quinta-feira, 28 de março de 2019

Compartilhe

A NFL anunciou no início desta semana que a temporada 2019-2020 do futebol americano começará com novidade. No dia 5 de setembro, o Green Bay Packers visitará o Chicago Bears no esperado jogo de abertura, que marca o 100º aniversário da Liga e da equipe de Chicago. Tradicionalmente, a NFL escolhe o atual campeão do Super Bowl para realizar o Kickoff, mas nesta temporada o roteiro será diferente. Para a sorte dos torcedores, o confronto escolhido reúne história, rivalidade e vários outros ingredientes necessários para ser inesquecível.

A última vez em que a equipe campeã da temporada anterior não participou do Kickoff foi em 2003. Desde então, a liga vem tornando tradição a presença dos campeões na abertura do novo ano, mas a coincidência centenária que envolve a NFL e o Bears falou mais alto em 2019.  Em partida marcada para o Soldier Field, Chicago medirá forças com o seu principal rival em toda a história, em duelo fundamental para as pretensões dos dois times dentro da NFC Norte.

Leia Mais: 5 opiniões impopulares sobre o Draft 2019

Leia Também: NFL aprova revisões em jogadas de interferência no passe

A rivalidade Packers-Bears, considerada a mais importante do futebol americano, é também a mais antiga do esporte. Ao todo, os dois times já se enfrentaram 198 vezes e chegarão em 2019 ao confronto de número 200. Para ter uma ideia do equilíbrio entre as duas equipes, o atual recorde apresenta uma margem de duas vitórias a mais para o Packers (97-95-6). Na última temporada, o Bears venceu o rival em casa – Desfalcado de Aaron Rodgers –  e Green Bay superou o adversário no Lambeau Field, em partida marcada por uma virada improvável conduzida pelo Quarterback.

O duelo teve o seu primeiro capítulo em 1921, quando o Bears ainda era chamado de Chicago Staleys. Jogando em casa, o time bateu seu rival por 20 a 0, em partida disputada no dia 17 de novembro daquele ano. Em 1922, Chicago mudou de nome e se tornou o Bears. Dentro da mesma conferência, os dois times só chegaram aos playoffs na mesma temporada em quatro oportunidades e em 2010 se enfrentaram pela vaga no Super Bowl, em partida memorável. Fora de casa, Green Bay superou Chicago por 21-14, confirmando a vaga na decisão. Duas semanas depois, o Packers venceu o Steelers e garantiu o título.

Entre os momentos mais memoráveis e inesquecíveis desta rivalidade estão o 1º Touchdown de retorno da lenda do Bears, Devin Hester, a vitória de 12×6 do Packers em 1980 com TD corrido do seu kicker, o recorde de 6 TDS no 1º quarto anotados pelo ataque de Green Bay em 2014, o 1º TD de William “The Refrigerator” Perry na temporada vitoriosa do Bears em 1985 e a conquista do título da NFC Norte em 2013 pelo Packers, com TD anotado no minuto final do confronto.

Foi pensando no potencial das duas equipes, aliado ao ingrediente da rivalidade, que a NFL decidiu colocar o jogo para abrir a nova temporada na quinta à noite. No último ano, a liga registrou aumento na audiência do “Thursday Night Football” e a expectativa é que Bears e Packers consolidem o sucesso.

A expectativa para a nova temporada

Atual campeão da NFC Norte, o Chicago Bears parou na 1ª rodada dos playoffs contra o Philadelphia Eagles, em partida marcada pelo Field Goal perdido por Cody Parkey. Na nova temporada, o Bears contará com um novo atleta para a posição, mas o restante da base do elenco foi mantido. Entre os nomes mais conhecidos que assinaram com o time para 2019 estão o S Ha – Ha Clinton-Dix (Ex-Packers), o WR Cordarelle Patterson e o RB Chris Davis. Já entra as perdas mais importantes no período da Free Agency, o CB Brice Callahan, os WRs Kevin White e Josh Bellamy e o S Adrian Amos são os destaques.

Comandado pelo técnico do ano na temporada passada, o emergente Matt Nagy, Chicago quer manter o mesmo nível de 2018, quando conquistou 12 vitórias, conduzido por uma defesa dominante. A evolução do QB Mitchell Trubisky é também outro foco da franquia para chegar ainda mais longe.

Getty Images

Em Green Bay, porém, as coisas estão bem diferentes após a segunda temporada seguida da equipe sem conquistar uma vaga nos Playoffs. O Ex-treinador Mike McCarthy deu lugar ao novato Matt LaFleur na vaga de Head Coach, os experientes WR Randal Cobb e LB Clay Matthews testaram o mercado e trocaram de time para 2019 e a equipe também teve mudanças na diretoria. Para reforçar o reformulado elenco, chegaram os defensores Preston Smith, Zadarious Smith e Adrian Amos (Ex-Bears). O que não mudou para o Packers foi a confiança em Aaron Rodgers, que terá novamente a responsabilidade de conduzir o time. Uma vitória fora de casa e contra o maior rival na abertura da temporada seria o início perfeito para os cabeças de queijo.

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.