sexta-feira, 26 de julho de 2019

Compartilhe

Depois do caso Le’veon Bell com o Steelers, parece que se tornou ainda mais comum jogadores fazerem greves no training camp e até mesmo na pré-temporada para forçar um acordo de longa duração com as franquias. Em 2019, diversas estrelas como WR Michael Thomas, RB Melvin Gordon e OT Trent Williams seguiram a linha. Esse é o caso também do melhor jogador ofensivo do Dallas Cowboys, Ezekiel Elliott.

O “monstrinho” não viajou com a equipe texana para o sul da Califórnia, local onde vão fazer a preparação para a temporada que está por vir. Elliott ainda tem mais dois anos no contrato de calouro, sem contar a opção de quinto ano, mas já projeta uma gorda renovação. E apesar do treinador do Cowboys, Jason Garrett, confirmar que estaria com a equipe durante este período, não é o que vemos até o momento. A franquia sinaliza ainda que a prioridade são as renovações do QB Dak Prescott e WR Amari Cooper.

Leia Mais: Julio Jones projeta temporada insana em 2019

Leia Também: Treinadores da AFC leste e seus rumos para 2019

Evidente que o dono da equipe, Jerry Jones, sabe da importância do atleta. Não é por acaso que Elliott liderou a NFL em jardas em 2 dos 3 anos que está na liga. Em 40 jogos como profissional, o camisa 21 já passou das 4 mil jardas terrestre, além de 28 touchdowns pelo chão. No entanto, é possível que uma demora na definição do contrato possa desgastar a relação entre as partes e o caso pode se tornar insustentável. 

Dois fatores são cruciais para uma possível troca. O primeiro deles é a posição. É relativamente fácil encontrar RBs produtivos. Claro que poucos estão no calibre de Elliott, mas se colocar em uma balança, o custo-benefício pode ser rentável. Todos os anos vemos novos talentos surgindo. Seja no draft, free agency ou até mesmo dentro de casa. O Steelers não sofreu consideravelmente pela perda de Bell. Conner obteve sucesso. Broncos se desfez de C.J. Anderson e conseguiu dois ótimos RBs – Lindsay, inclusive, nem chegou a ser draftado e passou das 1000 jardas em 2018. O Chiefs perdeu Kareem Hunt na metade da temporada passada e continuou sendo o ataque mais dominante da AFC. 

O segundo quesito é o elevado número de passes. A liga vem se transformando a cada ano e um dos fatores que comprova isso é o uso do jogo aéreo. Se antes a NFL era praticada muito mais pelo chão, hoje já não é mais. Em 2018, quase 60% das jogadas foram lançamentos e essa estatística tende a crescer cada dia mais. Mais uma vez é importante ressaltar que Zeke tem qualidades de sobra no jogo aéreo. No entanto, não é tão insubstituível quanto parece.

O mais provável é buscar uma renovação de contrato com o atleta. Esse é o desejo da torcida, imprensa, companheiros de equipe e comissão técnica. Hoje, uma troca parece algo imprevisível, que beira a loucura. Mas a pergunta é: o Cowboys conseguirão manter um time competitivo para bancar salários astronômicos de Elliott, Prescott e Cooper? Isso tudo depois de fechar um contrato de US$ 105 milhões com o DE DeMarcus Lawrence, por 5 anos. Parece cedo afirmar, mas em mais alguns anos a equipe vai ter que pensar em outras renovações de impacto, como a do LB Leighton Vander Esch.

É muito dinheiro envolvido e diversas questões a se pensar. A tarefa para o Cowboys não é tão simples e a franquia deve tratar o caso com o maior cuidado possível, mas de forma rápida. Isso porque se o caso virar uma bola de neve, como a de Bell no Steelers, o retorno em uma possível troca seria pouco para o calibre de Elliott.

Vale lembrar ainda que a dinastia de Dallas nos anos 90 começou após uma troca de RB. E naquela época, a decisão também não era simples. Herschel Walker vinha de uma temporada com mais de 1500 jardas terrestres, em 1988. Foi trocado com o Vikings por cinco jogadores e outras oito escolhas no draft. O restante da história, a torcida do time do Texas já sabe: 3 títulos de Super Bowl (1993, 1994 e 1996).

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.