quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Compartilhe

Um dos melhores times da primeira metade da temporada da NFL, o Carolina Panthers saiu completamente dos trilhos e tem a maior sequência de derrotas da temporada 2018. Já são 6 jogos seguidos em que a equipe não consegue vencer e a apreensão toma conta dos torcedores. Muitos problemas e poucas soluções são encontradas agora, e hoje, após a derrota para o Saints no MNF, podemos afirmar que a temporada da equipe acabou. O time não corresponde, Cam Newton não vem jogando bem e Ron Rivera balança forte no cargo.

Desde o Thursday Night Football fora de casa contra o Pittsburgh Steelers na semana 10 o time do Panthers se tornou irreconhecível. A invejável solidez defensiva e explosão ofensiva deram lugar a apatia e indiferença. Os jogadores em geral parecem conformados com as derrotas e poucas coisas vem dando certo além de Christian McCaffrey. Depois de tomar 52 pontos em uma semana curta para o ataque de Big Ben, Antonio Brown e companhia, a franquia de Carolina sofreu um baque muito forte que não foi contornado e vai mostrando sinais de piora semana a semana.

Leia Mais: NFL na TV- transmissões da Semana 16

Leia Também: Power Ranking – tabus quebrados, o novo dono da NFC Norte e o Super Chargers

E grande parte desse baque é a lesão de Cam Newton. Durante a partida, o camisa 1 do Panthers sofreu um hit do OLB T.J Watt, que atingiu seu ombro e machucou o passador. Newton, como sempre forte e durão, seguiu no jogo e em campo nas partidas seguintes. No entanto, muito menos efetivo. No último MNF contra o Saints ficou clara a dificuldade do QB em passar a bola e demonstra sinais claros de dor no ombro atingido contra o Steelers. Isso vem afetando muito seu jogo e deve ser urgentemente revisto, ou seu caso pode ter complicações como o de Andrew Luck. O corpo é a ferramenta fundamental de trabalho de um jogador, e a partir do momento em que ele não está saudável o suficiente para ser competitivo numa Liga como a NFL, ele deve ser preservado e resguardado até estar habilitado novamente. O corpo e o físico de Cam sempre foram o ponto alto de seu jogo e principal característica. Um dano mais profundo aqui pode ser irreversível e alterar para sempre o seu futuro como jogador.

O que nos leva a um culpado, Ron Rivera. O Head Coach do Panthers vem fazendo um trabalho abaixo da média nas últimas temporadas e esse ano não foi diferente. Após um bom inicio de ano, Rivera precisa ser responsabilizado pela queda vertiginosa de desempenho da equipe e da negligencia com a lesão de Cam Newton. É preciso entender que uma equipe que briga por playoffs e era favorita a vaga de wildcard até pouco tempo atrás não tiraria seu QB se ele tivesse condições de jogo. No entanto, no momento em que a equipe começa a decair e seu franchise player mostra claros sinais de queda no desempenho físico, a estratégia precisa mudar. Aonde uma equipe como o Panthers sem o seu QB saudável poderia chegar? Ao Super Bowl? Essas são perguntar que devem ser feitas e refletidas a partir do momento em que você pode colocar em cheque o futuro da franquia em razão de um fim de temporada.

Com a iminente eliminação, o torcedor já pode concentrar os seus pensamentos na próxima temporada. Questões como a continuidade de Rivera e saúde de Cam devem ser a prioridade a ser resolvida na equipe. Paralelamente a primeira temporada completa do novo dono da franquia, David Tepper, o Panthers pode começar uma profunda mudança no time a fim de dar uma nova cara à equipe. Sob os pilares de Cam, Kuechly e McCaffrey, o seu 2019 pode ser completamente diferente e com um novo sentimento. Um sentimento que traga consigo a luta e garra que a jovem franquia sempre teve. Como dizia Sam Mills, continue batendo!


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.