta faixa parece mais uma bela decisão para o currículo de Chris Ballard como GM.

27.logo raidersOakland Raiders –  LB Mack Wilson (Alabama)

A Free Agency foi de investimento pesado no ataque, enquanto a defesa foi o destaque neste Draft. Depois das escolhas de Brian Burns e Byron Murphy, o fraco grupo de LBs recebe a adição de Mack Wilson, que pode não ser tão atlético, mas tem ótimas habilidades na cobertura e pode complementar Vontaze Burfict de maneira efetiva.

28. SD Los Angeles Chargers  – DT Jeffery Simmons (Mississippi State)

O miolo da defesa do Chargers é o ponto frágil da unidade há algum tempo. Como o elenco já é completo no geral, a equipe pode se dar ao luxo de escolher Jeffery Simmons neste ponto. O DT é um dos melhores jogadores deste Draft, mas caiu até aqui por ter rompido o ligamento cruzado anterior na preparação para o Combine. Além disso, tem um caso de violência contra mulher antes de entrar na universidade.

29. KCKansas City Chiefs – CB Deandre Baker (Georgia)

Tyrann Mathieu chegou para suprir a ausência de Eric Berry, mas a secundária do Chiefs ainda precisa de ajuda. Por isso, um nome como Deandre Baker pode ser uma escolha muito valiosa e capaz de colaborar para que a equipe possa chegar longe novamente.

30. logo packers  Green Bay Packers – OT Dalton Risner (Kansas State)

Como Bryan Bulaga não consegue ficar saudável e já parece em declínio técnico e físico, o Packers precisa pensar na proteção de seu QB. Neste cenário, Dalton Risner pode jogar como RT ou então ser movido para dentro como guard na OL de Green Bay.

31. STLLos Angeles Rams – iOL Chris Lindstrom (Boston College)

Sem John Sullivan e Rodger Saffold, o interior da linha ofensiva dos atuais campeões da NFC precisa de dois novos titulares. Brian Allen foi escolhido no Draft do ano passado tendo isso em mente. Agora, é a vez de Chris Lindstrom, que chega para ajudá-lo a manter a unidade no mesmo nível da temporada passada.

32.Resultado de imagem para new england patriots logo pngNew England Patriots – TE Irv Smith Jr. (Alabama)

O anúncio da aposentadoria de Rob Gronkowski deixou um vazio enorme na posição de tight end no elenco do Patriots. Como a equipe também não tem nenhum outro alvo grande e atlético de destaque, vale o investimento em Irv Smith Jr como o sucessor de Gronk.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e

Compartilhe

Comments are closed.