segunda-feira, 28 de outubro de 2019

Compartilhe

A temporada regular da NFL chegou à sua metade no último domingo (27) e uma constatação é oficial e unânime entre torcedores e especialistas do futebol americano: O Cleveland Browns é uma grande decepção. A derrota para o New England Patriots por 27 x 13 não pode ser considerada exatamente inesperada, mas ajudou a deixar visível todos os problemas que envolvem a franquia nessa temporada. Com um recorde de 2-5, o time da AFC Norte se encontra em uma posição delicada na luta pelos playoffs e não demonstra sinais de melhora. Ainda existe salvação para o Browns em 2019?

Comandado pelo segundoanista Baker Mayfield, o time de Cleveland fez movimentações ousadas no período da offseason para turbinar o ataque e fortalecer a sua defesa, ganhando status de favorito à quebrar a hegemonia do New England Patriots dentro da AFC. A chegada do WR Odell Beckham JR ao elenco parecia ter sido o toque final necessário na reconstrução da franquia, que foi sinônimo de equívoco e fracasso desde a sua criação. Sob total empolgação e apoio dos torcedores, Cleveland entrou na temporada de 2019 como o time a ser acompanhado de perto por todos, mas a previsão ainda não se tornou uma realidade e parece longe de se tornar.

Leia mais: Um olhar sobre as premiações de calouros na metade da temporada.

Leia também: As possibilidades mais interessantes de trocas até o fim da janela

A empolgação com a nova fase do Browns era justificável, mas os problemas que a franquia vem enfrentando em 2019 também não podem ser considerados uma grande surpresa. O técnico Freddie Kitchens, em sua primeira temporada como treinador principal de uma equipe da NFL, vem mostrando dificuldades para tirar do seu time um jogo eficiente e competitivo, o que é compreensível e esperado graças à renovação que o Browns foi submetido nos últimos dois anos. Com uma série de decisões duvidosas e um ataque que não consegue marcar pontos com regularidade, Kitchens vem dando sinais de que a falta de experiência na função está prejudicando o seu entendimento do elenco. Sob o seu comando, Cleveland parece uma equipe sem rumo e com jogadores “comuns”, o que  teoricamente não era pra ser o caso.

Após 7 jogos disputados na temporada 2019/20, o Browns conta com o 8º pior ataque da liga em pontos somados e o 2º que mais proporcionou turnovers aos adversários. Um dos grandes responsáveis por esses números é o QB Baker Mayfield, que lidera a NFL em interceptações lançados neste ano com 11. O ataque também é o 3º que menos produziu jardas aéreas na temporada, mesmo contando com nomes como Jarvis Landry e Beckham JR e Nick Chubb. Juntos, o trio soma 6 TDs em 2019 (5 deles anotados por Chubb e apenas 1 por Beckham) e não consegue produzir no nível esperado, frustrando as expectativas da torcida. No outro lado da bola, Cleveland conta com uma defesa que tem bastante dificuldades em parar o jogo corrido e forçar turnovers, o que vem tornando cada vez mais inviável as chances de vitória da equipe.  A única boa notícia para o setor é a ótima produção do DE Myles Garrett, autor de 10 sacks na atual temporada até o momento.

AINDA EXISTE SALVAÇÃO PARA O BROWNS EM 2019?

Com 9 jogos a serem disputados na atual temporada, o Cleveland Browns enfrentará agora indiscutivelmente os times mais fracos da sua tabela em 2019 e pode se beneficiar da fragilidade dos adversários para encaixar uma sequência de bons resultados e embalar na competição. Em 3º lugar na AFC Norte, o time encontra no Baltimore Ravens o seu principal adversário na disput pela vaga nos playoffs, mas também precisa começar a olhar diretamente para a luta pela repescagem, que já começa a afunilar. Cinco das nove rodadas serão disputadas em casa, local aonde o time ainda não venceu neste ano e precisa dar uma resposta imediata para a sua torcida.

Se no papel o desafio não parece tão complicado para Cleveland, dentro de campo a postura da equipe precisa mudar urgentemente. Com um elenco recheado de jogadores com voz ativa dentro da liga, o Browns precisa se apoiar nos principais líderes do grupo, que serão responsáveis por chamar a responsabilidade e dar início a reação. O fraco desempenho de Baker Mayfield e Odell Beckham JR precisará ficar no passado e é o momento da franquia economizar nas desculpas pós-jogo e se fechar para retomar o equilíbrio e as vitórias. O Caminho ainda é longo para Freddie Kitchens e os seus comandados, mas o Cleveland de 2019 foi montado para superar dificuldades e surpreender positivamente. O momento da resposta é agora ou senão ficará tarde demais.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.