quarta-feira, 25 de março de 2020

Compartilhe

O cenário é semelhante em quase todos os países: Ligas esportivas e clubes paralisados, atletas tendo que se manter em forma por conta própria e o futuro das temporadas em risco por conta da pandemia de Coronavírus que assola todo o planeta desde o início de 2020. Nos Estados Unidos, NBA, NHL e MLS, que estavam em andamento, foram paralisadas por tempo indeterminado para evitar aglomerações e a propagação do Covid-19 em território americano. Apesar de estar apenas no início da sua intertemporada, a NFL já começa a sentir os efeitos da pandemia e se prepara para alguns meses de incertezas pela frente.

Apesar do período de contratações e assinatura de novos contratos da “Free Agency” estar acontecendo normalmente desde a última semana, a tendencia é que a NFL comece a sentir a partir do próximo mês os reais impactos da pandemia na sua tradicional dinâmica Pré-Draft e também de início de treinamentos voluntários e obrigatórios para os atletas. Entre a imprensa americana, que cobre diariamente o esporte, já se fala em um contato inicial dos donos das franquias e representantes da liga para que todos consigam se antecipar aos efeitos do Coronavírus no futebol americano em 2020.

No momento atual da intertemporada, a maior preocupação da NFL é decidir se o Draft, inicialmente marcado para os dias 23, 24 e 25 de abril, realmente irá ocorrer nesta data e com a presença de jogadores, público e da imprensa em Las Vegas. Nesta terça-feira (24), o comitê administrativo da NFL recomendou ao comissário Roger Goodell o adiamento do evento por conta da pandemia. Segundo o relatório divulgado pelo comitê, a expectativa é que a situação não esteja normalizada até o fim de abril e a realização do Draft nas atuais condições do país pode prejudicar as franquias. Até o momento, a liga segue mantendo o evento para o final de abril.

Em relação a dinâmica dos times durante os primeiros meses da intertemporada, o principal desafio de técnicos, coordenadores e atletas deverá ser o encurtamento do calendário de treinamentos e de encontros na offseason. Se a possibilidade do atual isolamento social se estender por mais alguns meses, as atividades em campo voluntárias e com caluros, assim como as reuniões dos técnicos e coordenadores com os seus elencos, serão adiadas ou terão que acontecer de forma remota, modificando por completa a dinâmica da liga.

Caso essas possibilidades se tornem reais no futuro próximo, será interessante acompanhar como cada franquia será afetada pelas mudanças forçadas causadas pela pandemia. A expectativa inicial é que os times com comissão técnica e elencos já estabelecidos e entrosados desde as últimas temporadas sejam beneficiados, aumentando a diferença para as franquias que iniciam novos trabalhos em 2020 e não terão o tempo esperado para implementarem suas novas filosofias.  Em um esporte que conta com ao menos 53 jogadores em um elenco e diversos coordenadores, assistentes e treinadores trabalhando nos bastidores, qualquer modificação na dinâmica tradicional dos treinamentos pode ser fundamental para o sucesso, ou não, durante a temporada.

O QUE ESPERAR DA NFL COM A PANDEMIA DO CORONAVÍRUS?

As paralisações das principais ligas esportivas norte-americanas demonstram como o Coronavírus pode afetar diretamente as modalidades e que a NFL não estará imune a ele caso o governo americano não consiga frear a pandemia nos próximos meses. Em um cenário realista, os treinos de primavera e verão e a pré-temporada poderão ser cancelados e a temporada regular deverá iniciar de forma direta caso seja possível. Em relação ao draft, a mudança total da dinâmica do evento e um possível adiamento não estão descartados.

Dentro do vestiário, o impacto nos atletas calouros e nos treinadores e coordenadores que estão iniciando um trabalho em uma nova franquia também serão colocados a prova, já que todos eles estarão começando a temporada em desvantagem. Por sorte,  a NFL ainda não sofreu as principais consequências da pandemia e tem tempo para se organizar e garantir que o Coronavírus afete a liga o mínimo possível. Ainda assim, podemos esperar meses de muita incerteza pela frente.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.